Música do Benim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Benim tocou um papel importante na cena africana da música, produzindo uma das maiores estrelas para sair do continente Angélique Kidjo. Pós-independência, o país foi o lar para uma cena vibrante e inovadora da música, onde música folclórica nativa combinada com highlife de Gana, cabaré da França, rock, funk e soul dos Estados Unidos, e rumba da Música da República Democrática do Congo.

Ignacio Blazio Osho foi talvez o mais influente músico deste período, paralelamente Pedro Gnonnas y sus Panchos, Les Volcans de la Capitale e Picoby Band d'Abomey. Pedro produziu a canção Feso Jaiye,[1] que se tornou um sucesso e foi executada por muitas bandas na 2nd All-Africa Games em 1973.

Em 1972, entretanto, veio o governo Kérékou ao poder e instituiu toque de recolher e outras medidas que inibiram a expressão musical.

Após Kérékou, o primeiro músico a transformar-se numa estrela foi Nel Oliver, que estreou na França em 1976. Seu estilo distinto teve elementos de toda a África e os Estados Unidos para criar o "Afro-akpala-funk". As últimas décadas do século 20 viu inúmeras outras evoluções, incluindo o aumento do reggae (trazido da Jamaica por Yaya Yaovi) e hip hop (mais popularizado por Ardiess Posse), assim como uma nova onda dos músicos, incluindo Cella Stella, Africando, Ambroise Coffi Akoha, Bluecky d'Almeida e Angélique Kidjo.

Kérékou incentivou a música folclórica indígena. Alguns músicos, como Tohon Stan, adaptou os estilos populares para as audiências mainstream no país e no exterior, incluindo o tchinkoumé, uma música fúnebre tocada usando a percussão de água que foi adaptada na música tchink-system.

O Gangbe brass band é um proeminente internacional conjunto beninense.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Acessível em Golden days highlife #13, 3 minutos em MP3, acessada 30 março 200

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bensignor, François and Eric Audra. "Afro-Funksters". 2000. In Broughton, Simon and Ellingham, Mark with McConnachie, James and Duane, Orla (Ed.), World Music, Vol. 1: Africa, Europe and the Middle East, pp 432–436. Rough Guides Ltd, Penguin Books. ISBN 1-85828-636-0
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.