Capitão Blood (1935)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Capitão Blood)
Ir para: navegação, pesquisa
Captain Blood
O Capitão Blood (PT)
Capitão Blood (BR)
 Estados Unidos
1935 • P&B • 119 min 
Realização 25 de dezembro de 1935, Nova Iorque[1]

28 de dezembro de 1935, (Los Angeles)

Direção Michael Curtiz
Produção Harry Joe Brown
Gordon Hollingshead
Roteiro Casey Robinson
Rafael Sabatini (romance)
Elenco Errol Flynn
Olivia de Havilland
Basil Rathbone
Ross Alexander
Género ação, aventura, romance
Idioma inglês
Música Erich Wolfgang Korngold
Efeitos especiais Fred Jackman
Cinematografia Ernest Haller
Hal Mohr
Edição George Amy
Distribuição Warner Bros. Pictures
Página no IMDb (em inglês)

Capitão Blood (em inglês Captain Blood) é um filme estadunidense de 1935 do gênero Swashbuckler (capa e espada), dirigido por Michael Curtiz e estrelado pela dupla Errol Flynn e Olivia de Havilland.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ficha técnica adicional[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Errol Flynn como o valente Capitão Blood
Olivia de Havilland em Capitão Blood

Em 1689, o ex-soldado, marinheiro e agora médico irlandês Peter Blood está na Inglaterra, e só quer continuar a exercer sua profissão calmamente. Mas as coisas se complicam quando ele é chamado para cuidar de um ferido da Rebelião Monmouth. Os guardas do Rei James II chegam e o prendem como traidor. Condenado à morte, sua pena é mudada para escravidão, quando o rei é avisado que faltam trabalhadores em suas colônias. Blood é enviado para Port Royal na Jamaica, onde irá trabalhar em uma plantação. Ele é comprado como um capricho pela bonita Arabella Bishop, sobrinha do cruel chefe militar local Coronel Bishop, e é enviado para a plantação. O governador sofre de gota e Blood é chamado para tratá-lo, fazendo um bom trabalho. Mas, o Coronel Bishop não gosta dele e acaba por prendê-lo por ajudar um prisioneiro. Nesse momento, piratas espanhóis chegam e bombardeiam a cidade, dando oportunidade a Blood e seus homens de escaparem. Eles capturam um dos navios piratas e salvam a cidade, fugindo depois para o mar, transfomando-se também em piratas, que atacam qualquer navio que cruzasse a sua rota.

Produção[editar | editar código-fonte]

Produção de Harry Joe Brown e Gordon Hollingshead (Hal B. Wallis como produtor executivo) para a First National Pictures e Warner Brothers, com roteiro de Casey Robinson que adaptou o livro homônimo de Rafael Sabatini.

Os cenários, navios e cidade de Port Royal eram miniaturas, conjugadas com cenários em tamanho natural e acrescidos de algumas cenas de batalha naval de um filme anterior, The Sea Hawk de 1924. Foram usadas, também, cenas do Capitão Blood do cinema mudo, feito pela Vitagraph em 1923, que fora comprada pela Warner Brothers[2] .

Originalmente, o filme seria estrelado por Robert Donat e Jean Muir. Por problemas contratuais, Donat abandonou o projeto, e o diretor Michael Curtiz resolveu fazer um teste com Errol Flynn, no qual o ator foi aprovado para o papel. No lugar de Jean Muir, foi escalada a então novata Olivia de Havilland[3] . Foi o primeiro dos oito filmes em que a dupla Errol Flynn e Olivia de Havilland atuou, pois o sucesso da dupla romântica com o público levou-os a atuarem juntos outras vezes. Os dois, acompanhados de Basil Rathbone, reapareceriam em The Adventures of Robin Hood de 1938.

O lançamento foi em 25 de dezembro de 1935, em Nova Iorque[1] , e em 28 de dezembro de 1935, em Los Angeles.

Indicações[editar | editar código-fonte]

Indicado ao Oscar de melhor filme.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Brown, Gene. Movie Time: A Chronology of Hollywood and the Movie Industry from its Beginnings to the Present. New York: MacMillan, 1995. p. 125. ISBN 0-02-86042906. In New York, the film premiered at the Strand Theatre.
  2. MATTOS, A. C. Gomes. Galeria de Estrelas: Errol Flynn. [S.l.: s.n.], 1985. ISBN Cinemin n. 15, p. 23.
  3. Idem, ibidem, p. 23

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • LEPIANE, João. Filmes inesquecíveis: Capitão Blood. [S.l.: s.n.], 1989. ISBN Cinemin n. 59, pp. 26 - 27.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]