Aventura (gênero de histórias em quadrinhos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aventura (Adventure Strip, literalmente tira de aventura) é um gênero de histórias em quadrinhos caracterizado pela existência de heróis e vilões, o gênero teria surgido com a publicação de tiras na década de 1920.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Erb black and white booklet.jpgAirlordsofhan.png
Tarzan e Buck Rogers, dois personagens oriundos dos pulps


Em 1923, os japoneses Oda Nobutsune (roteiro) e Katsuichi Kabashima (desenhos) iniciam a tira "As aventuras de Sho-chan" (正チヤンの冒険, Shōchan no bōken??) para o jornal Asahi Graph.[1]

Em Outubro de 1928, a revista semanal inglesa Tit-Bits publica pela primeira vez as tiras de Tarzan por Hal Foster, criado em 1912 por Edgar Rice Burroughs para as revistas pulps, o herói já vinha sendo adaptado para os cinemas, as tiras do personagem só viriam a ser publicadas nos Estados Unidos em 7 de janeiro de 1929, curiosamente, no mesmo dia estreava a tira diária Buck Rogers por Dick Calkins, também baseado em uma história oriunda dos pulps,[2] o romance de ficção científica Armageddon 2419 A.D. de Philip Francis Nowlan, publicado a partir de 1928 na revista Amazing Stories. Em 10 de janeiro de 1929, Hergé lança As Aventuras de Tintim no suplemento juvenil Le Petit Vingtième, do jornal belga Le Vingtième Siècle.[3] Naquele mesmo ano, a série Tubinho (Wash Tubbs), criado em 1924 por Roy Crane, começou a ir em direção ao novo gênero, com a inclusão de Capitão César (Captain Easy) entre os protagonistas,[4] quatro anos depois, ele ganha a própria prancha dominical "Captain Easy, Soldier of Fortune".[5] Em 1931 surge o detetive Dick Tracy de Chester Gould, em 1933, surge um novo herói de ficção científica Brick Bradford, de William Ritt (roteiro) e Clarence Gray (desenho)[6] e o primeiro herói de aventura criado exclusivamente para uma revista em quadrinhos, Dan Dunn, nitidamente inspirado em Dick Tracy, Dunn foi criado por Norman Marsh e publicado pela primeira vez na revista "Detective Dan, Secret Operative No. 48", que teve apenas uma edição,[7] o personagem acabou migrando para as tiras de jornal,[8] no ano seguinte surgem o Mandrake, o Mágico de Lee Falk (roteiro) e Phil Davis (desenho), Terry e os Piratas de Milton Caniff, Alex Raymond cria as séries Flash Gordon, Jim das Selvas e Agente Secreto X-9 (roteirizada pelo escritor de romances policias, Dashiell Hammett), criadas para concorrer com Buck Rogers (ficção científica), Tarzan (aventuras nas selvas) e Dick Tracy (histórias policias).[9] em 1935, Jesús Blasco lança na Espanha, Cuto.[10] Em 1936, Lee Falk cria uma série de aventuras nas selvas, O Fantasma, ilustrada por Ray Moore, em 1937, Hal Foster lança sua própria série dominical, Príncipe Valente, ambientada nos tempos do lendário Rei Arthur,[11] tal como Tarzan, os quadrinhos de Sheena de Will Eisner estrearam primeiro na revista britânica Wags #46 (1937) e no ano seguinte, passa a ser publicada nos Estados Unidos pela editora Fiction House.[12] Em 1938, é lançada a revista belga Jornal Spirou, publicando series americanas como Brick Bradford e Red Ryder e uma serie própria Spirou, criada por Rob-Vel, mais tarde renomeada como "Spirou e Fantásio", graças a adição do personagem criado por Jijé em 1943.[13]

Referências[editar | editar código-fonte]

Notas
  1. Shunsuke Tsurumi. A Cultural History of Postwar Japan: 1945-1980. [S.l.]: Routledge, 2010. 9781136917660
  2. Alberto Becattini, Edgar Rice Burroughs in the Funnies!, vol. 3, nº 129, TwoMorrows Publishing, novembro de 2014.
  3. Sérgio Codespoti (12 de janeiro de 2009). Tintim completa 80 anos de aventuras Universo HQ.
  4. Waldomiro Vergueiro (21 de Fevereiro de 2002). As histórias em quadrinhos e seus gêneros - Parte 6 Omelete.
  5. Waldomiro Vergueiro (29/03/2002). Roy Crane e Wash Tubbs Omelete.
  6. Alexandre Lobão. Tecnologia e Futurologia nas Histórias em Quadrinhos Conhecimento Prático Literatura - Editora Escala/UOL.
  7. Jones, Gerard. Homens do Amanhã - geeks, gângsteres e o nascimento dos gibis. [S.l.]: Conrad Editora, 2006. 110 p. ISBN 85-7616-160-5
  8. Robert C. Harvey. The Art of the Funnies: An Aesthetic History. [S.l.]: Univ. Press of Mississippi, 199. 127 p. 9780878056125
  9. Maria Beatriz Furtado Rahde. Imagem: estética moderna & pós-moderna - Volume 7 de Coleção Comunicação. [S.l.]: EDIPUCRS, 2000. 54 p. 9788574301426
  10. David A. Roach, Jon B. Cooke. The Warren Companion: The Definitive Compendium to the Great Comics of Warren Publishing. [S.l.]: TwoMorrows Publishing, 2001. 264 p. 9781893905085
  11. Eclipse Quadrinhos - Especial Kaboom #1"O Início das HQs", Editora Eclipse, 2005
  12. Randy Duncan, Matthew J. Smith. Icons of the American Comic Book: From Captain America to Wonder Woman, Volume 1. [S.l.]: ABC-CLIO, 2013. 667 p. 9780313399237
  13. The Comics Journal, Edição 114;Edições 123-125, Comics Journal, Incorporated, 1987. 31 p.
Bibliografia
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aventura