Concílio Vaticano I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
I Concílio do Vaticano
Data 8 de Dezembro de 186918 de Dezembro de 1870
Aceite por Catolicismo Romano
Concílio anterior Trento
Concílio seguinte Vaticano II
Convocado por Papa Pio IX
Presidido por Papa Pio IX
Afluência 744
Tópicos de discussão Racionalismo, Liberalismo, Materialismo, Infalibilidade Pontíficia
Documentos Dei Filius, Pastor Aeternus
Todos os Concílios Ecuménicos Católicos
Portal do Cristianismo

O Concílio Vaticano I (CV I) deu-se de 8 de Dezembro de 1869 a 18 de Dezembro de 1870. E foi proclamado por Pio IX (1846 a 1878). As principais decisões do Concílio foram conceber uma Constituição dogmática intitulada "Dei Filius", sobre a Fé católica e a Constituição Dogmática "Pastor Aeternus", sobre o primado e infalibilidade do Papa quando se pronuncia "ex-cathedra", em assuntos de fé e de moral. E tratou-se de questões doutrinárias que eram necessárias para dar novo alento e informar melhor sobre assuntos essenciais de Fé.

Para além de proclamar como dogma a Infalibilidade Papal, principalmente para combater o Galicanismo, o Concílio, ao defender os fundamentos da fé católica, condenou os erros do Racionalismo, do Materialismo e do Ateísmo [1] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CATHOLIC ENCYCLOPEDIA (1913). Vatican Council (em inglês) Newadvent.org. Página visitada em 28 de Setembro de 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.