Lagoa da Confusão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Município de Lagoa da Confusão
[[Ficheiro:</gallery>|280px|none|centro|]]
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 20 de fevereiro de 1991[1]
Gentílico lagoense[1]
Prefeito(a) Leôncio Lino de Sousa Neto[2] (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Lagoa da Confusão
Localização de Lagoa da Confusão no Tocantins
Lagoa da Confusão está localizado em: Brasil
Lagoa da Confusão
Localização de Lagoa da Confusão no Brasil
10° 47' 38" S 49° 37' 26" O10° 47' 38" S 49° 37' 26" O
Unidade federativa  Tocantins
Mesorregião Ocidental do Tocantins IBGE/2013[3]
Microrregião Rio Formoso IBGE/2013[3]
Municípios limítrofes Pium, Cristalândia, Santa Rita do Tocantins, Dueré, Formoso do Araguaia, São Félix do Araguaia (MT), Luciara (MT) e Santa Terezinha (MT)
Distância até a capital 206 km km
Características geográficas
Área 10 564,512 km² [4]
População 11 525 hab. (TO: 18º) –  estatísticas IBGE/2013[5]
Densidade 1,09 hab./km²
Altitude 200 m
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,627 médio PNUD/2010[6]
PIB R$ 303 010 mil IBGE/2010[7]
PIB per capita R$ 29 663,24 IBGE/2010[8]
Página oficial

Lagoa da Confusão é um município brasileiro do estado do Tocantins, na Região Norte do país. Sua população estimada em 2013 era de 11 525 habitantes.[5]

História[editar | editar código-fonte]

A história de Lagoa da Confusão se inicia em 1933, com a chegada das primeiras famílias.[1] A primeira visão que elas tiveram foi de uma imensa lagoa azul, protegida por serras e pântanos; a dificuldade que elas enfrentaram para chegar à lagoa gerou muita confusão. Por isso, o nome do povoado e, posteriormente, do município.[carece de fontes?] Os primeiros habitantes afixaram-se ao redor do lago e na década de 1950 são descobertas jazidas de calcário na área do atual município, consolidando o povoamento. A emancipação política ocorreu após plebiscito, realizado em 10 de fevereiro de 1991,[carece de fontes?] desmembrando-se de Cristalândia, sendo oficialmente criado pela lei estadual nº 251, de 20 de fevereiro de 1991, e instalado em 1º de janeiro de 1993.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 10º 47'37" sul e a uma longitude 49º 37'25" oeste. A topografia de 90% do município é plana, tratando-se de várzeas úmidas de alta produtividade, tudo auxiliado por um clima tropical durante o ano todo.

Economia[editar | editar código-fonte]

Mesmo sendo um município jovem, possuí uma das maiores rendas per capita do estado do Tocantins, tudo alicerçado na produção agropecuária.

O município é o maior produtor de arroz irrigado do estado do Tocantins, com área plantada de aproximadamente 50.000 ha no período das chuvas (novembro a março), e plantio de 40.000 no período de inverno.[carece de fontes?] Planta-se no inverno sementes de soja, feijão, milho, melancia, produtos estes distribuidos para todo o país.

No município da Lagoa da Confusão existe água abundante para irrigação, fornecida pelos rios Formoso, Urubu, Javaés e Douradinho.

O município possuí uma boa capacidade de armazenagem de grãos, possuindo vários armazéns gerais, entre eles JC Armazéns Gerais, AGB Armazéns Gerais, Cooperativa do Vale da Lagoa e Cooperlago, além dos estruturas de armazenagem localizadas nas propriedades particulares. Recentemente, com a construção pelo Governo do Estado do Tocantins, de uma ponte sobre o Rio Formoso, atendendo uma revindicação do Presidente do Sindicato Rural de Lagoa da Confusão,Marco Moura, abriu-se uma fronteira agrícola de aproximadamente 80.000 ha, de terras férteis e irrigáveis, o que poderá impulsionar a economia da região,principalmente porque na região em tela, conhecida como Ilha do Formoso, a topografia é extremamente plana e existe água em abundância (Rio Formoso e Javaés), o que propicia a irrigação de toda a área.

Na safra agrícola de 2.006/2.007, o município teve um expressivo aumento de área plantada, atingindo a sua maior produção, algo em torno de 3.000.000 de sacas de arroz, e também alcançou suas melhores médias de produtividade, atingindo um patamar de 90 sacas por hectare de arroz irrigado. O município da Lagoa da Confusão, é um dos poucos do Brasil, liberados para a produção de soja semente durante o período de inverno. A liberação foi feita pelo Governo Federal, e aconteceu pois na região pouco se desenvolve a Ferrugem Asiática, pelas condições climática da região. Na safra de inverno do ano de 2.009, o município teve toda a sua área irrigável cultivada, sendo plantadas sementes de soja, feijão para consumo e melancia. Estima-se que nesta safra de inverno (maio a outubro) deve ser colhido mais de 20.000 caminhões de melancia no município. Para a safra 2.009/2.010, esta rendo incrementada uma área de plantio de aproximadamente 3.000 ha, o que fará que o município que já é um dos maiores arrecadadores de ICMS do estado, aumente sua importância como polo regional de agricultura irrigada. Conforme o Censo de 2.010, o município da cidade de Lagoa da Confusão cresceu 65,61%, perdendo em crescimento demográfico somente para a capital do estado Palmas, que teve um incremento em sua população de 66,21%. Ainda, hoje não mais se produz 20.000 caminhões de melancia no município, mas algo em torno de 80.000 caminhões por safra. Há na comunidade uma mobilização visando a preservação ambiental da região, isto plenamente apoiado pelos produtores rurais e associações. Pode-se citar como destaque a atuação da APROSEL (Associação dos Produtores de Sementes e Mudas da Lagoa da Confusão e Várzeas do Tocantins), entidade que congrega em seu quadro de componentes todos os produtores ícones na utilização de tecnologia e consequente alta produtividade. No ano de 2.009/2.010 houve um enorme ingremento no estabelecimento de empresas produtoras de sementes de soja, vindas praticamente de todo o país, atraídas pela qualidade e sanidade do produto produzido na região, aliado ao baixo custo de produção.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Uma das maiores potencialidades de renda da região é o turismo, representado por uma linda lagoa que dá nome à cidade, além de grutas, fauna abundante e flora exuberante, fatores característicos da região amazônica.

Referências

  1. a b c d Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). Lagoa da Confusão - Histórico Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Visitado em 29 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2013.
  2. Eleições 2012 (7 de outubro de 2012). Candidatos a Prefeito Lagoa da Confusão/TO. Visitado em 29 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2013.
  3. a b Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais (19 de julho de 2013). Divisão Territorial do Brasil Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Visitado em 29 de outubro de 2013.
  4. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2011.
  5. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1º de julho de 2013). Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data em 1º de julho de 2013. Visitado em 9 de setembro de 2013. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2013.
  6. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Visitado em 9 de setembro de 2013. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2013.
  7. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2010). Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 » PIB a preços correntes » Comparação entre os Municípios: Tocantins. Visitado em 29 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2013.
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2010). Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 » PIB a preços correntes » Comparação entre os Municípios: Tocantins. Visitado em 29 de outubro de 2013. Cópia arquivada em 29 de outubro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.