F-20 Tigershark

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
F-20 lançando um AGM-65 Maverick.

O F-20A Tigershark foi um caça-bombardeiro americano desenvolvido a partir de 1980. Na prática, representou o aprimoramento máximo da célula do Nortroph F-5 Tigershark (tanto que, inicialmente, o projeto era denominado F5-G).

Desenhado em princípio para combate ar-ar, se mostrou muito eficiente em combate ar-terra o que seria muito bom para a Força Aérea dos Estados Unidos. Utilizava motor turbofan F404, que gera 8 toneladas de empuxo e sua tecnologia aviônica moderna estava a altura de caças como F-16 e F-18. Possuía reação rápida, podendo estar no ar com todos os sistemas ligados em apenas 60 segundos e tendo um custo baixíssimo por hora voada.

Problemas[editar | editar código-fonte]

O F-20A foi projetado para combate ar-ar, então a partir da versão B ele foi somente projetado para ataques terrestres. O efeito disso no combate ar-terra foi devastador.

De fato, os caças como F-16 e F-18 conquistaram a confiança de possíveis compradores, devido principalmente ao fato de serem aeronaves de desenvolvimento recente, ao contrário do F-20, cujo projeto era derivado de um caça cujo designs remontava o final dos anos 50. Além disso, as encomendas das Forças Armadas dos EUA garantiram uma escala de produção que reduzia os custos unitários. Assim, F-20 só seria viável se recebesse ao menos uma grande encomenda, e isto não acontecendo o projeto foi abandonado.

Artigos relacionados:
Desenvolvimento: F-5
Equivalência: F-16-F-18
Série: F/A-18 - F-20 - F-21 - F-22 Raptor - YF-23 - F-35 -
Listas relacionadas: Lista de aviões
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.