Kim Campbell

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Muito Honorável Avril Phaedra Douglas "Kim" Campbell
A Muito Honorável Avril Phaedra Douglas "Kim" Campbell
Primeira-ministra do  Canadá
Período de governo 25 de Junho - 14 de Novembro de 1993
Antecessor(a) Brian Mulroney
Sucessor(a) Jean Chrétien
Vida
Nascimento 10 de Março de 1947 (67 anos)
Port Alberni, Colúmbia Britânica
Dados pessoais
Partido Partido Conservador do Canadá
Profissão Política

Avril Phaedra Douglas "Kim" Campbell (Port Alberni, 10 de março de 1947) foi a décima nona primeira-ministra do Canadá, e a primeira mulher a ter sido Chefe de Estado de um país da América do Norte, e a segunda mulher a sentar na mesa dos países do G7 (atual G8).

Campbell nasceu em Port Alberni, Colúmbia Britânica, e estudou e graduou-se na Universidade de Colúmbia Britânica. Tornou-se a primeira mulher a ser escolhida como Ministra do Ministério da Justiça, em 1990, e, posteriormente, Ministra do Ministério de Defesa Nacional, em 1993. Neste ano, foi escolhida como líder do Partido Conservador do Canadá, derrotando Jean Charest e sucedendo Brian Mulroney. Como líder do Partido Conservador, então o partido dominante no país, Campbell automaticamente tornou-se primeira-ministra do Canadá, tendo ocupado este posto, porém, por apenas 4 meses. Em novembro de 1993, o Partido Progressivo Conservador foi derrotado nas eleições nacionais, sendo que o partido perdeu todas suas 169 cadeiras no parlamento canadense, com exceção de duas. Após os resultados das eleições, Campbell rapidamente decidiu renunciar ao seu posto de líder do Partido Progressivo Conservador, tendo sido sucedida por Jean Charest.

Kim atualmente é a Secretária General do Clube de Madri, uma organização política de cunho internacional, atualmente presidida pelo ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Precedido por
Brian Mulroney
Primeira-ministra do Canadá
1993
Sucedido por
Jean Chrétien