Keane

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Keane
Keane em 2009. Da dir. para a esq.: Tim Rice-Oxley, Jesse Quin, Tom Chaplin e Richard Hughes.
Informação geral
Origem Battle, East Sussex
País  Inglaterra
Gênero(s) Rock alternativo, , post-Britpop, pop rock
Período em atividade 1997-2013 (em hiato)
Gravadora(s) Universal, Island, Interscope, Fierce Panda, Zoomorphic
Afiliação(ões) Mt. Desolation, Jesse Quin & The Mets, K'naan
Página oficial www.keanemusic.com
Integrantes Tim Rice-Oxley
Richard Hughes
Tom Chaplin
Jesse Quin
Ex-integrantes Dominic Scott

Keane é uma banda inglesa de rock alternativo da cidade de Battle, East Sussex. É formada por Tim Rice-Oxley, compositor, piano, sintetizadores, vocal de apoio, Tom Chaplin, vocalista, guitarra acústica e elétrica, Jesse Quin no baixo. percussão, guitarra e vocais, e Richard Hughes na bateria, percussão, backing vocals. Sua formação original incluía fundador e guitarrista Dominic Scott, que deixou a banda em 2001.

Eles citaram muitas influências, incluindo Queen, The Beatles,The Ramones, U2, Depeche Mode, A-Ha, Oasis, R.E.M., The Smiths, Radiohead, Pet Shop Boys e Paul Simon.

A banda é conhecida por usar um piano (ou um synth) como o instrumento principal, em vez de guitarras, diferenciando-os da maioria das outras bandas de rock.

Tim Rice-Oxley e Dominic Scott foram os principais compositores da banda em seus primeiros anos. Quando Scott a deixou em 2001, Rice-Oxley tornou-se o principal compositor. Chaplin e Hughes davam suas contribuições, respectivamente no vocal e bateria. Rice-Oxley creditava a eles, também, as composições, enquanto Keane participava num esquema similar ao do U2, quando então o dinheiro era repartido entre os membros da banda.

História[editar | editar código-fonte]

O grupo foi formado por volta de 1995 por Tim Rice-Oxley (baixo, guitarra e vocal), Dominic Scott (guitarra e vocal) e Richard Hughes (bateria). Em 1997, Tom Chaplin (vocal e guitarra) passa a integrar a banda. Nessa mesma época, adota-se também o teclado como um dos instrumentos básicos. No ano seguinte, decidem se mudar para Londres,tendo vivenciado uma temporada na França. Em fevereiro de 2000 lançam o primeiro single, "Call Me What You Like", e em junho de 2001, "Wolf at the Door", ambos pelo selo Zoomorphic. Scott decidiu deixar o grupo um mês depois deste single foi lançado no fim de continuar seus estudos na LSE. Antes disso, em novembro de 2000, Keane tinha sido convidado pelo produtor James Sanger para seu estúdio de gravação em Les Essarts, França, onde a banda gravou uma série de faixas de agosto a novembro de 2001, incluindo "Bedshaped" e "This Is the Last Time". Foi durante essas sessões que a idéia de usar um piano como instrumento principal começou a surgir. Sanger recebeu crédito por quatro canções que apareceram no Hopes and Fears, álbum de estreia de Keane, incluindo a canção "Sunshine", o único composto lá.

Os restantes membros da banda retornou à Inglaterra em Novembro de 2001 Pouco depois, eles assinaram com a BMG para lançar sua música, mas neste momento eles não tinham ainda um contrato de gravação. 2002 foi um ano difícil para Keane. Todas as performances ao vivo ou de gravação foram parados e sentimento que Scott tinha de não chegarem a lugar nenhum estava começando a cair sobre Tim Rice-Oxley e Tom Chaplin que pouco depois são convidados a gravar pelo selo Fierce Panda. O resultado desse encontro são os singles "Everybody's Changing" e "This Is The Last Time".

Depois do destaque que esses singles obtiveram, a banda assina com a gravadora Island Records em setembro de 2003 e, em 10 de maio de 2004, lança seu álbum de estréia, Hopes and Fears, no Reino Unido, apenas um dia antes de a banda começou sua primeira turnê mundial. Ele estreou no número um na UK Albums Chart e se tornou o álbum britânico segundo mais vendido do ano. Foi disco de platina 9x no Reino Unido levando a banda a ganhar notoriedade mundial. O álbum vendeu cerca de cinco milhões e meio de cópias no mundo todo. No Reino Unido, que ficou no top 75 do UK Albums Chart por 72 semanas, aparecendo novamente em sua semana de 115.

A banda ganhou dois prêmios no Brit Awards em fevereiro de 2005; Melhor álbum britânico por Hopes and Fears; Foi o mais votado pelos ouvintes da BBC Radio 1, ganhando o prêmio na frente de bandas como Muse ou Franz Ferdinand, fazendo com o ano de 2005 ficasse marcado como o ano de sua consagração, com as premiações Ivor Novello de Música do Ano para "Everybody's Changing" e de melhor compositor para Tim Rice-Oxley, e dois Brit Awards (Melhor Revelação Britânica e Melhor Álbum Britânico).

O segundo álbum, Under the Iron Sea, foi lançado no dia 12 de junho de 2006 no mundo todo, exceto Estados Unidos e Canadá, onde o lançamento aconteceu no dia 20 do mesmo mês.

A primeira vez que Jesse Quin tocou com Keane foi no final de 2007 em um show da banda durente o War Child at Brixton Academy.

Ele, então, passou a gravar com Keane em seu terceiro álbum, Perfect Symmetry, que foi lançado em 13 de outubro de 2008 Jesse tocou baixo, guitarra elétrica, backing vocals e percussão adicionais sobre as gravações e, posteriormente, percorreu o álbum com a banda.

Em janeiro de 2010, Keane gravou um álbum com o seu amigo e colega de banda Tim Rice-Oxley, e com alguns amigos com o nome de Mt. Desolation. Dentre os outros artistas no álbum estavam membros de Noah and the Whale, The Long Winters, Mumford & Sons, The Killers e Pete Roe. O álbum foi lançado em 18 de outubro de 2010 e foi produzido pelo produtor americano, Emery Dobyns.

Em 2008, lançam Perfect Symmetry, tanto em CD como em DVD. Este álbum tem um estilo diferente dos anteriores,adotando guitarras. Iniciam longa turnê e em 2009 vieram ao Brasil, para depois seguir para o Japão e demais lugares. Em agosto voltam ao Japão e parte da Ásia, como a Coreia do Sul.

Em maio de 2010 lançam o EP Night Train, que deve o seu nome ao meio de transporte favorito da banda durante as turnês e que acabou por ser considerado um álbum de estúdio pela quantidade de músicas: oito faixas no total. Na primeira semana de vendas, conseguiu atingir o primeiro lugar no top de vendas britânico (fato transmitido pela banda no site oficial, com grande satisfação e entusiasmo).

O EP segue a linha do álbum anterior. Night Train recebeu críticas negativas. A canção "Stop for a Minute" conta com a colaboração do rapper K'naan e "Ishin Denshin (You've Got To Help Yourself)" tem a participação da cantora japonesa Tigarah. Night Train foi gravado enquanto o grupo realizava a turnê de divulgação do álbum Perfect Symmetry de 2008.

Foi anunciado, no site oficial do Keane, em 3 de fevereiro de 2011 que Jesse Quin passou a ser um membro oficial da banda.

Em 2012, a banda retoma o estilo que tinha antes de Perfect Symmetry, com o álbum Strangeland apostando em melodias bem produzidas e letras mais maduras. Muitos o comparam com Hopes and Fears, pela harmonia do disco e distribuição dos instrumentos. Hopes and Fears é o primeiro e mais famoso álbum da banda britânica.

Strangeland foi lançado em 4 de Maio, se tornando Top 10 nas paradas de muitos países (incluindo o Brasil). O primeiro single, "Silenced by the Night" tornou-se um hit em vários países europeus.

O segundo single, "Disconnected", foi lançado em 20 de abril de 2012 na Alemanha, Suíça e Áustria.

Em 2013 fizeram várias shows pelo mundo. Para comemorar dez anos incríveis de sucesso, Keane lançou o álbum The Best of Keane no dia 11 de novembro de 2013. O álbum se tornou disco de ouro e The Best of Keane entrou nas paradas do Reino Unido na posição 10 e foi número 10 nas lojas do iTunes em 23 países.

"Este foi um ano maravilhoso para o Keane. Começando com a nossa, provavelmente, turnê mais agradável de todas nos Estados Unidos  - que envolveram alguns inesquecíveis dias de folga, como esquiar no Lago Tahoe e um tour privado na NASA em Houston – e terminando algumas músicas do The Best Of Keane e vendo a Lily [Allen] levar Somewhere Only We Know em primeiro lugar das paradas durante semanas. Durante o ano também rolou a maravilhosa turnê na América do Sul, alguns festivais lindos na Europa, e alguns bons momentos no estúdio. Nós ainda tivemos a chance de gravar com nosso guitarrista original e velho amigo Dominic, para finalmente tocar em Tunbridge Wells Forum, e levar tudo para casa tocando em um show pequenininho na velha cidade de Battle… apenas para citar alguns momentos mágicos." - Tim, Tom, Richard and Jesse.

O Keane já vendeu mais de 11 milhões de álbuns; ganhou dois Brit Awards, quatro Q Awards e um Ivor Novello, ganhando corações de uma base de fãs verdadeiramente global ao fazer mais de 700 shows em mais de 40 países no mundo todo. Em maio de 2008, Hopes and Fears e Under the Iron Sea foram votados pelos leitores da revista Q como os melhores álbuns britânicos de todos os tempos; Keane, The Beatles, Oasis e Radiohead foram os únicos artistas musicais a ter dois álbuns no top 20. No início deste ano, o álbum de estreia de 2004, Hopes and Fears, foi eleito o segundo álbum favorito de todos os tempos pelos ouvintes da Radio 2. Ao longo da sua carreira, o Keane adotou a tecnologia continuamente, tornando-se a primeira banda a lançar músicas em pen drives e a primeira a transmitir uma apresentação ao vivo em 3D. Eles também colaboraram com todos, de Irvine Welsh a Bret Easton Ellis a Lily Allen a William Boyd e mais recentemente J.A. Bayona e Sergio G Sanchez.

No início de 2014, lançaram o single "Won’t Be Broken", uma canção levada pelo piano emocionalmente honesto sobre lutar contra tempos difíceis com determinação e esperança.

O nome da banda[editar | editar código-fonte]

Tim Rice-Oxley contou em uma entrevista que o nome "Keane" veio quando eles estavam em um pub de Dublin, esperando para se apresentar, e precisavam de um nome. Eles então se lembram de uma senhora, amiga da mãe de Chaplin, chamada Cherry Keane, que cuidava dele e do Tom quando crianças. Cherry sempre os incentivou a seguir seus sonhos e a não desistir da carreira musical. Tim conta que ela era muito bondosa com eles, mesmo quando a música deles ainda era péssima. Quando ela morreu de câncer, ela deixou dinheiro para a família de Chaplin, que Tom usou algumas vezes durante os tempos em que era difícil sobreviver só de cantar. O grupo decidiu, assim, dar o nome dela à banda. Mais tarde, resolveram tirar o "Cherry" e ficar só com "Keane".

Membros[editar | editar código-fonte]

Membros atuais
  • Tim Rice-Oxley - piano, teclado, sintetizador, guitarra elétrica, guitarra baixo, backing vocals (1997–presente)
  • Tom Chaplin - vocais, órgão, piano, guitarra elétrica, guitarra acústica (1997–presente)
  • Richard Hughes - bateria, percussão, backing vocals (1997–presente)
  • Jesse Quin - guitarra baixo, guitarra rítmica, guitarra elétrica, sintetizador, percussão, backing vocals (2007–presente)
Ex-membros
  • Dominic Scott - backing vocals, guitarra elétrica (1997–2001)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio

Turnês[editar | editar código-fonte]

  • Hopes and Fears Tour (2004–2005)
  • Under the Iron Sea Tour (2006–2007)
  • Perfect Symmetry World Tour (2008–2009)
  • Night Train Tour (2010)
  • Strangeland Tour (2012–2013)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.