Rui Veloso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rui Veloso
Rui Veloso.jpg
Informação geral
Nome completo Rui Manuel Gaudêncio Veloso
Nascimento 30 de Julho de 1957 (57 anos)
Origem Lisboa
País  Portugal
Gênero(s) Rock, Blues
Instrumento(s) vocal, guitarra, piano, harmónica
Período em atividade 1980–actualmente
Página oficial Rui Veloso.net

Rui Manuel Gaudêncio Veloso[1] CvIHComIH (Lisboa, 30 de Julho de 1957) é um músico português[2] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rui Veloso canta, em 2006, no Porto.

Nascido em Lisboa, mas criado desde os três meses de idade no Porto, é filho do engenheiro Aureliano Capelo Veloso, ex-presidente da Câmara Municipal do Porto. É igualmente sobrinho paterno do General Pires Veloso, ex-governador de São Tomé e Príncipe.

Cantor, compositor e guitarrista, começou a tocar harmónica aos seis anos. Mais tarde deixar-se-ia influenciar por B. B. King e Eric Clapton, e lançou, com vinte e três anos, o álbum que o projectou no panorama da música nacional, Ar de Rock. Dele fazia parte a faixa Chico Fininho, um dos maiores sucessos da obra de Rui Veloso e de Carlos Tê, seu letrista.

Entre os seus restantes sucessos fazem parte Porto Sentido, Não Há Estrelas No Céu, Sei de Uma Camponesa, A Paixão (Segundo Nicolau da Viola) e Porto Covo.

A 10 de Junho de 1992 foi feito Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique pelo Presidente Mário Soares.[3]

Na década de 1990 integrou o Rio Grande, formado por Tim, João Gil, Jorge Palma e Vitorino, num estilo de música popular com influências alentejanas que alcançou uma considerável popularidade. Dessa experiência resultariam dois discos, um de originais em 1996, outro ao vivo, em 1998.

Em 2000 lançou a compilação O Melhor de Rui Veloso - 20 anos depois, seguindo-se um disco de tributo dedicado ao seu álbum de estreia: 20 anos depois - Ar de Rock.

Em 2003, a mesma formação dos Rio Grande, mas sem Vitorino, voltou a juntar-se no projecto Cabeças no Ar, dedicado a canções nostálgicas que remontam aos tempos da escola, entre elas O Primeiro Beijo.

Regressou aos discos de originais, em 2005, com A Espuma das Canções. Em 2 de Junho de 2006 actuou no Rock in Rio em Lisboa, precedendo os concertos de Carlos Santana e de Roger Waters. No mesmo ano comemorou vinte e cinco anos de carreira, ocasião brindada com três concertos, dois no Coliseu do Porto e um no Pavilhão Atlântico. Em 2008 colaborou com a banda Per7ume no tema Intervalo, que foi um record de vendas nacional. Em 2009 lançou o álbum Rui Veloso ao Vivo no Pavilhão Atlântico. No ano de 2010, o Rui Veloso, conhecido como "Pai do Rock Português" comemorou 30 anos de carreira com concertos no Coliseu de Lisboa e no Coliseu do Porto, esgotando ambos.

Como empresário abriu o seu próprio estúdio, o Estúdio de Vale de Lobos, situado em Vale de Lobos, perto de Belas, e fundou também a editora Maria Records, que acabou por fechar.

Em concerto no Rock in Rio 2006

Rui Veloso foi elevado a Comendador da Ordem do Infante D. Henrique a 30 de Janeiro de 2006 pelo Presidente Jorge Sampaio[4] .[3]

Em Agosto de 2014, o cantor anunciou que iria suspender a sua carreira, por considerar "difícil (...) aceitar a realidade do país".[5]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ao vivo[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lista de associados da Audiogest (em português) Actividades Culturais / Ministério da Cultura (25 de Julho de 2007). Visitado em 1 de Janeiro de 2014.
  2. Marta Ribeiro. RUI VELOSO / O Rock Português do "Chico Fininho" TuGuitarras. Visitado em 11 de dezembro de 2012.
  3. a b Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas Presidência da República Portuguesa. Visitado em 2013-04-09. "Resultado da busca de "Rui Veloso"."
  4. Chancelaria das Ordens Honoríficas Portuguesas (7 de março de 2006). Ordem do Infante D. Henrique / Comendador Diário da República nº 47. Visitado em 11 de dezembro de 2012.
  5. Rui Veloso retira-se dos palcos, Diário de Notícias (10-08-2014), página visitada em 11 de agosto 2014
  6. Oiça o novo álbum de Rui Veloso a partir desta segunda-feira no JN Jornal de Notícias (17 de Novembro de 2012). Visitado em 11 de dezembro de 2012.
  7. Emissão Especial Antena 1 / Rui Veloso e Amigos RTP. Visitado em 11 de dezembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rui Veloso