Culinária de Angola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Calulu
Funge
Feijão com óleo de palma

A culinária tradicional de Angola é influenciada pela portuguesa e pela moçambicana[1] , tendo também recebido nos últimos anos uma forte influência da culinária brasileira.

Os ingredientes mais comumente utilizados são cereais cultivados há séculos no país, entre eles sorgo, painço e milho, além de feijão frade, lentilha, inhame, dinhungo (abóbora-carneira) e quiabo. Entre as frutas, os destaques são para a melancia, o tamarindo e o fruto do imbondeiro. O azeite de dendê (óleo de palma) é importante no preparo de várias receitas.

O prato mais popular em Angola é o funge[2] ou funji, uma massa cozida de farinha de milho ou de mandioca. Pode acompanhar carne ou peixe. Outra receita tradicional é a muamba, que pode ser preparada com galinha, carne seca ou peixe, acompanhada de quiabo e dendê.

Pratos típicos[editar | editar código-fonte]

Além do funge e da muamba, fazem parte da cozinha tradicional angolana, entre outros:[3] [4]

  • Calulu
  • Cocada
  • Dinhangoa (bebida preparada com água, farinha de mandioca e açúcar)
  • Feijão com óleo de palma
  • Gonguenha (feijão, abóbora e caldo de ossos)
  • Moqueca
  • Mututo (planta cujas folhas são preparadas como guisado, tempearado com tomate, cebola, alho e louro)
  • Mufete
  • Pirão
  • Quibeba (guisado de choco, peixe, feijão ou carne seca, acompanhado de mandioca, batata-doce ou dinhungo)
  • Sumatena ou Súmate (peixe seco ou carne seca assado na brasa, com molho de água morna dinhungo)

Referências

  1. Culinária Angolana - Portal São Francisco
  2. Angola - Culinária. Folha Online, 7 de março de 2001
  3. Culinária - Receitas tradicionais. Mwangolê Notícias
  4. Culinária - Minha Angola

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.