Joseph Layraud

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato da família real portuguesa, por Joseph Layraud.
Retrato da Rainha D. Maria Pia, por Joseph Layraud.

Joseph-Fortuné-Séraphin Layraud (1834-1912) foi um pintor francês.

Começou a aprender pintura em Marselha, no ano de 1853, sendo seu mestre Henri Loubon. Daí prosseguiu, em 1856, para a Escola de Belas Artes de Paris, onde foi estudante e discípulo de Leon Cogniet e Tony Robert-Fleury.

Terminada a sua aprendizagem seguiu para Roma, tendo permanecido naquela cidade entre 1864 e 1870, na Villa Medici. Ali distinguiu-se como pintor de história e de retratos. Obteve em 1863 o Prémio de Roma (Grand Prix de Rome),

Esteve em Portugal no século XIX, onde executou um interessante "Retrato da Família Real Portuguesa", em 1876, onde figuram, o rei D. Luís I, em traje de caçador, a rainha D. Maria Pia, e os seus dois filhos, hoje existente no Palácio Nacional da Ajuda. Da sua autoria, existem igualmente neste palácio de Lisboa, também executados no ano de 1876, dois retratos da rainha D. Maria Pia, um deles notável.

Segundo diz Émile Chavignerie no seu «Dicionário», Layraud veio a Lisboa retratar a Família Real e fez os retratos de D. Fernando, da Condessa de Edla, da rainha e dos príncipes[1] . No Museu de Valenciennes existe o seu retrato «Vista de Lisboa». No «Álbum Cifka» (Museu Nacional de Arte Antiga) há trabalhos seus: os desenhos «Retrato de D. Fernando» e «Uma preta» e a aguarela «Vista da Capela de Aljubarrota», os dois últimos datados de 1876 e 1877 respectivamente.

Em 1892 tornou-se professor na Academia de Belas Artes de Valenciennes, cidade onde viria a viver até sua morte. Está sepultado no Cemitério de São Roque (Valenciennes).


Referências

  1. Émile Chavignerie - «Dictionarie Géneral des Artistes»
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Joseph Layraud
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.