Smartphone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


NoFonti.svg
Este artigo cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Samsung Galaxy S4, um exemplo de Smartphone

Um smartphone é um telemóvel com funcionalidades avançadas que podem ser estendidas por meio de programas executados por seu sistema operacional (OS), vulgarmente chamados de apps (diminutivo de a Applications). Os sistemas operacionais dos smartphones permitem que desenvolvedores criem milhares de programas adicionais, com diversas utilidades, agregados em lojas online como o Google Play, Windows Store e a App Store. Geralmente, um smartphone pode possuir características mínimas de hardware e software, sendo as principais a capacidade de conexão com redes de dados para acesso à internet, a capacidade de sincronização dos dados do organizador com um computador pessoal, e uma agenda de contatos que pode utilizar toda a memória disponível do celular, que pode ser interna (de origem), ou externa (expansível, dependendo da capacidade do cartão de memória usado), o formato comum de cartão de memória em um smartphone é o micro SD.

Mas também pode possuir características de hardware elevadas, permitindo processamento de gráficos em 3D para jogos, possibilidade de filmar em 4K (Sony Xperia Z3 e Samsung Galaxy S5), ecrãs 2k ou QuadHD (Samsung Galaxy Note 4 e LG G3), sensores biométricos usados para desbloqueio a partir de impressão digital (Iphone 6 e Samsung Galaxy S5) e ate sensor de batimentos cardíacos (Samsung Galaxy S5).

Micro SD

No segundo trimestre de 2013, os smartphones superaram em vendas pela primeira vez na história os celulares tradicionais, também conhecidos como dumbphones. Os smartphones responderam por 51,8% das vendas de telefones móveis, com 225 milhões de unidades, segundo a consultoria Gartner. Em Portugal mais de 4 milhões de pessoas já possuem smartphones.

História[editar | editar código-fonte]

Nokia Communicator 9000, 9110, 9210, 9500 de 1996.

O primeiro conceito de combinação de telefonia com computação foi criado por Theodore G. Paraskevakos, que trabalhava na Booeing, em 1971 e patentiado em 1974.[1] Os primeiros PDAs começaram a aparecer a partir de 1984 com o Psion Organiser, eles não eram integrados a telefones, eram apenas aparelhos multimídia.

O primeiro produto a combinar as duas funcionalidades foi o IBM Simon lançado em 1993, o aparelho continha tela de toque e conseguia acessar emails. Em 1996 a Nokia lançou o Nokia 9000, naquela época era comum se referir aos aparelhos pelo termo PDA phone, o termo smartphone só foi usado pela primeira vez em 1997 pela Ericsson.[2] .

A popularização veio no final da década de 1990 com os PDAs, que utilizavam principalmente os sistemas Palm OS, Windows CE/Pocket PC e BlackBerry OS, sendo as duas primeiras, com foco em PDAs e a última com foco nos smartphones. A BlackBerry lançou seu primeiro smartphone em 2002 (o 5810), e durante vários anos, dominou o mercado junto com a Nokia até o lançamento do smartphone da Apple.

Em 2007, a Apple lançou o seu primeiro smartphone, o iPhone que foi o primeiro a ter função multitouch. Em 2008 a Google lançou o Android, sistema operacional gratuito que é atualmente o mais usado nos smartphones, o primeiro aparelho a vir com o sistema operacional foi o HTC Dream.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Smart"é um termo da língua inglesa que significa esperto , enquanto «phone» significa telefone/telemóvel ou seja telemóvel esperto e o equivalente a smartphone.

Integração nos celulares[editar | editar código-fonte]

Xperia Play, lançado em 2011, smartphone focado para jogos digitais.

Um aparelho de última geração pode ter de 128 GB de armazenamento, a exemplo da linha da Sony Xperia Z, além de GPS nativo, câmera digital, editores de texto, planilhas eletrônicas e centenas de aplicativos. A integração das funções no dispositivo também é de grande importância. Alguns aplicativos podem utilizar o GPS, o tocador (player) de música e a conexão de dados simultaneamente – caso do Nokia Sports Tracker.[3] Com esses recursos, durante um treinamento de corrida ou caminhada, o usuário pode acompanhar sua velocidade, a distância percorrida e o tempo de duração, além de ouvir música. Também é possível exportar os dados para o Google Earth, ver o trajeto no mapa e verificar quais músicas foram ouvidas no percurso.

Aplicativos[editar | editar código-fonte]

A introdução da App Store da Apple em 2008 popularizou o uso de aplicativos em smartphones, esses aplicativos são comercializados na loja online e, em sua maioria, por empresas terceirizadas, também em 2008 foi lançada pela Google a Android Market (atual Play Store).

Telas[editar | editar código-fonte]

A telas dos smartphones ~são uma de suas principais características, já que elas costumam preencher toda a superfície do aparelho, costumam ser medidas diagonalmente em polegadas.

Os tamanhos são variados e costuma começar a partir de 2.45 polegadas, smartphones acima de 5 polegadas costumam ser chamados de phablets, telas acima de 4 polegadas costumam necessitar deslizar a mão ou até mesmo usar as duas mãos para serem operados. Os tipos incluem LCD, LED, OLED, AMOLED, IPS entre outras.

Sistemas operacionais[editar | editar código-fonte]

iPhone, lançado em 2007.

Os principais sistemas operacionais existentes são: Mozilla - Firefox OS, RIM - Blackberry OS, Microsoft - Windows Phone, Apple - iOS, Nokia - Symbian e Google - Android. Outros SO's a serem lançados são o Ubuntu Phone, Tizen e o Sailfish OS.

Distribuição dos sistemas operacionais[editar | editar código-fonte]

1. Android - Google

2. iOS - Apple

3. Windows Phone - Microsoft e Nokia (a partir da série Lumia)

4. BlackBerry - RIM

5. Symbian OS - Nokia

6. Ubuntu - Canonical

7. Tizen - Samsung (ex-BADA baseado no android)

8. Firefox OS - Mozilla

9. Sailfish OS - Jolla Mobile

Principais fabricantes[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. U.S. Patent #3,812,296/5-21-1974 (Apparatus for Generating and Transmitting Digital Information), U.S. Patent #3,727,003/4-10-1973 (Decoding and Display Apparatus for Groups of Pulse Trains), U.S. Patent #3,842,208/10-15-1974 (Sensor Monitoring Device)
  2. http://www.businessweek.com/articles/2012-06-29/before-iphone-and-android-came-simon-the-first-smartphone
  3. http://sportstracker.nokia.com/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Smartphone
Wikipedia no seu WAP-celular,
Ícone de esboço Este artigo sobre telecomunicações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.