Doutor Jivago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Доктор Живаго
Doutor Jivago
Idioma russo
País  Itália
Género Romance histórico
Editora Feltrinelli
Lançamento 1957
Edição portuguesa
Tradução António Pescada
Editora Sextante Editora
Lançamento 2008
Páginas 554
ISBN 978-989-8093-76-9
Edição brasileira
Tradução Zoia Prestes
Editora Bestbolso
Lançamento 2007
Páginas 756
ISBN 9788577990375

Doutor Jivago (em russo Доктор Живаго, transl. Doktor Jivago) é um romance histórico do escritor russo Boris Pasternak, que também foi adaptado para o cinema por Robert Bolt em 1965, num filme dirigido por David Lean. O romance tem o nome de seu protagonista, Yuri Jivago, um médico e poeta. Conta a história de um homem dividido entre duas mulheres sob fundo da Revolução Russa de 1917.

Embora o livro contenha trechos escritos entre os anos 1910 e 1920, Doutor Jivago só foi completado em 1956. O romance foi enviado ao jornal literário Novy Mir ("Новый Мир"). Entretanto, os editores o rejeitaram por considerarem que nela estava implícita uma rejeição aos cânones do realismo socialista.[1] Os censores soviéticos consideraram algumas passagens como antissoviéticas e perceberam o sutil criticismo de Pasternak ao stalinismo, à Coletivização, ao Grande expurgo e ao Gulag. O autor, através do personagem Jivago, mostrava mais preocupação com os indivíduos do que com a coletividade.

Existem várias traduções para português, sendo a mais recente publicada em 2007 no Brasil e em 2008 em Portugal.

Referências

  1. "Doctor Zhivago": Carta a Boris Pasternak dos editores de Novyi Mir. Daedalus, Vol. 89, n° 3, The Russian Intelligentsia (Summer, 1960), pp. 648–668
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.