Ilha Pianosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pianosa
Tuscan archipelago.png
A ilha de Pianosa no arquipélago toscano.
42° 35' N 10º 05' E
Geografia física
País Itália
Localização Mar Lígure
Arquipélago Arquipélago Toscano
Área 10  km²
Prisão de Pianosa

Pianosa é uma pequena ilha do mar Mediterrâneo, no arquipélago Toscano, na costa da Toscânia, Itália.[1] [2] [3] O seu nome (Pianosa / pianura: plano ou planície) caracteriza a geografia da ilha, relativamente ao seu ponto de maior altitude: 22 metros. O antigo Império Romano designava esta ilha por Planasia. Em termos administrativos, Pianosa faz parte da comuna de Campo nell'Elba, que inclui também parte da ilha de Elba.[1] [2] [3]

A ilha de Pianosa não tem habitantes permanentes. É uma ilha conhecida por ter tido em funcionamento, entre 1858 e 1998, uma prisão de máxima segurança, em especial para detenção de criminosos ligados à Máfia.[1] [2] [3]

A ilha faz parte da história de Itália, por ter sido o local onde o imperador Augusto baniu o ex-herdeiro, e seu neto, Agripa Póstumo (filho de Marco Vipsânio Agripa), cerca de 6 d.C ou 7 d.C. Póstumo ficou na ilha até a sua execução, por volta da data da morte de Augusto (14).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências