Interscope Records

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.
Interscope Records
Parentesco Universal Music Group
Fundação 1990
Fundador(es) Jimmy Iovine
Ted Field
Tom Whalley
Distribuidor(es) Interscope-Geffen-A&M (EUA)
Polydor Records (RU)
Gênero(s) Vários
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Localização Santa Mônica, Califórnia
Página oficial http://interscope.com

Interscope Records é uma gravadora norte-americana, pertencente a Universal Music Group, e opera como um dos três selos do grupo de selos de gravação Interscope-Geffen-A&M, da UMG.

História[editar | editar código-fonte]

No início[editar | editar código-fonte]

A Interscope foi fundada em 1990 por Jimmy Iovine e Ted Field com suporte fincanceiro da Atlantic Records (que foi dona de 50% das ações da empresa). Com sua criação, foi inicialmente distribuída por uma subsidiária da Atlantic Records, a East West Records America.

O primeiro lançamento sob o selo da Interscope foi do rapper latino Gerardo, que chegou ao top 5 de vendas, recebendo Disco de Ouro com "Rico Suave", na primavera de 1991. Muitos outros sucessos surgiram no ano em que o selo lançou o primeiro álbum de Marky Mark and the Funky Bunch, que recebeu Disco de Platina em 1992. Durante esse tempo, a Interscope também fechou contrato com Tupac Shakur, Primus, Limp Bizkit, No Doubt e Nine Inch Nails. Eles também lançaram o primeiro álbum de Bad4Good, Refugee, em 1992, que também foi um sucesso comercialmente.


Hoje[editar | editar código-fonte]

Como a Interscope inicialmente criou seu nome para ser um selo de gravação de hip-hop, na metade da década de 1990 seu campo de abrangência começou a expandir-se, e consequentemente a companhia eventualmente experimentou o sucesso de alguns artistas de outros gêneros, como por exemplo o grupo de Rock Industrial Nine Inch Nails (Nothing Records), Marilyn Manson, ou a banda de Heavy Metal Black Tide. Em 1998, após a aquisição pela UMG, a PolyGramGeffen Records e a A&M Records foram unidas à Interscope, criando a mais poderosa empresa da UMG, que é até hoje. Em 2005, a Interscope lançou um novo selo, a Cherrytree Records, para artistas emergentes, começando por The Lovemakers, de Oakland, Califórnia. Eles também estão trabalhando com Bone Thugs-n-Harmony, JoJo, Nicole Scherzinger, Girls' Generation, Lady Gaga, Madonna, Blink 182, The Pretty Reckless e agora com as maiores revelações de 2012 Lana Del Rey, Carly Rae Jepsen e Azealia Banks. Em 2013 lançou contrato com Kendrick Lamar, em 2014 assinou contrato com Selena Gomez, uma das maiores cantoras pop teen da história.

Afiliadas da Interscope[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre gravadoras estadunidenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Predefinição:UMG