Ptolemaeus (cratera marciana)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cratera Ptolemaeus
Phaethontis.JPG
Mapa do quadrângulo de Phaethontis, a cratera Ptolemaeus está no centro-esquerdo.
Planeta Marte
Tipo cratera de impacto
Coordenadas 46.21° S, 157.6° W
Diâmetro 165.18 km
Quadrângulo Phaethontis
Epônimo Cláudio Ptolemeu

A cratera Ptolemaeus é uma cratera em Marte localizada no quadrângulo de Phaethontis a 46.21° latitude sul e 157.6° longitude oeste. Ela possui um diâmetro de 165.18 km e recebeu este nome em honra a Cláudio Ptolemeu, um astrônomo greco-egípcio (~ 90-160 AD).[1]

Grande parte da superfície de Marte é coberta por um manto fofo espesso, o qual acredita-se ser uma mistura de gelo e poeira. O manto rico em gelo, com espessura de poucos metros, faz com que a superfície fique mais fofa, mas há locais em que esta apresenta uma superfície desnivelada, lembrando a superfície de uma bola de basquete. Sob certas condições o gelo poderia derreter e fluir encosta abaixo, criando ravinas. Por haver poucas crateras nesse manto, conclui-se que o manto é relativamente jovem. Uma excelente vista deste manto é a imagem da borda da cratera Ptolemaeus, vista pela HiRISE.

Mudanças na órbita e inclinação de Marte provocam mudanças significativas na distribuição de gelo de água desde regiões polares até as latitudes equivalentes às do Texas. Durante certos períodos climáticos o vapor d'água escapa da capa polar e vai para a atmosfera. A água retorna ao solo em latitudes mais baixas na forma de depósitos ou gelo misturado generosamente com a poeira. A atmosfera de Marte contém uma grande quantidade de finas partículas de poeira. O vapor d'água se condensa sobre as partículas, então as partículas maiores carregadas de água caem e se amontoam no solo. Quando o gelo no topo da camada superficial volta para a atmosfera ele deixa poeira para trás, isolando o gelo restante.[2]

Referências

  1. Blue, Jennifer. Ptolemaeus (cratera marciana) Gazetteer of Planetary Nomenclature. USGS Astrogeology Research Program.
  2. MLA NASA/Jet Propulsion Laboratory (2003, December 18). Mars May Be Emerging From An Ice Age. ScienceDaily. Visitado em 19 de fevereiro de 2009, from http://www.sciencedaily.com /releases/2003/12/031218075443.htmAds by GoogleAdvertise