Música de Angola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


A música de Angola é uma das mais importantes manifestações da cultura deste país. Luanda, capital e maior cidade de Angola, é o berço de diversos estilos como o merengue, kazukuta, kilapanda e semba. Na ilha ao largo da costa de Luanda, nasce a rebita, um estilo que tem por base o acordeão e a harmónica. Há quem defenda que o próprio fado tem origem em Angola[1] [2] .

O semba, que partilha raízes com o samba (de onde a palavra tem origem e significa umbigada), é também predecessor da kizomba e kuduro. É uma música de características urbanas, e surge com das cidades, em especial com o crescimento de Luanda. À volta desta capital, criam-se grandes aglomerados populacionais, os “musseques”.

O “musseque” (expressão que em língua nacional kimbundu significa "onde há areia", por oposição à zona asfaltada) é o espaço de transição entre o universo rural e a cidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kathy Santos. Debate com Joana Amendoeira: Crónica do Fado que Passa na Universidade de Montreal. Teia da Língua Portuguesa. Página visitada em 28 de Abril, 2014.
  2. Histórias da Música em Angola. Consulado Geral de Angola no Brasil. Página visitada em 28 de Abril, 2014.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.