George Soros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Soros em 2010

George Soros (Budapeste, 12 de Agosto de 1930) é um empresário e homem de negócios húngaro-americano. Ficou famoso pelas suas atividades enquanto especulador, nomeadamente em matéria de taxas de câmbio, chegando a ganhar 1 bilhão de dólares em um único dia apostando contra o banco da Inglaterra, bem como pela sua atividade filantrópica, que apoiou entre outros, a Universidade Central Europeia.[1]

Nascido na Hungria com o nome de Schwartz György, tornado-se Soros György, filho de Tivadar Soros, famoso esperantista húngaro, escritor e ex-soldado, e de Erzebet Czacs, ambos de família judia, George Soros teve uma infância relativamente boa, tendo passado parte da adolescência fugindo de perseguições, na Hungria, pelo fato de ser judeu.

Depois, migrou aos dezessete anos para Londres, onde começou a enriquecer com a administração de empresas.

Actualmente é o Presidente da Soros Fund Management, curador da International Crisis Group.[2] e presidente da Open Society Institute, tendo pertencido à Administração do Council on Foreign Relations. Perdeu um processo judicial na França e no Tribunal Europeu de Direitos Humanos por Insider Trading.[3] [4]

Nos Estados Unidos é conhecido por ter doado montantes exorbitantes para eleger o presidente Barack Obama.

No mesmo mês, em 2010, o investidor multimilionário doou US$ 1 milhão para a campanha de um referendo que visa legalizar a maconha na Califórnia.[5] Ele financia o International Crisis Group e a Revenue Watch, que financiam campanhas eleitorais em vários países do mundo.[6] [7]

Foi casado duas vezes: primeiro, com Annaliese, depois com Susan Weber. Em 2012 durante a celebração do seu 82.º aniversário aproveitou para anunciar aos familiares e aos amigos que se vai casar com a namorada, Tamiko Bolton, de 40 anos[8] .

Em 2012 a Revista Forbes classificou Soros como a 22° pessoa mais rica do mundo, com 20 bilhões de dólares[9] .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tier, Mark "Investimentos: os segredos de George Soros & Warren Buffett" Editora Campus-Elsevier 2005 ISBN 8535218513
  2. Crisis Group's Board of Trustees (em inglês). International Crisis Group. Página visitada em 16 de julho de 2012.
  3. Soros Insider-Trade Appeal Rejected by Human Rights Court (em inglês). Bloomberg Bussinessweek. Página visitada em 16 de julho de 2012.
  4. Soros Loses Case Against French Insider-Trading Conviction (em inglês). Bloomberg Bussinessweek. Página visitada em 16 de julho de 2012.
  5. Eleitores dos EUA votam sobre maconha, língua oficial e aborto.
  6. Who Supports Crisis Group? (em inglês). International Crisis Group. Página visitada em 16 de julho de 2012.
  7. Partners (em inglês). Revenue Watch. Página visitada em 16 de julho de 2012.
  8. George Soros vai casar-se pela terceira vez.
  9. 25° edição da Revista Forbes das pessoas mais ricas do mundo