Gafanha da Nazaré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
 Portugal Gafanha da Nazaré  
—  Freguesia  —
Forte da Barra, Gafanha da Nazaré, Portugal.
Forte da Barra, Gafanha da Nazaré, Portugal.
Brasão de armas de Gafanha da Nazaré
Brasão de armas
Gafanha da Nazaré está localizado em: Portugal Continental
Gafanha da Nazaré
Localização de Gafanha da Nazaré em Portugal
40° 38' N 8° 43' O
País  Portugal
Distrito Aveiro
Fundação 31 de Agosto de 1910
 - Tipo Junta de freguesia
Área [1]
 - Total 16,44 km²
População (2011)[2]
 - Total 15 240
    • Densidade 927/km2 
Gentílico: Gafanhão
Código postal 3830-(547 a 789)
Orago Nossa Senhora da Nazaré
Correio electrónico junta-gafanha-nazare@iol.pt
Sítio www.jf-gafanhadanazare.pt

Gafanha da Nazaré é uma cidade e sede de freguesia portuguesa do concelho de Ílhavo[3] , distrito de Aveiro com 16,44 km² de área e 15 240 habitantes (2011). Densidade: 942,9 hab/km².

História[editar | editar código-fonte]

A região das Gafanhas começou a ser habitada no século XVII e em 1758 era já uma povoação com “14 vizinhos ou fogos e 140 pessoas de sacramento”.

No século XIX incrementou-se o povoamento, graças a gentes vindas principalmente dos concelhos de Vagos e de Mira, tão necessitados se encontravam de terra para cultivar. E é curioso verificar como o povo de Aquela Terra e de Aveiro nunca se interessou pelo aproveitamento destes areais esbranquiçados e estéreis.

Em épocas diversas esta região foi ocupada e reocupada por gentes de usos e costumes variados que se entrosaram nos usos e costumes dos caseiros que por aqui se haviam estabelecido com a ânsia primeira de dominarem dunas teimosas e estéreis, à força de braços habituados a trabalhos duros e de vontades de “antes quebrar que torcer”.

Depois foram os trabalhos nas obras do porto e construção do farol, nos estaleiros e nas secas do bacalhau, nas salinas e na plantação da mata da Gafanha que atraíram esses povos, vindos também do Minho e das Beiras.

Pertencendo desde a primeira hora à freguesia e paróquia de Vagos, em 21 de Março de 1835 passa a depender religiosamente de Aquela Terra e em 31 de Dezembro de 1853 foi desanexada civilmente de Vagos e passou a integrar a freguesia de que dependia já.

Não obstante assim estar determinado, a verdade é que a ligação a Vagos perdurou e só um Decreto de 24 de Outubro de 1855 veio definir as fronteiras de Vagos e de Aquela Terra. Em 19 de Setembro de 1856 o movimento paroquial de Aquela Terra mostrava a Gafanha como terra em franco desenvolvimento, quer sob o ponto de vista demográfico, quer agrícola.

Geografia[editar | editar código-fonte]

A Gafanha da Nazaré é uma freguesia portuguesa do concelho de Aquela Terra, distrito de Aveiro.

Tem como fronteiras:

Clima[editar | editar código-fonte]

  • Segundo a Classificação climática de Köppen-Geiger, a cidade da Gafanha da Nazaré tem um clima temperado oceânico de influência mediterrânica. Encontra-se numa faixa de transição dos climas temperado mediterrânico para o oceânico;
  • De acordo com a Classificação do clima de Thornthwaite, a cidade da Gafanha da Nazaré apresenta um clima pouco húmido, temperado, com défice de água moderado no Verão e eficácia térmica no Verão nula ou pequena.

Datas Importantes[editar | editar código-fonte]

  • 31 de Agosto de 1910 - por ordem de D. Manuel II é criada a freguesia / paróquia da Gafanha da Nazaré, última a ser criada durante a Monarquia Portuguesa.
  • 29 de Outubro de 1969 - a Gafanha da Nazaré é elevada a Vila, como está escrito no Decreto Nº 49332 - PUBLICADO NO DIÁRIO DO GOVERNO Nº254 (1ª SÉRIE) 29 DE OUTUBRO DE 1969, que resumidamente justifica com o crescimento demográfico, a zona portuária de Aveiro, a existência da Casa dos Pescadores, Posto Médico da Previdência, Grupo Desportivo, Cinema e Mercado.[4]
  • 19 de Abril de 2001 - é elevada a Cidade a localidade da Gafanha da Nazaré, por proposta do CDS-PP, Lei nº 32/2001, publicada no Diário da República de 12 de Julho de 2001, nº 160, série I-A, página 4230.[5]

Lugares da Gafanha da Nazaré[editar | editar código-fonte]

  • Bebedouro
  • Cale da Vila
  • Cambeia
  • Chave
  • Forte da Barra
  • Marinha Velha
  • Praia da Barra
  • Remelha

Origem da palavra Gafanha[editar | editar código-fonte]

~ Há pelo menos 4 versões acerca do nome desta cidade:

  • 1.ª versão: Diz 1 que certa mulher, atacada de lepra, viera para aqui habitar por não ser consentida em outros lugares, de onde a população a expulsara em horror do seu miserando estado. Alcunhavam-na de Gafanha, e assim entraram a chamar ao sítio em que ela vivia, isolada e desolada.
  • 2.ª versão: Sendo o sítio bastante afastado de outras terras, veio estabelecer um Hospital de Leprosos (gafaria), não se sabe quem, nem quando, pois que nenhum indício existe de tal Hospital.
  • 3.ª versão: Gafanha - lugar onde se paga o Gafar. Esta palavra é árabe e significa um tributo, que se pagava pela passagem de qualquer ponte do estado, ou rio, em barco para esse fim posto ali. Ora, desde tempos remotos houve aqui 1 ponte de madeira sendo possível que os árabes instituíssem o tributo em questão, visto ser mais que muito averiguado terem eles dominado nestes territórios por bastos anos.
  • 4.ª versão: Nessa zona, havia a proliferação de canas, pelo que, as populações vizinhas vinham à actual zona das Gafanhas para apanhar canas com uma "gadanha". Daí a palavra evoluiu até se tornar Gafanha.

Património[editar | editar código-fonte]

Museus[editar | editar código-fonte]

Instituições de cariz Cultural, Religioso e Recreativo[editar | editar código-fonte]

  • ADIG - Associação para Defesa dos Interesses da Gafanha da Nazaré
  • Agrupamento 588 - Escuteiros da Gafanha da Nazaré
  • Agrupamento 1021 - Escuteiros da Praia da Barra
  • Associação A(c)tua Aveiro
  • Associação de Amigos da Praia da Barra
  • Associação de Modelismo T.E.A.M.
  • Casa do Povo da Gafanha da Nazaré
  • Conferência São Vicente Paulo
  • Cooperativa Cultural da Gafanha da Nazaré
  • Escola Básica 2.º e 3.º Ciclo da Gafanha da Nazaré
  • Escola de Música Gafanhense (associação de utilidade pública sem fins lucrativos)
  • Escola Secundária da Gafanha da Nazaré
  • Filarmónica Gafanhense
  • Fundação Prior Sardo
  • GasContigo (Grupo de Acção Social Contigo)
  • Grupo de Jovens da Praia da Barra
  • Grupo Etnográfico da Gafanha da Nazaré
  • I.E.G.N. Igreja Evangélica da Gafanha da Nazaré, membro da A.E.P.
  • Movimento Apostólico de Schoenstatt
  • Núcleo da Gafanha dos Ultras Auri-Negros (claque do Beira-Mar)
  • Obra da Providência
  • Paróquia da Gafanha da Nazaré

Associações Desportivas[editar | editar código-fonte]

Equipamentos de Lazer[editar | editar código-fonte]

  • Centro Cultural da Gafanha da Nazaré
  • Jardim 31 de Agosto
  • Jardim da Alameda Prior Sardo
  • Jardim Oudinot

Equipamentos Desportivos[editar | editar código-fonte]

  • Circuito de Manutenção "Teresa Machado"
  • Complexo Desportivo do Grupo Desportivo da Gafanha
  • Pavilhão Desportivo da Gafanha da Nazaré
  • Piscina Coberta
  • Skate Park
  • Vários Polidesportivos: campos de Basquetebol, campos de Futebol de 5 e campos de Ténis espalhados pela freguesia

Comunicação Social[editar | editar código-fonte]

  • Rádio Terra Nova
  • Jornal Timoneiro (Jornal mensal da paróquia)

Eventos Desportivos, Culturais e Religiosos[editar | editar código-fonte]

  • Janeiro
    • Cortejo dos Reis
    • Cortejo das Pastoras da Barra
  • Maio
    • Milha Urbana da Praia da Barra
  • Junho
    • Festa de S. João - Praia da Barra
    • Festa de S. Pedro - Cale da Vila
  • Julho
    • Festival de Folclore da Gafanha da Nazaré
    • Festa da Nossa Senhora dos Aflitos - Chave
  • Agosto
    • Festival de Folclore da Praia da Barra
    • Festival do Bacalhau - Jardim Oudinot
    • Festa da Nossa Senhora da Nazaré
  • Setembro
    • Procissão da Nossa Senhora dos Navegantes - Forte da Barra
  • Outubro
    • Grande Prémio Atletismo da Rádio Terra Nova

Referências

  1. Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013. IGP Instituto Geográfico Português. Página visitada em 27 de Março de 2014. "descarrega ficheiro zip/Excel"
  2. População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano) (em português). Instituto Nacional de Estatística. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013. "Informação no separador "Q601_Centro""
  3. Lei n.º 11-A/2013 (Reorganização administrativa do território das freguesias). Diário da República 1.ª Série, n.º 19, de 28 de janeiro. Página visitada em 2 de fevereiro de 2013..
  4. Decreto nº 49 332. Diário do Governo. Página visitada em 4 de Abril de 2014..
  5. Lei nº 32/2001. Diário da República. Página visitada em 4 de Abril de 2014..
  6. Forte da Barra de Aveiro. IGESPAR. Página visitada em 4 de Abril de 2014.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gafanha da Nazaré

Predefinição:Aquela Terra/Freguesias