Jeceaba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Jeceaba
Bandeira de Jeceaba
Brasão de Jeceaba
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 12 de dezembro de 1953
Gentílico jeceabense
Prefeito(a) Fábio Vasconcelos (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Jeceaba
Localização de Jeceaba em Minas Gerais
Jeceaba está localizado em: Brasil
Jeceaba
Localização de Jeceaba no Brasil
20° 32' 06" S 43° 58' 58" O20° 32' 06" S 43° 58' 58" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008 [1]
Microrregião Itaguara IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Belo Vale, Congonhas, São Brás do Suaçuí, Piedade dos Gerais, Entre Rios de Minas, Desterro de Entre Rios
Distância até a capital 120 km km
Características geográficas
Área 235,603 km² [2]
População 5 396 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 22,9 hab./km²
Altitude 850 metros (centro) m
Clima Clima temperado húmido Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,732 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 29 431,552 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 867,13 IBGE/2008[5]
Página oficial

Jeceaba é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

O nome primitivo da localidade foi Camapuã. Termo indígena que significa "o monte redondo". Sua origem remonta aos anos 1910, quando ali chegaram os primeiros portugueses, espanhóis e italianos para a construção do Ramal Paraopeba da Estrada de Ferro Central do Brasil (EFCB).

Após a inauguração do ramal de Paraopeba, da Estrada de Ferro Central do Brasil, que ligou o povoado a Conselheiro Lafaiete e, posteriormente, a Belo Horizonte, iniciou-se um período de maior desenvolvimento, chegando mesmo a contar com as maiores casas comerciais do município de Entre Rios de Minas, ao qual pertencia.

Entre os habitantes mais antigos da comuna figuram muitos ferroviários, alguns de origem portuguesa, espanhola e italiana, que permaneceram na localidade, após o término do ramal ferroviário citado. Pode-se pois, atribuir-se aos trabalhadores da construção da ferrovia o desenvolvimento do lugar. Acresce, ainda a circunstância de ser a então Camapuã a única estação de estrada de ferro em vasta região agropecuária, possibilitando a presença de estabelecimentos comerciais de vulto, principalmente atacadistas.

O Decreto-Lei Estadual nº 148 de 17 de dezembro de 1938, elevou os povoados de Camapuã e Lagoinha (hoje Jeceaba e Bituri) à categoria de Distritos pertencentes ao Município de João Ribeiro (atual Entre Rios de Minas ).O Decreto Estadual nº 058 de 31 de dezembro de 1943, determinou a mudança do nome do Distrito de Camapuã, para Jeceaba. Yi-ecê-aba- nome também indígena que significa a confluência de rios ou a junção de rios: a reunião das águas. Resolução nº 21 do Município de João Ribeiro - MG de 31 de agosto de 1953, aprova a emancipação do Distrito de Jeceaba, a fim de que o mesmo possa ser elavado à categoria de Município na próxima revisão administrativa do Estado e a anexação do Distrito de Bituri a este Município. E a 12 de dezembro de 1953, sendo Governador do Estado o Juscelino Kubitschek, a lei Estadual nº 1039 criou o Município de Jeceaba, que se desmembrou de Entre Rios de Minas (ex. João Ribeiro). Esta mesma lei atribui ao Município de Jeceaba o Distrito de Bituri (ex. Lagoinha).

A lei Estadual nº 2764 de 30 de dezembro de 1962 que fixa a Divisão Administrativa do Estado de Minas Gerais, cria o distrito de Caetano Lopes, delineado pela lei Municipal nº 160 de 6 de julho de 1964.

A cidade possui um dos maiores Distritos Industriais do estado e recebe muitos investimentos devido a sua importante participação na siderurgia, pois abriga usina siderúrgica e fábrica de tubos de aço sem costura, com destaque para as instalações industriais da Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua população estimada em 2010 é de 5.396 habitantes. (Fonte IBGE)

Jeceaba é banhada pelos rios Camapuã e Paraopeba, sendo este último um dos mais importantes afluentes do Rio São Francisco.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.