Ponte do Øresund

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ponte do Øresund
Øresundsbroen, Öresundsbron
Design Ponte Estaiada - Cabos
Data de abertura 2 de Julho de 2000
Dimensões e tráfego
Comprimento total 7845 metros (25 738 pés)
Maior pilar 490 metros (1608 pés)
Tráfego 17 000 veículos
Geografia
Via 4 vias da Rota Européia E20
Cruza Øresund
Localização Copenhague, Dinamarca
e Malmö, Suécia
Coordenadas 55° 34' 31" N 12° 49' 37" E

A Ponte de Øresund (em dinamarquês Øresundsforbindelsen, em sueco Öresundsförbindelsen) liga a ilha da Zelândia (Dinamarca) à Suécia, através do estreito de Öresund. Com 7845 metros de comprimento, é a maior ponte rodoferroviária da Europa.

Nome[editar | editar código-fonte]

Na Suécia e na Dinamarca, a ponte é mais frequentemente referida como Öresundsbron ou Øresundsbroen, respectivamente. A própria empresa insiste em Øresundsbron, um compromisso entre as duas línguas, que simboliza uma identidade cultural comum da região. Uma vez que é um complexo rodoferroviário de uma ponte e um túnel submarino, no termo técnico é chamado de Ligação de Oresund (em dinamarquês: Øresundsforbindelsen, em sueco: Öresundsförbindelsen).O nome popular de Ponte do Øresund é ouvido ocasionalmente,já que é o nome popular do estreito.

História[editar | editar código-fonte]

A ponte de Øresund liga a Dinamarca (vermelho) à Suécia (amarelo)

A construção começou em 1995. O último ponto foi construído em 14 de agosto de 1999. O Príncipe herdeiro Frederico da Dinamarca e a Princesa herdeira Vitória da Suécia, se encontraram no ponto exato do meio da ponte para comemorar a sua conclusão. A inauguração oficial foi em 1 de junho 2000, com a rainha Margarida II da Dinamarca e com o rei Carlos XVI Gustavo da Suécia. A ponte foi aberta para o tráfego mais tarde nesse dia. Antes da inauguração, 79 871 corredores competiram na maratona de Amager (na Dinamarca) para Skåne (na Suécia) em 12 de junho de 2000. A ponte foi concluída três meses antes da data prevista.

Inicialmente, o uso da ponte não era tão grande como esperado, que era geralmente atribuído aos custos da travessia. No entanto, em 2005 e 2006, houve um rápido aumento do volume de tráfego sobre a ponte. Este fenômeno pode ser devido a migração pendular entre Copenhague e Malmö,já que os custos de moradia no lado sueco eram mais baratos. A tarifa do pedágio na época era de 260 coroas dinamarquesas, que equivaliam a 325 kronas suecas ou a 36 euros (no entanto, descontos de até 75% estão disponíveis para os utilizadores regulares). Em 2007, quase 25 milhões de pessoas viajaram ao longo da ponte, totalizando a soma de 15,2 milhões de euros pagos nos pontos de pedágios por carros e ônibus e 9,6 milhões de euros em passagens de trem.

Características[editar | editar código-fonte]

A ponte tem uma das mais longas linhas de cabos e fios do mundo (em 490 metros). A altura do pilar é de 204 metros (669 pés). O comprimento total da ponte é de 7845 metros (25 738 pés), que é aproximadamente metade da distância entre as terras dinamarquesas e suecas, e o seu peso é 82 mil toneladas métricas. Na ponte, os dois traçados ferroviários estão abaixo do tabuleiro com quatro faixas de rodagem rodoviária. A ponte tem uma folga vertical de 57 metros (187 pés), embora a maioria dos barcos de tráfego em todo o Oresund ainda passe sobre o Estreito de Drogden (onde se situa o túnel). A ponte foi projetada por Arup.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Ponte do Øresund
Ícone de esboço Este artigo sobre uma ponte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.