Robert Devereux

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Robert Devereux, 2.º Conde de Essex, segundo Marcus Gheeraerts o Jovem

Robert Devereux, 2.º Conde de Essex (10 de novembro de 1566 – 25 de fevereiro de 1601), "favorito" da Rainha Isabel I de Inglaterra, é o mais conhecido dos "Condes de Essex" (Earl of Essex). Foi um herói militar e "favorito" da Rainha mas, depois de uma fraca campanha militar em 1599 contra os rebeldes irlandeses durante a Guerra dos Nove Anos, enfrentou a sua soberana e foi executado sob a acusação de traição.

Passagem por Portugal[editar | editar código-fonte]

Durante o conflito entre a Inglaterra e Espanha, governada por Filipe II de Espanha (Filipe I de Portugal), o 2.º Conde Essex comandou uma esquadra que passou por diversos pontos da Galiza e de Portugal exercendo atos de corso e vandalismo, como sejam, por exemplo, os casos de Faro (em que saqueou e incendiou a Sé Catedral), Faial (em que saqueou diversas igrejas, nomeadamente as da Praia do Almoxarife e Faial da Terra) e Ilha de São Miguel (1597).[1]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Durante o governo desta ilha açoriana por Rui Gonçalves da Câmara, 1.º Conde de Vila Franca.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]