Supremacia branca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Supremacia branca é uma ideologia racista baseada na afirmação de que os indivíduos brancos são superiores aos outros grupos raciais. O termo é por vezes utilizado especificamente para descrever uma ideologia política que defende social e político dominante para brancos.

Supremacia branca, como com chauvinismo racial em geral, está enraizada em etnocentrismo e um desejo de hegemonia. É associada com vários graus de racismo e da xenofobia, bem como uma vontade de separação racial. Supremacia branca tem sindo frequentemente vista como forma extrema de racismo e antissemitismo, e tenha também é carregado de preconceito e a discriminação contra uma ampla variedade de "não-brancos", como os árabes, mestiços e diversos povos asiáticos.


Ícone de esboço Este artigo sobre política, partidos políticos ou um político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.