Oz (telessérie)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Oz (série))
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Oz
Oz (PT/BR)
Informação geral
Formato Série
Duração 60 minutos
Criador(es) Tom Fontana
País de origem Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Jim Finnerty
Tom Fontana
Barry Levinson
Elenco Harold Perrineau Jr.
Lee Tergesen
J. K. Simmons
Eamonn Walker
Dean Winters
Kirk Acevedo
Christopher Meloni
Adewale Akinnuoye-Agbaje
Rita Moreno
Terry Kinney
Ernie Hudson
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos HBO
Transmissão original 12 de Julho de 199713 de Fevereiro de 2003
N.º de temporadas 6
N.º de episódios 56 (lista de episódios)

Oz foi uma série de televisão norte-americana criada por Tom Fontana[1] produzida pela HBO entre 1997 e 2003,[1] [2] dividida em 6 temporadas com 8 episódios cada (com exceção da quarta, que é a mais longa e contém 16 episódios), com duração de aproximadamente uma hora cada.

A série tem como proposta mostrar o cotidiano da prisão de segurança máxima Oswald, também conhecida como “Oz”, incluindo todas as suas subdivisões como o corredor da morte, Emerald City, Unidade B, entre outras. A série tem como principal marca o realismo presente em suas cenas, incluindo temas como sexo, violência e consumo de drogas.[3] A série também contou com cenas de nu frontal masculino, dentre eles dos atores Kirk Acevedo e Christopher Meloni.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O seriado se passa dentro da prisão de segurança máxima Oswald dirigida por Leo Glynn, e suas respectivas unidades, tais como: unidade B (prisão geral), unidade J (unidade dos policias), GenPop (população geral), solitária, entre outras.

O enredo principal gira em torno de Emerald City, uma unidade experimental idealizada e projetada pelo seu diretor Tim MacManus, que não mede esforços para melhorar a vida dos prisioneiros, em alguns casos indo até mesmo contra o diretor da prisão Leo Glynn, acreditando que todos os presos têm recuperação. Em Emerald City, os presos têm mais liberdade do que em outras unidades de Oz, porém essa liberdade tem regras, é proibido sexo, drogas, brigas e algazarra. Tudo é controlado, desde a hora em que as celas são abertas, às 7 horas da manhã até a hora em que os presos são trancados novamente, às 17 horas. Em Emerald City também é obrigatório praticar atividades físicas e trabalhar nos mais variados tipos de serviços, como na manutenção da limpeza, na cozinha fazendo e distribuindo as refeições, na separação e distribuição de correspondências, na enfermaria auxiliando os enfermeiros na higiene dos pacientes, na fábrica de uniformes, entre outras atividades.

Muitos dos criminosos mais perigosos do país são enviados para Oz, gangues e grupos são formados, o que faz com que cada unidade seja um barril de pólvora, com diferenças étnicas e religiosas entre os prisioneiros, que geram constantes conflitos resultando em brigas e mortes.[4]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Narração[editar | editar código-fonte]

Todo episódio de Oz é narrado pelo prisioneiro Augustus Hill (com exceção da última temporada, onde em alguns episódios outros presos são responsáveis pela narração). Porém, essa narração não é diretamente ligada aos fatos que ocorrem dentro da prisão. Na maioria das vezes, o narrador usa exemplos de assuntos totalmente diferentes aos temas abordados na série, ou seja, à primeira vista essas narrações podem parecer confusas e sem lógica, entretanto as mensagens passadas se encaixam perfeitamente com o que acontece dentro dos muros de Oz.

Gangues[editar | editar código-fonte]

Ao chegar em Oz, um “padrinho” é nomeado para cada detento, para ajudar os novatos a se acostumarem com as regras e a vida na prisão. Geralmente, os novos detentos têm as mesmas crenças que o padrinho escolhido, ou seja, são da mesma gangue.

  • Latinos: Durante a série teve como principal líder Enrique Morales que assumiu a liderança dos latinos assim que chegou a Oz. Outros latinos também foram líderes, como por exemplo: Miguel Alvarez e Raoul Hernandez, mais conhecido como El Cid. Trabalharam em conjunto com os italianos e com os negros no tráfico de drogas de Emerald City, mais tarde passaram a ser uma espécie de aliados dos italianos contra os negros comandados por Adebisi.
  • Italianos: Seu principal líder foi Chucky Pancamo. Outros italianos passaram pela liderança em Oz como: Nino Schibetta (morto por Adebisi e O'Reily), Peter Schibetta e Antonio Nappa. Os italianos eram muito unidos e representavam a máfia da série, trabalhavam no tráfico de drogas em conjunto com outras gangues, não tinham reais inimigos, porém se envolviam em confusão para proteger seus negócios (tráfico de drogas).
  • Arianos: Foi a única gangue que teve apenas um líder em toda a série, Vern Schillinger, seu braço direito era James Robson. Os arianos tentam conseguir respeito e poder através da violência, fazendo com que sejam uma das gangues mais violentas de Oz.
  • Negros: Simon Adebisi foi o líder mais temido e importante dos negros. Outros negros também chegaram a ser líderes em Oz, foram eles: Jefferson Keane (convertido ao Islã por Said antes de morrer), Kenny Wangler, o Poeta e por fim Burr Redding. Estavam envolvidos no tráfico de drogas, sendo também uma gangue violenta e muito temida pelo resto da prisão.
  • Muçulmanos: O principal líder foi Kareem Said, Zahir Arif e Hamid Khan também chegaram a liderar. É um dos grupos mais neutros de Oz, passavam a maior parte do tempo rezando, convertendo novos seguidores para o islã e abominando atos que sua religião não permitia, como violência, homossexualidade e injustiças em geral.
  • Os outros: É o grupo mais diversificado de Oz, por possuir membros com crenças e ideologias diferentes, cada membro era seu próprio líder e possuía seus próprios aliados e inimigos pessoais. Seus principais representantes eram: Tobias Beecher, Augustus Hill, Ryan O’Reilly, Cyril O’Reilly, Bob Rebadow, Agamenon Busmalis e mais tarde Chris Keller, que entrou em Oz como aliado de Schillinger porém sem seguir a ideologia ariana.

Staff[editar | editar código-fonte]

  • Diretor da prisão: Cabe a Leo Glynn a difícil tarefa de manter a prisão sob controle, contando com o apoio (ou pressão) do governador James Devlin. Por ser responsável por tomar importantes decisões todos os dias, Leo é radical e inflexível, fazendo com que muitos o contestem em algumas de suas atitudes.
  • Diretor da Emerald City: Apesar de em alguns casos discordar de Leo Glynn, Tim MacManus conta com seu apoio para administrar a unidade que ele mesmo projetou. MacManus têm como foco melhorar a vida dos prisioneiros, acreditando que através de todo um longo processo de recuperação, é possível tornar assassinos condenados em cidadãos decentes.
  • Corrections Officers: Agentes que andam armados apenas com cacetete e possuem a função de manter os presos na linha, obrigando-os a seguirem as regras, evitando possíveis conflitos entre os detentos.
  • S.O.R.T: É um batalhão especial fortemente armado, composto de agentes preparados para atuar em situações extremas, são requisitados quando a situação foge do controle dos Corrections Officers.
  • Acompanhamento psicológico: É responsabilidade da Irmã Peter Marie, que procura resolver os problemas psicológicos dos detentos orientando-os com consultas e programas para afastamento das drogas.
  • Acompanhamento religioso: Padre Ray Mukada é o responsável por inserir a religião num ambiente hostil, sendo responsável por missas, funerais e absolver os prisioneiros em suas confissões, em alguns casos trabalhando em conjunto com Peter Marie.
  • Enfermaria: A doutora Gloria Nathan é a chefe da ala hospitalar de Oz, trabalha com dedicação e compaixão, sendo muito gentil, e isso faz com que em alguns casos ela questione sua própria profissão e a escolha de trabalhar num ambiente tão hostil.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Elenco de Oz.

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
1 2 3 4 5 6
Harold Perrineau Jr. Augustus Hill Principal
Lee Tergesen Tobias Beecher Principal
Dean Winters Ryan O'Reily Principal
Eamonn Walker Kareem Saïd Principal
Ernie Hudson Leo Glynn Principal
Terry Kinney Tim McManus Principal
Rita Moreno Sister Peter Marie Reimondo Recorrente Principal
Kirk Acevedo Miguel Alvarez Recorrente Principal
J.K. Simmons Vernon Schillinger Recorrente Principal
Adewale Akinnuoye-Agbaje Simon Adebisi Recorrente Principal
Christopher Meloni Chris Keller Convidado Principal

Personagens secundários[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Temporadas
1 2 3 4 5 6
B.D. Wong Father Ray Mukada Recorrente
muMs da Schemer Arnold "Poet" Jackson Recorrente
Željko Ivanek Governor James Devlin Recorrente
Lauren Vélez Gloria Nathan Convidado Recorrente
George Morfogen Bob Rebadow Convidado Recorrente
J. D. Williams Kenny Wangler Recorrente
Edie Falco Diane Whittlesey Recorrente
Sean Whitesell Donald Groves Recorrente
Leon Robinson Jefferson Keane Recorrente Participação especial
Jon Seda Dino Ortolani Recorrente Participação especial
Tony Musante Nino Schibetta Recorrente
Rick Fox Jackson Vahue Convidado Recorrente Recorrente
Scott William Winters Cyril O'Reily Convidado Recorrente
Kathryn Erbe Shirley Bellinger Recorrente Participação especial
Austin Pendleton William Giles Convidado Recorrente
Malé B. Alexander Junior Pierce Recorrente
Luis Guzmán Raoul "El Cid" Hernandez Convidado Recorrente
Mark Margolis Antonio Nappa Convidado Recorrente
LL Cool J Jiggy Walker Recorrente
Robert Clohessy Sean Murphy Recorrente
Kevin Conway Seamus O'Reily Convidado Recorrente
Olek Krupa Yuri Kosygin Recorrente
Betty Buckley Suzanne Fitzgerald Recorrente
Robert John Burke Pierce Taylor Recorrente
Anthony Chisholm Burr Redding Recorrente
Reg E. Cathey Martin Querns Recorrente Recorrente
Simon Jones Judge Mason Kessler Recorrente Recorrente
John Doman Edward Galson Recorrente
Lance Reddick Johnny Basil Recorrente
Dana Ivey Patricia Nathan Recorrente
David Johansen Eli Zabitz Recorrente
Erik King Moses Deyell Recorrente
Domenick Lombardozzi Ralph Galino Recorrente
Gavin MacLeod Cardinal Frances Abgott Recorrente
John McMartin Lars Nathan Recorrente
Brian F. O'Byrne Padraig Connolly Recorrente
Luke Perry Jeremiah Cloutier Recorrente
Michael Wright Omar White Recorrente
David Zayas Enrique Morales Recorrente
Aasif Mandvi Dr. Tariq Faraj Recorrente
Joyce Van Patten Sarah Rebadow Recorrente
Mary Alice Eugenia Recorrente
Bobby Cannavale Alonzo Torquemada Recorrente
Joel Grey Lemuel Idzik Recorrente
Mason Adams Mr. Hoyt Recorrente
Tom Atkins Mayor Wilson Loewen Recorrente

Episódios[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira temporada, Oz teve recepção geralmente favorável por parte da crítica especializada. Com base de 17 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 70% no Metacritic. Por votos dos usuários do site, atinge uma nota de 9.1, usada para avaliar a recepção do público.[5]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
  • Ryan O’Reilly(Dean Winters) e Cyril O’Reilly(Scott William Winters) são irmãos na série e na vida real.
  • O muçulmano Hamid Khan é filho do diretor Leo Glynn na vida real.
  • Jaz Hoyt é ator de filmes eróticos, além de ser vocalista e baixista da banda de rock Biohazard.
  • Shirley Bellinger é casada com Tim MacManus na vida real.
  • 2 personagems de Oz foram presidiários na vida real, Chucky Pancamo e Arnold Jackson, o poeta.
  • Shirley Bellinger foi a única mulher que ficou presa em Oz, aguardando o dia de sua execução no corredor da morte.
  • Durante a série, Kirk Acevedo e Christopher Meloni protagonizaram cenas de nu frontal.
  • Peter Steele, vocalista da banda de metal Type O Negative fez uma participação em um dos episódios.
  • No segundo episódio da 6ª temporada "See No Evil, Hear No Evil, Smell No Evil", Peter Schibetta é assassinado por Pancamo, no entanto é possível vê-lo rapidamente no episódio seguinte "Sonata Da OZ", em uma cena no refeitório.
  • O Ex-baterista da banda de Hard Rock KISS, Peter Criss, também participou da série como um dos detentos de Oz.
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

  1. a b Adam Dunn (21 February 2003). The end of 'Oz' CNN. Visitado em 2009-10-21.
  2. Oz Production Notes. Visitado em 2010-08-05.
  3. Bruce Fretts (11 July 1997). Nasty As He Wanna Be Entertainment Weekly. Visitado em 2009-10-21.
  4. Oz (em português) Filmow. Visitado em 29 de setembro de 2014.
  5. Oz (em inglês) Metacritic. Visitado em 29 de setembro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]