Paul van Dyk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paul van Dyk
Paul Van Dyk mixando
Informação geral
Nome completo Matthias Paul
Nascimento 16 de Dezembro de 1971 (42 anos)
Origem Eisenhüttenstadt
País  Alemanha
Gênero(s) trance, dance, techno
Instrumento(s) Mixer, crossover, fone de ouvido, notebook, software
Modelos de instrumentos Apple Inc., SE-MU, Allen e Heath
Período em atividade 1991 – atualmente
Gravadora(s) Vandit, Mute, Positiva, Universal
Página oficial www.paulvandyk.com

Matthias Paul, nome artístico Paul Van Dyk ou PVD (Eisenhüttenstadt, 16 de dezembro de 1971) é um DJ da Alemanha, um dos mais importantes da música trance da atualidade. Ele assume o Terceiro lugar no top 100 da revista americana DJ Magazine.com, atrás do DJ Armin Van Buuren, e Tiesto. Assumiu a primeira posição em 2005 e 2006.

Foi criado em Berlim Oriental, tendo pequenos contatos com o mundo capitalista, por meio de fitas cassete e rádio, onde ele descobriu artistas como The Smiths e New Order.

Após a queda do Muro de Berlim, uma larga cultura ocidental invadiu Berlim, e embora o techno emergisse, Paul procurava um som diferente, mais único. Utilizando duas plataformas giratórias velhas, criou suas primeiras fitas de remix com suas ideias. Em março de 1991, seu estilo único de música foi tocado pela primeira vez ao público no clube Tresor, em Berlim.

Nesse mesmo período, Paul começou a escrever suas primeiras composições. Sua primeira produção, Perfect Day, feita em conjunto com Cosmic Baby como Visions of Shiva, foi lançada em 1992. Em 1993, ganhou mais reconhecimento com o remix de "Love Simulation" de Humate, ao mesmo tempo que tocava no clube noturno E-Werk em Berlim. No ano seguinte, gravou o álbum 45 RPM.

Nos anos seguintes, Paul ganhou respeito remixando composições de vários artistas de nome, como Inspiral Carpets, Sven Väth, Curve e New Order. Isto ocorreu até o lançamento de seu segundo álbum, Seven Ways, que o estabilizou como um dos grandes artistas eletrônicos.

Em 1998 foi lançada a versão inglesa do seu álbum 45 RPM, e o novo remix de For an Angel. O álbum permaneceu duas semanas como número um nas paradas inglesas, e quatro nas paradas de dança alemãs, e ainda ganhou destaque nas paradas americana, holandesa, australiana, belga e escandinava. Em 1999, Paul criou junto de sua equipe a Vandit Records, que traria lançamentos seus e de novos e inovadores DJs.

Na época do lançamento de Out There & Back em 2000, ficou claro que o músico de Berlim tinha mais a oferecer do que sua assinatura de club sets e remixes já haviam definido, como um dos mais influentes DJs alemães de todos os tempos.

Sua primeira compilação mix, o álbum The Politics of Dancing foi lançada em 2001, seguido de Global (DVD) em 2003.

Hoje, sua agenda de turnês está sempre cheia, com paradas nos principais locais de Londres, Tel-Aviv, Cidade do México, Nova Iorque, Singapura e outros.

Paul van Dyk, em El Salvador.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Compactos[editar | editar código-fonte]

Co-produções[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Paul van Dyk

New Years Event[editar | editar código-fonte]

No dia 31 de dezembro de 2008 Paul van Dyk realizou um mega evento na praia da barra, Rio de Janeiro. Provavelmente foi o maior evento de música eletrônica do Revéillon no Brasil e na América do Sul.