Holy Avenger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Holy Avenger
Holy avenger.jpg
Capa da 1ª edição lançada em 2000.
País de origem Brasil
Língua de origem português brasileiro
Editor Trama (posteriormente chamada de Talismã)[1]
Encadernação lombada com grampos (Holy Avenger, Holy Avenger Especial, Holy Avenger Reloaded)
lombada quadrada (Edição Encadernada)
Numero de páginas 32
Numero de álbuns 42 (Holy Avenger)
6 (Holy Avenger Especial)
6 (Holy Avenger Edição Encadernada)
9 (Holy Avenger VR)
10 (Holy Avenger Reloaded)
Género(s) Ação, Aventura, Humor
Autor Marcelo Cassaro, Petra Leão
Desenho Érica Awano, Rodrigo Reis, André Vazzios, Ricardo Riamonde
Tema aventura
Local da acção brasil
Editor nacional Trama Editorial
Mythos Editora (Holy Avenger Reloaded)
Jambô Editora
Numero de páginas 39
Projeto Animangá  · Portal Animangá

Holy Avenger é uma série de quadrinhos brasileira. Criação de Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e J.M. Trevisan, e ilustrada por Érica Awano, Holy Avenger atingiu 42 edições publicadas mensalmente ao longo de pouco mais de três anos, tendo gerado também diversas edições especiais relacionadas ao seu universo. A série foi bicampeã do Troféu HQ Mix em 2001 e 2002 na categoria "revista seriada"[2] .

A série é baseada no cenário de Role Playing Game Tormenta e conta a saga de Sandro Galtran, um aspirante a ladrão, no mundo de Arton, uma terra de fantasia medieval com elfos, anões, deuses e artefatos mágicos.

Há alguns anos o autor anunciou o início da produção de uma série animada da HQ, mais tarde anunciou que por problemas com a lei Rouanet seria produzido inicialmente apenas um longa animado, que poderia ou não ser seguido pela série animada. Mas ambas as produções parecem não ter saido do papel.

Em 2007, Holy Avenger conseguiu o sexto lugar na primeira edição do Prêmio Internacional de Mangá, realizado no Japão[3] .

Publicação[editar | editar código-fonte]

Holy Avenger surgiu em 1998 como uma aventura para RPG nas edições #44 e #46 da revista Dragão Brasil, da Editora Trama e logo depois gerou uma revista em quadrinhos no estilo mangá, escrita por Marcelo Cassaro e desenhada por Érica Awano[4] .

A aventura era ambientada no mundo de Arton, mesmo mundo onde se passa o cenário de Tormenta (surgido na edição 50 da mesma revista)[1] .

O nome Holy Avenger veio de uma espada homônima do RPG Dungeons and Dragons[4]

A revista foi publicada em formato americano[5] e teve 42 edições[6] , 6 edições especiais[7] (série escrita por Petra Leão e Fran Elles Paz,cujos eventos se passam antes dos escritos em "Holy Avenger")[8] um artbook[7] e uma série de tiras "The Little Avengers" desenhadas no estilo Super deformed (SD) publicadas no site Rede RPG e na revista Tormenta[9] .

Após o fim da série, as histórias contidas em "Holy Avenger" e "Holy Avenger Especial", foram publicadas em 6 edições encadernadas, logo depois surge a uma republicação na revista Holy Avenger VR publicada entre 2003[7] e 2005, a série é encerrada pois Marcelo Cassaro sai da Talismã e assina contrato com a Mythos Editora (onde publicou a série spin-off Dungeon Crawler com arte de Daniel HDR[1] ) e com a Manticora (onde cria com o restante do Trio Tormenta) uma nova revista de RPG, a Dragon Slayer, Cassaro anunciou que publicaria Holy Avenger na Mythos com o título provisório de Holy Avenger - Director´s Cut (logo depois chamada de Holy Avenger Reloaded)[10] .

a revista Holy Avenger Reloaded possuía periodicidade quinzenal, 48 páginas, além de publicar história da revista Holy Avenger, trazia as tiras "The Little Avengers"[11] , a revista só teve 10 edições[12] .

Em 2004, foi lançado um suplemento baseado em Holy Avenger para o sistema d20 e em 2005 outro para o sistema 3D&T (também criado por Marcelo Cassaro)[13] .

Em 2012, a Jambô Editora (editora de RPG, que também publica 3D&T e Tormenta) anunciou via Twitter,que publicaria edições encadernadas de Holy Avenger[14] , a editora entrou no mercado de quadrinhos em 2011, publicando dois outros encadernados de quadrinhos ambientados em Tormenta, DBride Noiva Do Dragão de Marcelo Cassaro e Érica Awano, publicada anteriormente de forma seriada na revista Dragon Slayer[15] e Ledd de J.M. Trevisan e Lobo Borges, publicada originalmente como webcomics[16] .

Enredo[editar | editar código-fonte]

A história tem início quando Lisandra, uma jovem garota criada na floresta sai a procura de pedir ajuda ao grande ladrão Galtran para conquistar um dos Rubis da Virtude para poder ressuscitar o desaparecido herói Paladino que morrera tempos atrás. Em meio a uma confusão na cidade ela conhece Sandro, filho de Galtran que tenta seguir os passos do pai miseravelmente e a ajuda a conquistar o primeiro rubi. Após isso Sandro descobre da existência de outro Rubi da Virtude com a maga elfa Niele e achando o primeiro falso decide roubar dela, porém após em meio a uma confusão os dois acabam se tornando amigos e partem atrás de Lisandra. Enquanto Sandro passa por inúmeras desventuras com Niele ao encontrar cada vez mais rubis, Lisandra continua sua jornada atrás deles ao lado de seu guardião Tork, um lagarto troglodita e mal humorado.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Principais[editar | editar código-fonte]

  • Sandro Galtran -

Idade: 19 anos.

O ladrão aventureiro Leon Galtran ficou conhecido como o maior ladrão do reinado, graças a uma altíssima recompensa por sua cabeça. Na verdade, ele nem era um ladrão tão bom assim: o prêmio foi oferecido pelo maligno Sckhar, o Rei dos Dragões Vermelhos, apenas por vingança - depois que Leon destruiu parte de seu tesouro. Um bando de caça-recompensas encontrou e matou sua esposa Karin, mas Leon e seu filho escaparam.

Após a tragédia, Leon abandonou sua vida de crimes. Mas Sandro cresceu admirando as histórias de suas façanhas, e queria de qualquer jeito ser "um ladrão como o pai". É claro que Leon nunca concordou em ensinar um ofício tão ingrato ao filho. Como resultado, aos dezenove anos, Sandro decidiu sair pelo mundo se aventurando como um ladrão, mesmo sem ter a menor ideia de como um deles trabalha...

Sandro costuma ser bem-sucedido ao procurar trabalho como ladrão aventureiro. Afinal, a fama trazida pelo sobrenome sugere que ele seja habilidoso (em geral seus aliados só percebem a incompetência do jovem mais tarde...). Apesar da disposição exagerada para o crime, Sandro na verdade é bem intencionado - e também muito ingênuo: gosta de parecer esperto e manipulador, mas é facilmente enganado por qualquer um. Sandro é péssimo como ladrão, mas bom como lutador. Ele usa uma arma mágica que pertencia ao pai, o kailash, combinação mágica de boleadeira e pedra de funda retornável. Sandro estava de passagem por Valkaria após um incidente no Palácio Imperial quando testemunhou a prisão de Lisandra. Apaixonado à primeira vista (mas ainda sem ter a menor ideia disso!), decidiu que ela teria a ajuda do "grande Galtran"...

  • Lisandra -

Idade: 19 anos.

Meio dríade (filha de um humano com uma dríade), sacerdotisa da deusa da natureza Allihanna, Lisandra foi criada por lobos na ilha pré-histórica de Galrasia, ao sul de Arton. Não tem nenhuma pista sobre seus pais verdadeiros, exceto pelo bracelete de ouro que traz no pulso esquerdo, gravado com seu nome. Primeira dos quatro heróis a aparecer na trama, Lisandra inicialmente é uma menina ingênua e de hábitos selvagens, porém bastante doce. Mas à medida que a trama avança, um lado sombrio de Lisandra começa a despertar, e ela se torna violenta e fria. Essa mudança tem relações com seus constantes pesadelos onde vê o Paladino de Arton sendo morto, e também com a identidade do seu verdadeiro pai. Todas essas relações são apontadas nas edições finais, com uma bela reviravolta na história da heroína.

  • Niele -

Idade: 92 anos.

Elfa linda e de busto farto que anda vestida apenas com pequenas tiras de couro, Niele é conhecida como a maior maga de todo o reinado. Na verdade, Niele é apenas uma barda e sua reputação se deve ao fato de possuir um artefato mágico chamado "Olho de Sszzas", forjado com um dos seis olhos do deus da traição. Este artefato permite que o usuário use qualquer magia, mesmo as não conhecidas e as que o usuário não pode utilizar naturalmente. Ela encontra Sandro quando ele faz uma tentativa "furtiva" de roubar seu rubi da virtude, mas decide ajudá-lo pois vê que ele é apaixonado por Lisandra. Niele é alegre, divertida e gosta de aprontar. Mas toda essa vitalidade esconde um segredo sombrio: no passado, Niele e sua prima, a princesa Tanya, saíram dos domínios do reino élfico de Lenórienn. Nesta ocasião, as duas foram atacadas pelo bugbear Thwor Ironfist e Tanya foi sequestrada, o que deu início ao fim da sociedade dos elfos, que se dispersaram após perderem seu reino. Niele pediu ajuda para o Paladino de Arton nessa época, mas ele se recusou por ela usar um cajado maldito. Seu nome completo é Nielendorane; sua frase de efeito: "Sou bonita, gostosa, e adoro ser lembrada disso!". Durante a história, Niele é morta por um vilão da série, o Camaleão, mas misteriosamente volta à vida depois. Esse mistério é revelado no final da série.

  • Tork -

Idade: 10 anos.

Troglodita mercenário baixinho que criou Lisandra na ilha de Galrasia quando ela ainda era pequena (embora ele seja tecnicamente mais novo). Embora seja contra ajudar o Paladino, Tork ajuda a sua "filhota" na busca dos Rubis da Virtude, temendo que ela possa se colocar em perigo. É discriminado pelos trogloditas por causa do seu tamanho abaixo do normal, o que segundo a crença do seu povo é sinal de maldição. Tork usa uma foice, feita com a garra do elfo-do-mar maligno Deenar, e consegue emitir gases malcheirosos de seus poros, que causam fortes náuseas em seus adversários. Adora uma cerveja e "tripas" de monstros, e também arranjar encrencas. Durante a série, Tork faz amizade com Petra, a filha do necromante Vladislav Tpish que é muito forte, que é considerada péssima cozinheira (ela não tem o sentido do olfato para provar suas comidas), mas por algum motivo Tork realmente gosta da comida que ela faz.

Secundários[editar | editar código-fonte]

  • Paladino de Arton -

Idade: Desconhecida.

Ele era o Paladino de Jallar, uma deusa menor, mas ela achou que ele a tinha traído e o matou. Alguns anos depois ele foi encontrado por um grupo de aventureiros e ressuscitado. Agora ele é o maior paladino de Arton, e é dado como desaparecido. Nas primeiras edições, descobre-se que ele está em Galrasia, e que só pode ser trazido de volta à vida com os Rubis da Virtude. O Paladino é considerado o maior herói de Arton, um exemplo para todos os heróis. Mas no desenrolar da série, descobre-se que ele não é tão bondoso como parece. O motivo para seu desaparecimento e seu atual estado corrompido é explicado nas últimas edições de Holy Avenger.

  • Capitão James "Jimmie" K - É um capitão pirata líder da tripulação do navio Bravado e um velho parceiro de Niele. Tem uma personalidade muito nervosa e explosiva muitas vezes se estressando com Niele além de saber de seu passado sombrio. É também irmão mais velho de Anne a quem ele também não suporta chegando uma vez a vendê-la como escrava.
  • Sr. Ruud - É um velhor senhor dono do bar Estalagem do Macaco Caolho Empalhado e chefe da Petra. É muito nervoso e sempre se estressa quando algo de ruim acontece principalmente em seu bar.
  • Petra Tpish - É uma jovem garota que trabalha como zeladora e cozinheira da Estalagem do Macaco Caolho Empalhado. Segundo ela mesma ela conseguia cozinhar bem até sofrer um acidente e ficar deficiente incapaz de cozinhar direito.
  • Odara - Uma garota xamã vinda de uma tribo de centauros próxima a Malpetrim. Ela ocupou o posto do pai após sua morte embora sendo muito jovem. É muito gentil e incapaz de resolver as coisas com agressividade. Ela também foi responsável por dar um dos Rubis da Virtude a Sandro.

Vilões[editar | editar código-fonte]

  • Mestre Arsenal - Um dos vilões mais poderosos do mundo de Arton. Ele é sumo-sacerdote do deus da guerra Keenn e um dos principais rivais do Paladino. É um inimigo muito cruel embora demonstre pense que uma morte digna só se dever ter diante de uma batalha.

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

CD Drama[editar | editar código-fonte]

Em Outubro de 2003 foi lançado um CD drama contendo as vozes de dubladores como Márcio Seixas como narrador, Marisa Leal como Lisandra, Guilherme Briggs, como Sandro entre outros[17]

Animação[editar | editar código-fonte]

Na mesma época do lançamento do CD drama, foi anunciado que Holy Avenger ganhar uma série animada[18]

Em Maio de 2004, a desenhista Érica Awano chegou a anunciar no evento Kodama realizado no Distrito Federal que algumas mudanças seriam necessárias, principalmente nas tradicionais tiras usadas pela elfa Niele[19]

Desde 2004, o projeto da série está em processo de captação de recursos[20] .

No Youtube é possível se encontrar a abertura rejeitada de 1 minuto, uma animação cearense feta pelo Núcelo de Animação do Ceará (NACE) de 1 minuto, uma animação teste feita pela Wedcartoon de 2 minutos(todas feitas em 2006),a transformação da Lisandra(2007).

Com as complicações com a lei Rounet deveria ser lançado inicialmente a longa metragem.o Dublador Guilherme Briggs até anunciou em um Nerdcast que um filme já estaria dublado, porém não animado por falta de recursos.

Referências

  1. a b c Érico Borgo (31 de Março de 2003). Omelete entrevista: Marcelo Cassaro fala sobre Dungeon Crawlers Omelete.
  2. Portal oficial do troféu HQMIX. Premiados HQ Mix. Visitado em 23 de julho de 2009.
  3. Érico Assis (26 de Setembro de 2007). Fã de mangá perde eleição no Japão - autor brasileiro de HQ comenta Omelete.
  4. a b Sonia M. Bibe Luyten. Desvendando o Mangá Nacional Uma análise sociológica de Holy Avenger Universo HQ.
  5. Lançamentos de Setembro de 2001 Universo HQ.
  6. Leandro A. Pereira. Holy Avenger #42 (Editora Talismã) Univeros HQ.
  7. a b c Sidney Gusman, sobre o press release (19/09/2003). Exclusivo: Holy Avenger, Victory e outras novidades da Talismã Universo HQ.
  8. press release (12 de Outubro de 2001). Novos lançamentos da TRAMA Omelete.
  9. Talude sobre o press release (12/04/2004). Tormenta 17 Rede RPG.
  10. Sidney Gusman (09/03/2005). Holy Avenger sai da Talismã e vai para a Mythos Universo HQ.
  11. Marcelo Naranjo, sobre o Press Release (04/05/05). Mythos Editora lança Holy Avenger Reloaded Universo HQ.
  12. Ricardo Cruz (18/03/08). Paixão por mangás inspira artistas brasileiros Portal G1.
  13. Talude (03/02/2005). Resenha: Holy Avenger 3D&T Rede RPG.
  14. Marcelo Naranjo (01/02/2012). Holy Avenger ganhará novas edições encadernadas Universo HQ.
  15. Hector Lima (01 de Fevereiro de 2011). DBride Noiva Do Dragão em edição especial Omelete.
  16. Samir Naliato (11/11/2011). Editora Jambô lança Ledd Volume 1 Universo HQ.
  17. Marcelo Naranjo, sobre o Press Release (29/10/2003). Novidades de Holy Avenger no Dragão Fest Universo HQ.
  18. Marcelo Naranjo, sobre o Press Release (15/10/2003). Versão animada para Holy Avenger Univeros HQ.
  19. Rafael Baldo (21/05/2004). Kodama mobilizou fãs e imprensa do Distrito Federal Universo HQ.
  20. Raphael Di Cunto (29 de setembro de 2004). Entrevista com Marcelo Cassaro Sobrecarga.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.