Projeto Radam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrows 2.svg
Foi proposta a fusão deste artigo ou se(c)ção com Projeto Radambrasil. Pode-se discutir o procedimento aqui.
Editor, considere adicionar mês e ano na marcação. Isso pode ser feito automaticamente, com {{Fusão|1=Projeto Radambrasil|{{subst:DATA}}}}.

O projeto Radam (Radar na Amazônia) foi um processo de "documentação", de levantamento sobre o relevo brasileiro, utilizando como base imagens geradas por radar. Foi desenvolvido pelo Governo brasileiro, mais especificamente pelo Ministério de Minas e Energia através do Departamento Nacional de Produção Mineral - DNPM e com recursos do PIN - Plano de Integração Nacional.

Radam[editar | editar código-fonte]

O projeto foi iniciado com o nome de Radam, apenas, pois com o auxílio de um aviãomotocicleta equipado

Radam Brasil[editar | editar código-fonte]

Em julho de 1975 passou a se chamar Radam Brasil, sendo ampliado para o todo o território nacional, e foi um dos maiores projetos já realizados, buscando o levantamento de recursos naturais, incluindo geologia, geomorfologia, solos, vegetação e uso do solo. Também permitiu um maior reconhecimento do território brasileiro.

Especificações[editar | editar código-fonte]

A plataforma utilizada nos dois projetos foi o avião Caravelle. A altitude média do levantamento foi de 12 km e a velocidade média da aeronave, 690 km/h. O sistema de imagens utilizado foi o GEMS (Goodyear Mapping System 1000), que opera na banda X (comprimentos de onda próximos a 3 cm e freqüência entre 8 e 12,5 GHz).