Internet móvel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Ciência da computação.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde Fevereiro de 2008.

Página da Wikipédia sendo exibida em dispositivos que utilizam internet móvel.

Internet móvel pode ser definida como o uso de tecnologias de comunicação sem fio (wireless) para acesso a informações e aplicações Web a partir de dispositivos móveis, como celulares ou handhelds. A Internet móvel, pelas suas características, tem aspectos bem diferentes da Internet tradicional, tipicamente acessada por desktops. O acesso móvel apresenta peculiaridades que devem ser compreendidas e devidamente exploradas.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em 2001 entrou no mercado a tecnologia da internet móvel. A rede é acessada através de telefones celulares equipados com um software simples, chamado microbrowser, capaz de interpretar mais textos que imagens. Os microbrowsers foram criados, exclusivamente, para acessar WAP.

Acesso em Microcomputador e Celular[editar | editar código-fonte]

A diferença entre as tecnologias da Internet baseadas em microcomputadores e a dos celulares é bastante significativa.

Microcomputador[editar | editar código-fonte]

Um desktop comum possui uma quantidade de memória suficiente para a imensa maioria das aplicações Web, um processador igualmente satisfatório, um monitor de alta resolução, interface de acesso gráfico via mouse e teclado ergonômico e multifuncional. Além disso, a maioria dos computadores de mesa e notebooks com acesso à Internet possuem uma velocidade que permite exibir sites diversos com rapidez, mesmo os que possuem muitas imagens.

Celular[editar | editar código-fonte]

Um celular, ao contrário, é bastante restrito em termos de potência de computação e interfaces: processadores de pouca capacidade, memória bem pequena, uma tela e teclado diminutos, permite o uso de mouses. E a capacidade de banda é limitada (embora evoluindo rapidamente), com pouca estabilidade de conexão e disponibilidade pouco previsível.

Novas Tecnologias[editar | editar código-fonte]

A novas tecnologias, chamadas de 3G (terceira geração) e 4G (quarta geração), despontam como soluções, principalmente para as limitações relacionadas à largura de banda disponível. A tecnologia 3G já está disponível, sendo usada amplamente em muitos países desenvolvidos, ao passo que a tecnologia 4G ainda encontra-se em fase de testes.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telecomunicações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.