Leaving Las Vegas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Leaving Las Vegas
Morrer em Las Vegas (PT)
Despedida em Las Vegas (BR)
 Estados Unidos
1995 • cor • 122 min 
Direção Mike Figgis
Roteiro John O'Brien
Mike Figgis
Elenco Nicolas Cage
Elisabeth Shue
Julian Sands
Richard Lewis
Valeria Golino
Género drama
romance
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)
Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Leaving Las Vegas (br:Despedida em Las Vegas/pt:Morrer em Las Vegas) é um filme estadunidense do gênero drama, lançado em 1995. Foi dirigido e escrito por Mike Figgis baseado em livro de John O'Brien.

Roteiro[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ben Sanderson (Nicolas Cage) é um dramaturgo de Hollywood que perdeu o emprego, a família e os amigos por causa do alcoolismo. Sozinho no mundo, ele vai para Las Vegas para beber até morrer. Ao dirigir bêbado pela Las Vegas Strip, ele quase atropela uma mulher na calçada, Sera (Elisabeth Shue), que briga com ele. Ben hospeda-se numa pousada barata.

Sera é na verdade uma prostituta que trabalha para Yuri Butso (Julian Sands), um imigrante letão que abusa dela. Capangas poloneses estão atrás de Yuri, e ele acaba seu relacionamento com Sera temendo pela segurança dela. Pouco depois, Yuri é assassinado pelos poloneses.

Em seu segundo dia em Las Vegas, Ben reencontra Sera na mesma rua em que quase a atropelou, apresenta-se a ela e oferece dinheiro para que ela vá a seu quarto por uma hora. Sera aceita, mas Ben não quer sexo; ao invés disso, eles iniciam um estranho relacionamento — Sera tem que prometer a Ben que nunca vai pedir para ele parar de beber, e a Ben não é permitido criticar a ocupação de Sera. De início, o relacionamento parece estável, mas com o tempo ambos vão se frustrando com o comportamento do outro. O alcoolismo de Ben piora e ele deixa de alimentar, e quando Sera finalmente implora para que ele vá a um médico, ele se enfurece e traz outra prostituta (Mariska Hargitay) para a casa de Sera, que o expulsa. Pouco tempo depois, Sera é maltratada e estuprada por três estudantes, e os ferimentos deixam óbvio sua ocupação.

Despejada de onde morava, Sera recebe uma ligação de Ben, que está prestes a morrer. Ela o visita, eles fazem sexo e depois adormecem. Quando Ben acorda, observa Sera, que está deitada em cima dele, e morre abraçado a ela. Sua última palavra é "uau". Na cena final, Sera diz que o aceitou do jeito que ele era, gostava de seu drama e de fato o amava.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • Ganhou o Oscar de Melhor ator (Nicolas Cage)
  • Ainda foi indicado em outras 3 categorias, de Melhor Diretor (Mike Figgs),Melhor atriz(Elisabeth Shue) e melhor Roteiro Adaptado.
  • Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator - Drama (Nicolas Cage)
  • além de ter sido indicado em outras 3 categorias: Melhor Filme - Drama, Melhor Diretor (Mike Figgs) e Melhor Atriz - Drama (Elisabeth Shue).
  • Recebeu 3 indicações ao BAFTA, nas seguintes categorias: Melhor Ator (Nicolas Cage), Melhor Atriz (Elisaeth Shue) e Melhor Roteiro.
  • Ganhou 4 prêmios no Independent Spirit Awards, nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor (Mike Figgs), Melhor Atriz (Elisabeth Shue) e Melhor Fotografia. Foi ainda indicado nas categorias de Melhor Ator (Nicolas Cage) e Melhor Roteiro.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • John O'Brien, autor da autobiografia a qual Despedida em Las Vegas foi baseado, se suicidou apenas 2 semanas após o filme ter entrado em produção. O diretor Mike Figgis chegou a cogitar a possibilidade de abandonar o projeto, mas resolveu levá-lo adiante e transformar um filme em uma homenagem ao autor.
  • Para pesquisar sobre seu personagem, o ator Nicolas Cage visitou vários alcóolatras hospitalizados devido a excesso de bebida. Já Elisabeth Shue entrevistou várias prostitutas e dançarinas em boates de striptease de Las Vegas.
  • A modelo Naomi Campbell chegou a gravar uma pequena participação especial em Despedida em Las Vegas, que acabou sendo retirada na edição final do filme.
  • Além de ter composto a trilha sonora de Despedida em Las Vegas, o diretor Mike Figgis ainda tocou trompete e teclado na gravação da trilha sonora.
  • A versão em laserdisc de Despedida em Las Vegas contém mais cenas explícitas de sexo, que ficaram de fora da versão do filme que foi levada aos cinemas. Tais cenas estiveram também presentes nas primeiras versões em VHS do filme, mas foram retiradas posteriormente.
  • O orçamento de Despedida em Las Vegas foi de US$ 4 milhões.

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

  1. "Intro Dialogue" (Nicolas Cage, Elisabeth Shue) – 0:32
  2. "Angel Eyes" (Sting) – 4:02
  3. "Are You Desirable?" (John Doe, Brian Smith) – 2:43
  4. "Ben & Bill" (Nicolas Cage) – 0:30
  5. "Leaving Las Vegas" (Mike Figgis) – 3:12
  6. "Sera's Dark Side" (Mike Figgis) – 1:26
  7. "Mara" (Mike Figgis) – 4:28
  8. "Burlesque" (Mike Figgis) – 2:40
  9. "On The Street" (Nicolas Cage, Elisabeth Shue) – 0:28
  10. "Bossa Vega" (Mike Figgis) – 3:14
  11. "Ben Pawns His Rolex/Sera Talks To Her Shrink" (Nicolas Cage, Elisabeth Shue) – 0:37
  12. "My One And Only Love" (Sting) – 3:36
  13. "Sera Invites Ben To Stay" (Nicolas Cage, Elisabeth Shue) – 0:31
  14. "Come Rain Or Come Shine" (Don Heley) – 3:41
  15. "Ben And Sera - Theme" (Nicolas Cage, Elisabeth Shue) – 2:18
  16. "Ridiculous" (Nicolas Cage) – 1:03
  17. "Biker Bar" (Mike Figgis) – 3:44
  18. "Ben's Hell" (Mike Figgis) – 1:37
  19. "It's A Lonesome Old Town" (Sting) – 2:37
  20. "Blues For Ben" (Mike Figgis) – 1:56
  21. "Get Out" (Mike Figgis) – 1:49
  22. "Reunited" (Mike Figgis) – 3:28
  23. "Sera Talks To The Cab Driver" (Elisabeth Shue, Lou Rawls) – 0:23
  24. "She Really Loved Him " (Mike Figgis) – 1:17
  25. "I Won't Be Going South For A While" (The Palladinos) – 4:27

Ligações externas[editar | editar código-fonte]