Megawati Sukarnoputri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Megawati Sukarnoputri
Presidente da Indonésia Indonésia
Período de governo 23 de Julho de 2001
a 20 de Outubro de 2004
Vice-presidente Hamzah Haz
Antecessor(a) Abdurrahman Wahid
Sucessor(a) Susilo Bambang Yudhoyono
Vida
Nascimento 23 de Janeiro de 1947 (67 anos)
Yogyakarta, Java
Dados pessoais
Primeiro-cavalheiro Taufiq Kiemas
Partido Partido Democrático da Indonésia - Luta
Megawati Sukarnoputri (dir.) junto de George W. Bush (esq.)

Diah Permata Megawati Setiawati Sukarnoputri (Yogyakarta, 23 de janeiro de 1947) é uma política da Indonésia. Foi presidente de seu país de julho de 2001 a outubro de 2004.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu no seio de uma das mais poderosas famílias do arquipélago, o seu pai, Sukarno, levou a Indonésia a tornar-se independente dos Países Baixos em 1949 e foi o primeiro presidente da nova república asiática.[1]

No entanto, Megawati não se envolveu na política na juventude e só aos 40 anos deu os primeiros passos nesse sentido.[1] Em 1987, mesmo com alguma relutância, alinhou na oposição ao então presidente Suharto, que exercia o poder com autoritarismo.[1] O seu nome de família, Sukarno, tornou-se símbolo de resistência popular e em 1996 o ditador Suharto tentou retirá-la da liderança do PDIP (Partido Democrático da Indonésia).[1] Esta atitude levou ao surgimento de diversas manifestações em Jacarta, a capital da Indonésia. [1]

Apoiantes de Suharto assaltaram a sede do PDIP e fizeram cinco mortos entre os militantes do partido, um incidente que transformou Megawati numa heroína nacional.[1] Quando Suharto resignou em Maio de 1998, Megawati Sukarnoputri relançou o PDIP, que nas primeiras eleições parlamentares livres foi o mais votado.[1] No entanto, a Assembleia Nacional, a Câmara Alta do Parlamento, responsável pela nomeação dos presidentes na Indonésia, não permitiu que ela fosse empossada, em detrimento de Abdurrahman Wahid.[1] Megawati Sukarnoputri limitou-se a assumir a vice-presidência da Indonésia.[1] Quando Wahid foi afastado da presidência por incompetência e alegada corrupção em Julho de 2001, Megawati assumiu o lugar de presidente.[1]

Apesar de todas as expectativas nela depositadas, ao fim de três anos no cargo a desilusão no país era geral, devido ao crescimento do desemprego, da corrupção e ao desenvolvimento dos movimentos terroristas islâmicos.[1] A sua actuação após os atentados terroristas em Bali, que fizeram dezenas de mortos, foi muito criticada.[1] Um dos momentos altos do seu mandato aconteceu em 2002 quando participou numa cerimónia em Timor-Leste, para assinalar a independência deste país em relação à Indonésia.[1] Esta atitude foi muito bem vista a nível internacional.[1] A 20 de Setembro de 2004, Megawati concorreu a um segundo mandato presidencial, mas foi derrotada nas eleições por Susilo Bambang Yudhoyono, abandonando o cargo um mês depois.

Referências

Precedido por
Abdurrahman Wahid
Presidente da Indonésia
20012004
Sucedido por
Susilo Bambang Yudhoyono