Miguel de Ligne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Família principesca de Ligne
Blason Fécocourt 54.svg

SAR a Princesa Viúva

  • SA o príncipe Wauthier
    SA a princesa Regine
    • SA o príncipe Philippe
      SA a princesa Laetitia
      • SA o príncipe Jean Charles
    • SA a princesa Melanie Yolande
    • SA a princesa Élisabeth Éléonore, Baronesa Baudouin Gillès de Pelichy
  • SA a princesa Anne Marie, Sra. Mortgat
  • SA a princesa Cristina do Brasil
  • SA a princesa Sophie, Condessa Philippe de Nicolay
  • SA o príncipe Antoine
    SA a princesa Jacqueline
    • SA o príncipe Louis
    • SA a princesa Marie
    • SA a princesa Florence
  • SA a princesa Yolande, Sra. Townsend

Miguel Carlos Eugênio Maria Lamoral, príncipe de Ligne, de Épinoy, de Amblise e Grande de Espanha (Michel Charles Eugène Marie Lamoral), (Beloeil, 26 de maio de 1951) é o filho mais velho de Antônio, 13.° príncipe de Ligne (1925-2005) e da princesa Alice de Luxemburgo (1929-). Desde a morte de seu pai, é o 14.° príncipe titular de Ligne e, portanto, o chefe da Casa de Ligne. É sobrinho do grão-duque João de Luxemburgo e primo do atual grão-duque.

Depois de uma passagem pela força aérea belga, Miguel entrou na carreira econômica, ajudando o pai na administração dos bens familiares, em Beloeil.

Casamento e filhos[editar | editar código-fonte]

Em 10 de março de 1981, na Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, Rio de Janeiro, Miguel se casou com D. Eleonora de Orléans e Bragança, filha de D. Pedro Henrique (1909-1981), então chefe da Casa Imperial do Brasil, e de sua esposa, D. Maria Isabel (1914-2011). O casal tem dois filhos:

Ambos nasceram em Bruxelas, e além de estarem na linha sucessória da Casa de Ligne, possuem precedência ao trono luxemburguês. Além disso, estão na linha sucessória da casa imperial brasileira uma vez que possuem cidadania brasileira e que dona Eleonora não renunciou aos seus direitos dinásticos ao casar-se.

A família reside no Castelo de Beloeil.

Papéis[editar | editar código-fonte]

No campo esportivo, Miguel é o patrono da maratona e da meia-maratona, que acontece anualmente no segundo fim de semana de outubro, com a partida e a chegada perto de Beloiel. Sucedeu sua avó paterna como presidente de honra da Feira de Antiquários da Bélgica e como mecenas da Capela Musical da Rainha Isabel.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]