Breaking Bad

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Breaking Bad
Ruptura Total (PT)
Breaking Bad: A Química do Mal (BR)
Informação geral
Formato Série
Gênero Crime drama
Thriller psicológico[1]
Western contemporâneo[2] [3]
Humor negro
Duração 47 a 55 minutos
Estado Finalizada
Criador(es) Vince Gilligan
País de origem  Estados Unidos
Idioma original Inglês
Produção
Diretor(es) Michelle MacLaren[4]
Michael Slovis[5]
Produtor(es) Stewart A. Lyons
Sam Catlin
John Shiban
Peter Gould
George Mastras
Thomas Schnauz
Bryan Cranston
Moira Walley-Beckett
Karen Moore
Patty Lin
Produtor(es)
executivo(s)
Vince Gilligan
Mark Johnson
Michelle MacLaren
Produtor(es)
associado(s)
Andrew Ortner
Editor(es) Kelley Dixon
Skip MacDonald
Lynne Willingham
Cinematografia John Toll (episódio piloto)
Michael Slovis
Elenco Bryan Cranston
Anna Gunn
Aaron Paul
Dean Norris
Betsy Brandt
RJ Mitte
Tema de abertura "Breaking Bad Theme"
Compositor da música tema Dave Porter
Empresa(s) de produção High Bridge Entertainment
Gran Via Productions
Sony Pictures Television
Localização Albuquerque, Novo México
Exibição
Emissora de
televisão original
Estados Unidos AMC
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio 5.1 (Dolby Digital)
Transmissão original 20 de janeiro de 2008
29 de setembro de 2013
N.º de temporadas 5
N.º de episódios 62 (lista de episódios)
Cronologia
Programas relacionados Better Call Saul
Metástasis

Breaking Bad (Ruptura Total (título em Portugal) ou Breaking Bad: A Química do Mal (título no Brasil)) é uma série de televisão dramática norte-americana criada e produzida por Vince Gilligan. A série foi exibida originalmente nos Estados Unidos e no Canadá pelo canal de televisão por assinatura AMC. O programa estreou a 20 de janeiro de 2008 com uma primeira temporada de sete episódios. Terminou a 29 de Setembro de 2013 após cinco temporadas.

Em Portugal a série é transmitida pelos canais de TV por subscrição SIC Radical, TVséries e MOV. No Brasil, o seriado é exibido pelo canal pago AXN e pelo serviço de streaming Netflix. Na TV aberta foi exibido pela Rede Record.[6]

A história de Breaking Bad se passa em Albuquerque, Novo México (onde também é produzida), e gira em torno de Walter White (Bryan Cranston), um professor de química do ensino secundário/médio pouco apreciado, com um filho adolescente que sofre de paralisia cerebral (RJ Mitte) e uma esposa grávida, Skyler (Anna Gunn). Quando o já tenso White é diagnosticado com cancro do pulmão, sofre um colapso e abraça uma vida de crimes, produzindo e vendendo metanfetaminas com o seu ex-aluno Jesse Pinkman (Aaron Paul), com o objectivo de assegurar o futuro financeiro de sua família no caso da sua morte.[7]

Breaking Bad é amplamente considerada como uma das maiores séries de televisão americana de todos os tempos. Ao seu final, a série foi um dos shows de cabo mais assistidos da televisão americana[8] . O seriado o recebeu inúmeros prêmios, incluindo dez Primetime Emmy Awards, oito Satellite Awards, dois Globos de Ouro e um Prêmio Escolha Popular. Em 2014 entrou para o Livro Guinness dos Recordes como o seriado de maior audiência de todos os tempos, citando a sua quinta temporada Metacritic com uma pontuação de 99/100.

Produção[editar | editar código-fonte]

O ator principal, Bryan Cranston, declarou numa uma entrevista que "o termo 'breaking bad' é uma gíria do Sul que significa que alguém desviou-se do caminho correto e passou a fazer coisas erradas. E isto aplica-se tanto a um dado momento quanto a uma vida inteira."[9]

A série desenrola-se e também é filmada nas proximidades de Albuquerque, Novo México.[10]

A rede AMC, que exibiu a série em 20 de Janeiro de 2008, pediu originalmente nove episódios para a primeira temporada (incluindo o episódio piloto), mas a Greve dos Escritores Americanos de 2007–2008 limitou a produção aos sete episódios existentes.

“Eu quero fazer o sincronismo de cor para cada um desses episódios em que você se senta com o colorista e certifica-se de que a cor de cada cena individual é exatamente da maneira que você queria.”
Vince Gilligan, em entrevista para IndieWire, julho de 2012[11]

Elenco e personagens[editar | editar código-fonte]

Equipe e elenco de Breaking Bad: o criador Vince Gilligan, RJ Mitte (Walt Jr.), Aaron Paul (Jesse Pinkman), Anna Gunn (Skyler White), Bryan Cranston (Walter White), Dean Norris (Hank Schrader) e o produtor Mark Johnson.

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • Bryan Cranston como Walter White – um professor de química diagnosticado com cancro no pulmão no estágio IIIA passa a produzir metanfetamina para garantir o futuro financeiro da família. Com o progresso do seu negócio, Walter ganha uma reputação notória utilizando o nome Heisenberg. Cranston afirmou que, embora goste de fazer comédia, ele decidiu que

    "...realmente deve se concentrar em fazer outra coisa. Mas eu acho que qualquer bom drama vale o seu peso e tem sempre uma pitada de comédia, porque você pode aliviar a tensão do público, quando é necessário. Walt White não tem nenhum indício de que ele é ocasionalmente engraçado, mas como ator eu reconheço quando há momentos e oportunidades para comédia."[12]

  • Anna Gunn como Skyler White – Esposa de Walter, grávida do segundo filho do casal, antes do seu diagnóstico e que se torna cada vez mais desconfiada do comportamento do marido. Gunn vê Skyler como "centrada, resistente, inteligente e orientada". Gunn vê a carreira de escritora de Skyler deixada de lado, dizendo: "Eu acho que ela realmente, no fundo, anseia por ser um artista e ser criativa e produtiva."[13]
  • Aaron Paul como Jesse Pinkman – Antigo aluno de Walter, Pinkman, é um traficante que se associa a Walt e juntos fazem metanfetamina de alta qualidade. Paul ve Jesse como um garoto engraçado. "Ele é apenas esta alma perdida – Não acho que ele seja uma má pessoa, ele simplesmente se misturou na turma errada." Paul elaborou a base do personagem, dizendo que "Ele não vem de um fundo abusivo, alcoólatra. Mas talvez ele simplesmente não se relaciona com o seu pai, talvez seu pai era muito rigoroso e muito correto para Jesse." Paul compara a relação do personagem com Walt ao seriado The Odd Couple.[14]
  • Dean Norris como Hank Schrader – Marido de Marie, cunhado de Walter and Skyler e agente do DEA. No início da série, Hank era cotado para ser o "alívio cômico." Norris, que já interpretou diversos policias no cinema e na televisão, afirmou,

    "Tendo atuado em tantos papéis policiais, eu já conversei com diversos de assessores técnicos e me sentia pronto para assumir a responsabilidade do papel. Coincidentemente, uma das minhas melhores amigas de infânia é uma policial em Chicago e um de meus melhores amigos fora de Los Angeles é um xerife. Então eu comecei a ver todos os componentes dessa cultura."[15]

  • Betsy Brandt como Marie Schrader – Irmã de Skyler e esposa cleptomaníaca de Hank. Brandt descreve Marie como "uma vadia desagradável", mas também afirma que há mais nela do que isso. "Eu acho que nós estamos vendo mais dela agora do que ela estaria lá para sua família. Mas é tudo sobre ela."[16]
  • RJ Mitte como Walter White Junior – Filho de Walter e Skyler que teve paralisia cerebral. Ele fica revoltado após o anúncio do câncer de Walter. Assim como Walter Jr., Mitte tem paralisia cerebral, embora a sua seja uma forma mais branda.[17] Mitte afirmou que ele teve que regredir de sua terapia para retratar o personagem, ficar acordado até tarde da noite para piorar sua fala e de aprender a andar de muletas para que seu andar não parecesse falso.[18]
  • Bob Odenkirk como Saul Goodman (aparecimento recorrente na 2 ª temporada, elenco principal nas temporadas 3-5) – um advogado desvirtuado que representa Walt and Jesse. Odenkirk baseou ser personagem no produtor Robert Evans.

    "Pensei em Robert Evans, porque eu escutei The Kid Stays in the Picture em CD. Ele está constantemente mudando a sua cadência e sua fala. Ele enfatiza palavras interessantes. Ele tem um monte de atitude em quase todas as linhas que ele diz. Então, quando eu ensaiava as cenas dava a minha representação de Robert Evans para encontrar esses momentos. Então eu saia e fazia Saul."[19]

  • Giancarlo Esposito como Gustavo "Gus" Fring (aparecimento recorrente na 2 ª temporada, elenco principal nas temporadas 3–4) – um grande distribuidor de drogas que tem como disfarce uma rede de fast food chamada Los Pollos Hermanos. Esposito afirmou que para a terceira temporada ele incorporou seu treino de ioga em sua atuação.

    "Gus é o mau caráter mais legal que já andou na Terra. Penso como Eddie Olmos de volta em Miami Vice. Era como se estivesse morto – respirava com dificuldade. Eu pensei, como é que esse cara fica parado nesse incêndio e não faz nada? Gus me permitiu totalmente um nível de flexibilidade e relaxamento - não porque ele tenha o poder supremo e ele sabe que pode tirar a vida a alguém. Ele é apenas confiante."[20]

  • Jonathan Banks como Mike Ehrmantraut (convidado na 2 ª temporada, elenco principal nas temporadas 3–5: parte 1) – trabalhando para Gus como faxineiro e assassino de aluguel e também para Saul como investigador particular. O personagem de Mike foi comparado ao personagem de Harvey Keitel, Winston Wolf em Pulp Fiction, o qual Banks diz que ele não estava tentando imitar: "Imediatamente tentei tirá-lo da minha mente, muito sinceramente. Seu faxineiro não é o meu faxineiro. Mas ao longo deste mundo, você suspeitaria que houve um grande número de faxineiros, seja do governo ou de prestadores de serviços individuais."[21]
  • Laura Fraser como Lydia Rodarte-Quayle (recorrente na 5 ª temporada: parte 1, elenco principal na 5 ª temporada: parte 2) – uma funcionário do alto escalão da Madrigal Electromotive e um antiga associada de Gus Fring. Ela relutantemente começa a suprir Walt e Jesse com metilamina e ajuda Walt a expandir suas operações no exterior.
  • Jesse Plemons como Todd Alquist (recorrente na 5 ª temporada: parte 1, elenco principal na 5 ª temporada: parte 2) – um funcionário da Vamonos Controle de Pragas que se torna um associado de Walt and Jesse.

Personagens recorrentes[editar | editar código-fonte]

  • Steven Michael Quezada como Steven "Gomie" Gomez – Parceiro de Hank no DEA e melhor amigo que ajuda a rastrear e identificar Heisenberg.
  • Matt L. Jones Brandon "Badger" Mayhew – Amigo pouco inteligente de Jesse e viciado, que muitas vezes serve como alívio cômico.
  • Charles Baker como Skinny Pete – Um amigo de Jesse e um companheiro traficante.
  • Rodney Rush como Christian "Combo" Ortega - Também um amigo de Jesse e um companheiro traficante.
  • Jessica Hecht e Adam Godley Gretchen e Elliot Schwartz – Os co-proprietários da Gray Matter, uma empresa que co-fundaram ao lado de Walter, que deixou a empresa antes de seu grande sucesso. Gretchen era uma antiga paixão de Walt e aparentemente a razão pela qual ele saiu.
  • Raymond Cruz como Tuco Salamanca – Um traficante mexicano sociopata que se torna distribuidor de metanfetamina de Walt e Jesse.
  • Mark Margolis como Hector Salamanca – Um ex-membro do alto escalão do Cartel de Juarez, que é agora incapaz de andar ou falar por causa de um acidente vascular cerebral, se comunica com a ajuda de um sino. Ele é o tio de Tuco, Marco e Leonel Salamanca.
  • Christopher Cousins como Ted Beneke – Chefe de Skyler e presidente da Beneke Fabricators que começa a ter problemas financeiros, resultando em uma intervenção da Skyler.
  • Krysten Ritter como Jane Margolis – Senhorio e namorada de Jesse, que é uma condenada em recuperação.
  • John de Lancie como Donald Margolis – Pai de Jane Margolis ', um controlador de tráfego aéreo.
  • David Costabile Gale Boetticher – Um químico contratado por Gus Fring para trabalhar ao lado de Walter.
  • Daniel Moncada e Luis Moncada como Leonel & Marco Salamanca – Dois pistoleiros cruéis do Cartel de Juarez, que são os primos de Tuco Salamanca e os sobrinhos de Hector Salamanca.
  • Emily Rios como Andrea Cantillo – Segundo a namorada de Jesse, que também é uma viciada em recuperação. Ela tem um filho chamado Brock.
  • Jeremiah Bitsui como Victor – Um capanga leal a Gus que serve como seu capanga, juntamente com Mike.
  • Lavell Crawford como Huell – Guarda-costas de Saul, que também lida com problemas de Walter.
  • Michael Bowen como Jack Welker –O tio de Todd e líder de uma gangue da Supremacia branca.

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

  • Danny Trejo como Tortuga – Um membro do cartel mexicano e informante do DEA.
  • DJ Qualls as Getz – Um oficial da polícia de Albuquerque, que numa passagem rápida ajuda Hank para rastrear Heisenberg.
  • Jim Beaver as Lawson – Um traficante de armas de Albuquerque que obtem várias armas para Walt.
  • Steven Bauer as Don Eladio Vuente – O líder do Cartel de Juarez que tem uma história com Gus.
  • Robert Forster as Ed – Dono de uma loja de conserto de aspiradores cujo negócio disfarçado é dar uma nova identidade aos clientes.
  • Charlie Rose como o próprio.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Primeira temporada (2008)[editar | editar código-fonte]

A primeira temporada foi originalmente destinada a ter nove episódios, mas devido a greve em 2007-2008 do Writers Guild of America apenas sete episódios foram filmados. A primeira temporada estreou em 20 de janeiro de 2008, e foi concluída em 9 de março de 2008. O professor de química do ensino médio, Walter White (Bryan Cranston), é diagnosticado com, avançado e inoperável cancro de pulmão. Num passeio com o seu cunhado, o qual é um agente da DEA, Hank (Dean Norris), Walter vê um ex-aluno dele, Jesse Pinkman (Aaron Paul), fugindo da cena de um laboratório de metanfetamina. Mais tarde, ele encontra Jesse e inventa um plano para se tornarem parceiros na tentativa de combinar suas habilidades para fabricar e distribuir metanfetamina. Walter diz que quer dar estabilidade financeira à sua esposa grávida, Skyler (Anna Gunn) e ao seu filho deficiente, e para pagar seu tratamento caro contra o cancro. Durante os primeiros dias de venda, Walter e Jesse em Albuquerque, se deparam com uma série de problemas com traficantes locais. Ele continua a produzir metanfetamina, apesar desses contratempos sob a alcunha 'Heisenberg'.

Segunda temporada (2009)[editar | editar código-fonte]

Em 7 de maio de 2008, a AMC anunciou que Breaking Bad foi renovado para uma segunda temporada de 13 episódios. A produção começou em julho de 2008, e a temporada estreou em 8 de março de 2009 e concluída em 31 de maio de 2009. Walter continua a encontrar-se diante de contas médicas intransponíveis do seu tratamento contra o câncer. Apesar de ter tido várias más experiências ao produzir metanfetamina com Jesse, Walter concorda em retomar a parceira. Os dois começam a produzir metanfetamina, mas enfrentam vários problemas. O amigo de Jesse, Badger (Matt L. Jones) é preso ao vender metanfetamina em uma operação policial. Walter contrata um advogado, Saul Goodman (Bob Odenkirk), para ajudar Badger. Walter e Jesse dirigem um trailler para o deserto e produzem metanfetamina durante quatro dias. Mais tarde, Combo, outro dos amigos e distribuidores de Jesse, é morto por uma gangue rival por vender metanfetamina em seu território. Saul sugere que os dois encontrem um novo modelo de distribuição. Enquanto isso, Jesse vem construindo um relacionamento com sua vizinha e senhoria, Jane (Krysten Ritter). Jane é revelada estar se recuperando do vício, mas passa por recaídas e os dois começam a injetar heroína. Walter encontra um novo parceiro de negócios, Gus Fring (Giancarlo Esposito), que está disposto a pagar US$ 1,2 milhões para os 17 quilos de metanfetamina que eles produziram. Walter apressadamente oferece o produto para Gus, mas perde o nascimento de sua filha. Walt detém metade do dinheiro por causa do uso de drogas de Jesse, mas Jane descobre sobre isso e chantageia Walt. Walt visita a casa de Jesse, e vê Jane se afogar em seu próprio vômito durante o sono, mas não faz nada para salvá-la. Skyler confronta Walter sobre suas frequentes ausências e desculpas. Ela começa a juntar sua vida secreta e exige que eles se separem.

Terceira temporada (2010)[editar | editar código-fonte]

Em 2 de abril de 2009, a AMC anunciou que Breaking Bad foi renovada para uma terceira temporada de 13 episódios. Walter quer reunir sua família, mas Skyler ainda suspeita da segunda vida de Walter. Walter acredita que ele pode consertar a tensão entre eles, confessando-lhe que ele tem vindo a produzir metanfetamina. Skyler está consternada com a confissão e exige um divórcio formal. Enquanto isso, Gus se oferece para pagar a Walter EUA $ 3 milhões por três meses de seu serviço. Ele mesmo se oferece para fornecer Walter com uma unidade de produção e um assistente de laboratório brilhante, Gale (David Costabile). Jesse continua a produzir e vender metanfetamina por si mesmo. Hank está trabalhando com a DEA para investigar Jesse e está lentamente a reunir provas para fazer uma prisão. Jesse ameaça denunciar o Walter para a polícia se ele for preso, mas Walter oferece a ele a posição de Gale no laboratório. Após a obtenção da posição, Jesse começa a roubar meth do laboratório e vendê-lo em segredo. Jesse se envolveu romanticamente com uma mulher que ele encontra em seu grupo de reabilitação e descobre que seu irmão mais novo, de 11 anos, foi colocado por Gus e seus traficantes de rua para matar Combo. Jesse decide vingar Combo. Walter ajuda Jesse em escapar da ira de Gus. Gus começa a perder a confiança em Walter e pede a Gale para assumir o laboratório. Ele ordena que seus capangas para matar Walter e Jesse. Depois que ele é raptado pelos capangas, Walter instrui Jesse por telefone para matar Gale, a fim de forçar Gus não matar Walter (e, por extensão, Jesse) para que ele não elimine o único químico treinado remanescente.

Quarta temporada (2011)[editar | editar código-fonte]

Em 14 de junho de 2010, a AMC anunciou Breaking Bad foi renovada para uma quarta temporada de 13 episódios. A produção começou em janeiro de 2011, a temporada estreou em 17 de julho de 2011, e concluída em 9 de outubro de 2011. Jesse segue as instruções e assassinatos de Walter para matar Gale. Gus decide disciplinar os dois através da aplicação de políticas mais rigorosas no laboratório. Ele também tenta quebrar a amizade de Walter e Jesse, atribuindo-lhes detalhes de trabalho separado. Enquanto Walter trabalha no laboratório de metanfetamina, Jesse acompanha Mike (Jonathan Banks), um dos executores de Gus, para recuperar os pagamentos e fornecer suporte. Walter e Jesse estão cada vez mais distante e hostis entre si. Enquanto isso, Hank, que vem se recuperando de seu último envolvimento com o cartel, descobre evidências ligando Gale com Gus. Ele acredita que Gus era um grande distribuidor de drogas e começa a olhar para a evidência tangível para prestar queixa. Gus percebe laços estreitos de Walter com Hank que poderiam comprometer toda a sua operação. Gus ameaça Walter e ameaça matar toda a sua família. Jesse e Walter colocam suas diferenças de lado e aceitam o assassinato de Gus, convencendo o ex-executor do cartel Hector Salamanca a detonar uma bomba suicida ; Hector tem sucesso nessa empreitada, matando a si mesmo, Gus, e Tyrus, capanga de Gus. Walter e Jesse, em seguida, destroem o laboratório de metanfetamina e Walter declara a sua esposa, "eu ganhei."

Quinta temporada (2012-13)[editar | editar código-fonte]

Em 14 de agosto de 2011, AMC anunciou que Breaking Bad foi renovada para uma quinta e última temporada composta por 16 episódios. A quinta temporada é dividida em duas partes, cada uma composta por oito episódios. A primeira metade estreou em 15 de julho de 2012, enquanto a segunda metade estreou em 11 de agosto de 2013. Após a morte de Gus Fring, Walter cria uma parceira com Jesse e Mike para criar uma nova produção de metanfetamina e operação de distribuição. Mike lida com todos os aspectos do negócio da parceria, enquanto Walter e Jesse trabalham com uma equipe da casa de fumigação para produzir metanfetamina em casas de tendas. Hank e a DEA são capazes de identificar nove presos e um advogado com ligações criminosas com Mike. Walter mata Mike e depois contrata Jack Welker , o líder de uma quadrilha neo-nazista, para matar os dez informantes de dentro da prisão. Os negócios de Walter continuam o desimpedido até que ele decide se aposentar após acumular $ 80 milhões. Mais tarde, Hank é convidado para a casa dos White, onde ele acidentalmente se depara com um dos livros de Walter com uma mensagem assinada pelo Gale Boetticher . Ele percebe que Walter é o Heisenberg e secretamente reinicia a investigação. Hank faz uma aliança com Jesse, que agora despreza Walter por todas as suas transgressões. Deixado sem outras opções, Walter contrata Jack novamente para matar Jesse. Walter tenta enfrentar Jesse no deserto, mas Hank faz uma armadilha e o prende. A gangue neonazista chega e Hank se envolve em um tiroteio feroz. Jack executa Hank apesar dos apelos de Walter. Jesse é capturado e coagido a produzir metanfetaminas para a quadrilha. Antes de sair, Jack e sua gangue toma a maioria do dinheiro de Walter, deixando-o com apenas US $ 11 milhões. Skyler e Walter Jr. ficam arrasados com a morte de Hank e deixam Walter como responsável. Eles se recusam a deixar Albuquerque com Walter e, em vez disso, contatam a polícia. Walter passa os próximos vários meses escondido em uma cabana em New Hampshire , enquanto luta contra o câncer. Ele retorna ao Novo México para visitar sua família uma última vez e buscar vingança contra Jack. Mais tarde naquela noite, Walter assassina todos os membros da quadrilha e liberta Jesse, que escapa do composto antes da polícia chegar. Walter percebe que ele é mortalmente ferido de um tiro e lentamente sucumbe à sua lesão enquanto a polícia procura o composto.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Breaking Bad recebeu ampla aclamação da crítica e tem sido elogiado por alguns críticos como o maior drama da televisão de todos os tempos. Na revisão agregadora do site Metacritic , a primeira temporada marcou 74/100, a segunda temporada marcou 85/100, a terceira temporada marcou 89/100 e a quarta temporada marcou 96/100, e a quinta temporada marcou 99/100. The American Film Institut listou Breaking Bad como uma das dez melhores séries de televisão de 2008, 2010, 2011 e 2012. A série tem um total de 100% "certificado fresco" no Rotten Tomatoes .

Para a primeira temporada, a série teve uma recepção em sua maioria positiva. Do New York Post, a crítica de Linda Stasi elogiou a série, particularmente a atuação de Cranston e Aaron Paul, afirmando que "Cranston e Paul são tão bons, é surpreendente. Eu diria que os dois criaram uma ótima química, mas eu tenho vergonha de dizer uma coisa tão barata ". Robert Bianco dos EUA hoje também elogiou Cranston e Paul, exclamando: "Não há humor no show, principalmente nos esforços de Walt para impor a lógica acadêmica nos negócios e em seu aprendiz idiota, um papel de Paul joga muito bem. Mas mesmo as cenas de vacas magras para o suspense, como a dupla descobre que matar alguém, mesmo em auto-defesa, é feio, o trabalho sujo ".

A segunda temporada viu a aclamação da crítica. Entertainment Weekly, o crítico Ken Tucker afirmou que "Bad é uma metáfora superlativamente fresco para uma crise de meia-idade: Demorou o câncer e infringir as leis para sacudir Walt fora de seu estupor suburbano, para experimentar a vida de novo, de arriscar, perigo de risco, fazer coisas que ele não acha-se capaz de fazer. Nada disso funcionaria, é claro, sem feroz, abnegação engraçado do vencedor do Emmy, Cranston como ator. Apesar de toda sua tristeza e escuridão, há uma alegria brilhante sobre essa série : É uma sensação de bem-show sobre sentir muito mal ".

A terceira temporada também teve a aclamação da crítica. Após que o final foi ao ar, The AV Club disse que a terceira temporada foi "uma das melhores realizações dramáticas da televisão e que o torna tão excitante - o que faz com que o reconhecimento da atual idade de ouro tão premente - é que a temporada não foi, como colocá-lo em outro contexto".

A quarta temporada teve aclamação universal. The Boston Globe que se refere ao programa como "um exercício tenso em desastre retido" e declarou o espetáculo "fascinante". O Pittsburgh Post-Gazette rotulou a série "inteligente e instigante que eleva as realizações artísticas do meio ". A quarta temporada foi considerada por muitos críticos como uma das melhores temporadas da televisão em 2011. A Time listou a fala de Walter White "Eu sou aquele que bate" como uma das melhores da televisão de 2011. O Pittsburgh Post-Gazette listou como a melhor série de 2011, embora salientando que, "Breaking Bad é que a série de TV raro que nunca cometeu um erro em seu roteiro seriamente prejudicial". O Clube AV fez uma revisão do finale e resumiu como um "fim fantasticamente apropriado para uma temporada que passou em câmera lenta, iniciar e continuar com tantas crises implorando por semana resolução após semana. Agora, as plataformas são apagadas, mas isso não significa que qualquer um é o lar livre. Nada é fácil em Breaking Bad ". O revisor continuou a exaltar a temporada, e proclamou: "O que uma estação de televisão - realmente algo que nenhum de nós jamais poderia ter esperado, ou alegou que merecia".

A quinta e última temporada também recebeu aclamação universal dos críticos. Após o fim da série, o crítico Nick Harley resumiu sua comenda do show: "Habilmente escrito, virtuosística com sua direção, e perfeitamente executada, Breaking Bad é tudo o que você poderia querer em um drama. Críticos vão passar a próxima década dissecando e discutindo sobre o que o tornou grande, mas as razões são infinitas e já bem documentadas ". Durante a última temporada, o show também recebeu elogios de George RR Martin , autor de A Song of Ice and Fire romances, especialmente o episódio " Ozymandias "e comentando que" Walter White é um monstro maior do que qualquer um em Westeros ". Em sua revisão da segunda metade da 5 ª temporada, Seth Amitin da IGN afirmou: "Este último lote de Breaking Bad é um dos melhores correr dos episódios de TV já oferecidos ".

Distribuição internacional[editar | editar código-fonte]

Na Austrália, Breaking Bad foi lançada no canal pago Showtime Australia em 28 de Agosto de 2008.

No Brasil, Breaking Bad foi lançada no canal pago AXN em Junho de 2010. Na TV Aberta, começou a ser exibida dublada pela Rede Record no dia 14 de Janeiro de 2014.[22]

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

A série já ganhou inúmeros prêmios e indicações, incluindo dez Primetime Emmy Awards com um para Melhor Série Dramática.

Por sua interpretação de Walter White, Bryan Cranston ganhou o Primetime Emmy Award de Melhor Ator em Série Dramática três anos consecutivos em 2008, 2009 e 2010. Cranston também ganhou o prêmio TCA de Realização Individual em Drama em 2009 e o Satellite Award de Melhor Ator - Série de TV: Drama em 2008, 2009 e 2010, bem como o Prêmio Escolha dos Críticos de Televisão de Melhor Ator em Série de Drama e o Saturn Award de Melhor Ator de Televisão em 2012.

Aaron Paul ganhou o Primetime Emmy Award de Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática em 2010 e 2012. Paul também ganhou o Saturn Award de Melhor Ator Coadjuvante na televisão em 2010 e 2012.

Anna Gunn ganhou o Primetime Emmy Award para Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática em 2013.

Por seu trabalho na quarta temporada, Giancarlo Esposito venceu o Prêmio Escolha dos Críticos de Televisão de Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama.

Em 2010 e 2012, Breaking Bad ganhou o prêmio TCA de Excelência em Drama , bem como o prêmio TCA para o Programa do Ano em 2013. Em 2009 e 2010, a série ganhou o Satellite Award para Melhor Série de Televisão - Drama, juntamente com o Saturn Award de Melhor Série de Televisão por Cabo sindicalizado em 2010, 2011 e 2012. A série ganhou o Writers Guild of America Award para Televisão: Série Dramática . tanto em 2012 e 2013. Em 2013, foi nomeado nº. 13 na lista dos 101 mais bem escrito séries de TV de todos os tempos pelo Writers Guild da América e venceu, pela primeira vez, o Primetime Emmy Award para Melhor Série Dramática. No geral, o show ganhou 45 prêmios da indústria e foi nomeado para 113.

Elementos químicos nos créditos[editar | editar código-fonte]

Os créditos apresentam símbolos de elementos químicos da Tabela Periódica em verde (por exemplo: os símbolos Br e Ba de bromo e bário em Breaking Bad). Os créditos no começo do show geralmente dão seguimento a esta tendência, com os nomes dos atores geralmente incluindo um símbolo de elemento químico se apropriado.

Os créditos de abertura também exibem a fórmula C10H15N que se repete várias vezes em cada quadro em que ela aparece. Esta é a fórmula molecular da metanfetamina, que indica que cada molécula contém 10 átomos de carbono, 15 átomos de hidrogênio e um átomo de nitrogênio.

O número 149,24, que também se repete durante a introdução, representa a massa molecular do composto metanfetamina.

Referências

  1. James Poniewozik (21 de junho de 2010). Breaking Bad: TV's Best Thriller. TIME. Página visitada em 25 de maio de 2014.
  2. Nevins, Bill. "Contemporary Western: An Interview with Vince Gilligan", Local IQ, March 27, 2013. Página visitada em May 31, 2013.
  3. "Breaking Bad Finale: Lost Interviews With Bryan Cranston & Vince Gilligan", The Daily Beast, September 29, 2013. Página visitada em March 6, 2014.
  4. "Breaking Bad" ganha prêmio de Melhor Série Dramática.. Superblog (22 de setembro de 2013). Página visitada em 13 de julho de 2014.
  5. "Diretor de "Breaking Bad" irá trabalhar na quinta temporada de "Game of Thrones" (08 de julho de 2013). Página visitada em 13 de julho de 2014.
  6. Record exibirá em 2014 “Breaking Bad” e “Once Upon a Time”. Página visitada em 11 de novembro de 2013..
  7. "No. 93: Bryan Cranston.". Esquire. Página visitada em 18 Setembro de 2007..
  8. Sara Bibel (1 de outubro de 2013). Sunday Cable Ratings: 'Breaking Bad' Wins Big, 'Talking Bad', 'Homeland', 'Boardwalk Empire','Masters of Sex' & More. TV By The Numbers. Página visitada em 25 de maio de 2014.
  9. "Fans Chat With Bryan Cranston.". AMC. 9 de Março de 2008. Página visitada em 6 de Fevereiro de 2009..
  10. "Series 'Breaking Bad' to Begin Production at Albuquerque Studios.". Albuquerque Studios. Página visitada em 23 de Agosto de 2007..
  11. Todd Gilchrist; IndieWire (18/07/2012). Vince Gilligan Talks "Breaking Bad," Knowing Where the Series Will End and the Spin-off He'd Like to See (em Inglês) p. 1. Página visitada em 26 de janerio de 2014.
  12. Neuman, Clayton (February 10, 2008). Q&A: Bryan Cranston (Walt White) – Part I. AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  13. Neuman, Clayton (March 24, 2008). Q&A: Anna Gunn (Skyler White). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  14. Neuman, Clayton (February 25, 2008). Q&A: Aaron Paul (Jesse Pinkman) – Part I. AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  15. Neuman, Clayton (March 3, 2008). Q&A: Dean Norris (Hank Schrader). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  16. Neuman, Clayton (February 28, 2008). Q&A: Betsy Brandt (Marie Schrader). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  17. RJ Mitte as Walter White Jr.. AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  18. Neuman, Clayton (March 11, 2008). Q&A: RJ Mitte (Walter Jr.). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  19. Neuman, Clayton (April 30, 2009). Q&A –Bob Odenkirk (Saul Goodman). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  20. Neuman, Clayton (April 27, 2010). Q&A –Giancarlo Esposito (Gus Fring). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  21. Neuman, Clayton (November 12, 2009). Q&A – Jonathan Banks (Mike "The Cleaner"). AMC. Página visitada em December 20, 2011.
  22. Ligado em Série, Bruno Carvalho, Veja como será Breaking Bad dublada na Record. Último acesso: 2014-01-16.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]