It's All Too Much

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"It's All Too Much"
Canção de The Beatles
do álbum Yellow Submarine
Lançamento 13 de Janeiro (EUA) e 17 de Janeiro (RU) de 1969
Gravação 25, 26 de Maio - 2 de Junho de 1967, Estúdios De Lane Lea
Gênero(s) Acid rock, Rock Psicodélico, Rock Progressivo
Duração 6:20
Gravadora(s) Apple Records
Composição George Harrison
Produção George Martin


It's All Too Much (algo como 'É Tudo Demais') é uma canção dos Beatles que aparece no álbum Yellow Submarine de 1969. Foi escrita e cantada por George Harrison para sua então esposa na época, Pattie Boyd. Foi originalmente gravada em 1967, logo depois do lançamento de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band e estava escalada para aparecer no próximo álbum, Magical Mystery Tour, mas foi adiada.

A música foi gravada nos Estúdios De Lane Lea, sendo uma das poucas músicas dos Beatles que não foram gravadas nos Estúdios Abbey Road. É uma das duas únicas músicas deles que contém retorno de guitarra, o popular feedback (a outra sendo I Feel Fine). A canção tinha o título provisório de "Too Much".

Uma mixagem monofônica, com mais de 8 minutos de duração, contendo letra extra e um final mais longo, nunca foi lançada em lançamentos oficias, mas pode ser encontrada em bootlegs.

A versão mais conhecida da música foi editada para 6 minutos e aparece no álbum de trilha sonora do filme Yellow Submarine. Porém, a versão que aparece originalmente no filme é um pouco diferente e inclui uma parte da letra que foi cortada da versão do álbum: Nice to have the time to take this opportunity/Time for me to look at you and you to look at me. No entanto, essa parte está inclusa na versão de 8 minutos do bootleg.

A canção contém algumas linhas tiradas de outros trabalhos; a linha With your long blonde hair and your eyes of blue, cantada no final, foi tirada de "Sorrow", dos The Merseys, e a linha de trompete lembra em muitos pontos a "Prince of Denmark's March" de Jeremiah Clarke.

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Lewisohn, Mark. The Complete Beatles Recording Sessions, Hamlyn, 1988. ISBN 0-681-03189-1.