Leis de Jim Crow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estação de ônibus em Durham, Carolina do Norte, Maio de 1940: a placa indica o local das pessoas de cor. À esquerda, um anúncio fala de Hitler.

As leis de Jim Crow foram leis estaduais e locais decretadas nos estados sulistas e limítrofes nos Estados Unidos, em vigor entre 1876 e 1965, e que afetaram afro-americanos, asiáticos e outros grupos. A "época Jim Crow" ou a "era Jim Crow" se refere ao tempo em que esta prática ocorria. As leis mais importantes exigiam que as escolas públicas e a maioria dos locais públicos (incluindo trens e ônibus) tivessem instalações separadas para brancos e negros. Estas Leis de Jim Crow eram distintas dos Black Codes (1800-1866), que restringiam as liberdades e direitos civis dos afro-americanos. A segregação escolar patrocinada pelo estado foi declarada inconstitucional pela Suprema Corte em 1954 no caso Brown v. Board of Education. Todas as outras leis de Jim Crow foram revogadas pelo Civil Rights Act de 1964.[1]

Referências

  1. National Park Service: Jim Crow Laws (em inglês). Visitado em 12-10-2014.

Leitura adicional[editar | editar código-fonte]

  • AYERS, Edward L. The Promise of the New South. Oxford University Press, 1992. (Uma história geral do Sul dos Estados Unidos em fins do século XIX)
  • BARNES, Catherine A. Journey from Jim Crow: The Desegregation of Southern Transit. Columbia University Press, 1983.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]