Chupinguaia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Chupinguaia
Bandeira de Chupinguaia
Brasão de Chupinguaia
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 27 de dezembro
Fundação 27 de dezembro de 1996 (17 anos)
Gentílico chupinguaiense
CEP 78995-000
Prefeito(a) Vanderlei Palhari (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Chupinguaia
Localização de Chupinguaia em Rondônia
Chupinguaia está localizado em: Brasil
Chupinguaia
Localização de Chupinguaia no Brasil
12° 33' 08" S 60° 53' 59" O12° 33' 08" S 60° 53' 59" O
Unidade federativa  Rondônia
Mesorregião Leste Rondoniense IBGE/2008 [1]
Microrregião Vilhena IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Pimenta Bueno (N), Parecis e Pimenteiras do Oeste (L), Vilhena (O), Corumbiara (S).
Distância até a capital 533 km
Características geográficas
Área 5 126,675 km² [2]
População 8 304 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 1,62 hab./km²
Altitude 360 m
Clima equatorial Am
Fuso horário UTC−4
Indicadores
IDH-M 0,707 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 163 227,307 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 21 384,42 IBGE/2008[5]
Página oficial

Chupinguaia é um município brasileiro do estado de Rondônia. Localiza-se a uma latitude 12º33'08" sul e a uma longitude 60º53'59" oeste, estando a uma altitude de 360 metros. Surgiu do desmembramento das terras de Vilhena e de Pimenta Bueno. Sua população estimada em 2010 era de 8.304 habitantes.

Possui uma área de 5.127 km².

Geografia[editar | editar código-fonte]

Grande parte é formada por pastos e coberta por densa floresta equatorial, caracterizada pela mata de terra firme com árvores enormes, com mais de 30 metros de altura, sendo abundantes as madeiras aproveitadas, como: mogno, cerejeiras, itaúba, ipê, cedro, garapeira e outros.

O solo do município é classificado como foto-solo vermelho/amarelo, com areia distrofia, sendo que a área rural é de uso predominante pela agropecuária (pastos).

O município é composto em sua grande maioria por grandes fazendas, nas quais se destacam a criação de bovinos e agricultura (soja e milho), considerada a capital do boi gordo do Estado de Rondônia, por conter grande quantidade deste tipo de criação. A cidade ainda é composta pelo Rio Pimenta, Rio Chupinguaia e adjacentes.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro nome da cidade se dá ainda no década de 70 com o nome de Viradouro, por conter apenas duas ruas, logo com a emancipação realizada nos primórdios de 1995 se dá o nome de Chupinguaia. Algum dizem que o nome se dá devido uma ave encontrada no região (chupin), contudo moradores antigos e indígenas locais contestam esta afirmação completando que o nome é na verdade derivado de língua indígena e que o significado é na verdade (rio de sangue), em alusão aos acontecimentos predominantes na época da exploração do lugar.

A formação da cidade se deu devido a madeira, abundante no período, principalmente no que se refere as madeiras de lei como: Cerejeiras, Mogno, Cabriúva, e outras tantas dificilmente encontradas, e protegidas por lei nos dias atuais. Havia ainda no período grande incidência de serrarias nas quais eram responsáveis pela extração e envio das madeiras para outras cidades do território nacional a saber: São Paulo e Rio de Janeiro, como também para exportação a países como: Portugal, Espanha e outros. O município é composto na atualidade de vários distritos a saber: Guaporé, Boa Esperança, Novo Plano, Corgão. O município passa no momento por uma fase de crescimento, estando entre os 10 maiores arrecadadores do estado, isto entre os municípios fora da rodovia federal BR-364, devido à grande quantidade de bovinos, madeira e agricultura no local.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

Distritos
  • Boa Esperança
  • Guaporé
  • Novo Plano

Educação[editar | editar código-fonte]

Ensino básico, fundamental e médio

Dentre as escolas estaduais, municipais e particulares, destacam-se:

  • Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Chupinguaia — pública
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Francisca Martendal — pública
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Moacyr Caramello — pública
  • Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Ana Paula Marques — pública
  • Creche Municipal Jovelina Batista de Oliveira — pública
  • Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Irmas Juliana e Alini dos Santos Marcos — pública
  • Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Novo Plano — pública
  • Escola Municipal de Ensino Fundamental Santo Antonio — pública
  • Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Valter José Zanella — pública

Saúde[editar | editar código-fonte]

Não existia hospital no município. Porem, em 20 de dezembro de 2013, foi inaugurado o primeiro hospital publico:

  • Hospital Municipal de Chupinguaia José Ivaldo de Souza (Zezão da Pará)

Comunicação[editar | editar código-fonte]

Rádio[editar | editar código-fonte]

  • Rádio Cidade FM - 87,9 FM

Diversão[editar | editar código-fonte]

  • 1ª Feira Agropecuária do Município de Chupinguaia (Expoguaia)
  • Clube do Laço

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios de Rondônia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.