Jornada del Muerto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O caminho da Jornada del Muerto.

O deserto Jornada del Muerto (em português "Jornada do Morto") é um deserto do Novo México, cujo nome foi atribuído pelos exploradores espanhóis ("conquistadores") a uma região particularmente seca com cerca de 160 km ao longo da rota que liga a Nova Espanha central (hoje o México) aos extremos da colónia no norte de Santa Fe de Nuevo México. Esta rota tornou-se o El Camino Real de Tierra Adentro. O deserto Jornada del Muerto liga as Montanhas Oscura e as San Andres a leste, com as Montanhas Caballo e a Cordilheira Fra Cristóbal a oeste.

Em 16 de Julho de 1945, o Jornada del Muerto foi o local do primeiro teste atómico, a designada experiência Trinity, a norte do Alamogordo Bombing Range, hoje White Sands Missile Range, entre Carrizozo e Socorro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

A banda norte-americana Linkin Park utilizou o nome do deserto como uma das faixas instrumentais do seu álbum A Thousand Suns, de 2010.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações históricas[editar | editar código-fonte]