Futurologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A futurologia é a ciência que estuda o futuro.

Apesar de uma elevada exactidão em pontos específicos, o trabalho de um futurólogo não é indicar o que vai acontecer, mas sim o que poderá acontecer. Em futurologia os cenários e eventos são, ou não, definidos como: -possíveis, -prováveis, -desejáveis.

A Futurologia demonstra-se assim como uma ajuda à tomada de decisões. Apresentando-nos com um conjunto de possibilidades e uma análise dos pontos determinantes (key points), ganhamos uma perspectiva claro de como construir o mundo que desejamos.

As áreas de aplicação da Futurologia situam-se sobretudo a nível político e de alta gestão, sendo que o objecto da Futurologia confunde-se por vezes com o de Estratégia. No limite as metodologias inovadoras da futurologia (planeamento de cenários/ scenario planing) vieram substituir os métodos clássicos de planeamento.

Apesar de a maioria das pessoas não estar familiarizado com o conceito de futurologia, em quase todas as áreas científicas existe alguma conhecimento da mesma.

Os sociólogos prevêm como os povos irão reagir à globalização. Os gestores de marketing prevêm as próximas necessidades do consumidor. Os historiadores encontram factores de repetição da história. Os demógrafos indicam-nos que o crescimento da população tende a estabilizar.

A construção de um bom trabalho de futurologia depende assim da transversalidade da sua pesquisa.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]