Ryukyu kobudô

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Kobudo (古武道?), como é comumente conhecido por seus praticantes, ou Ryukyu Kobudo (assim chamado para se distinguir do Koryu, que eventualmente é denominado da mesma maneira), é a arte marcial que agrega o uso de diferentes armas tradicionais cuja técnica foi desenvolvida ou aprimorada em Okinawa e nas demais ilhas do arquipélago Ryukyu, ao sul do Japão. Usualmente o termo Kobudo é traduzido como “caminho das antigas artes marciais”.

História do Kobudo[editar | editar código-fonte]

A história do Kobudo está intimamente ligada à história de Okinawa. Ao longo do século XIV os diversos territórios da ilha haviam se unificado em torno de três reinos beligerantes. Acredita-se, por conta disso, que esse tenha sido um período de grande desenvolvimento nas artes marciais. O século XV trouxe a vitória do reino de Chuzan sobre os demais, permitindo que a ilha fosse unificada sob um governo independente.

Décadas depois, o poder central institui uma série de mudanças no arquipélago, incluindo a proibição de portar espadas. Em decorrência, técnicas próprias começaram a ser desenvolvidas para a utilização de instrumentos agrícolas e do dia-a-dia como armas de defesa pessoal. Não existe consenso entre os pesquisadores se a iniciativa ocorreu entre os habitantes comuns (agricultores, pescadores, etc.) ou entre os Peichin – a classe guerreira de Ryukyu.

É praticamente certo, no entanto, que o prospero comércio nos séculos XV e XVI entre Ryukyu e diversos países asiáticos contribui para o desenvolvimento do kobudo. Fortes similaridades são encontradas entre antigas armas chinesas e aquelas utilizadas no arquipélago.

Em 1609 Ryukyu foi invadido pelo han Satsuma (ligado ao shogun Tokugawa), que reforçou a política de banimento de armas, incluindo a proibição da importação de armas de metal. Esse cenário torna-se rico para o desenvolvimento de artes marciais não dependentes da espada, que por fim irão formar o Karate e Kobudo tal como conhecemos.

Devido às proibições impostas, os ensinamentos dessas artes marciais eram passados de forma velada entre seus praticantes, estando fora do alcance público durante séculos. Da mesma forma pouquíssima documentação foi produzida a respeito, dificultando o entendimento da história de sua criação e desenvolvimento.

Foi somente no início do século XX que mestres como Moden Yabiku, Shinko Matayoshi e Shinken Taira deram início a um trabalho de pesquisa sistemática visando à continuidade da prática do Kobu-dô, tornando-o disponível a toda a sociedade. Temos também a contribuição de Shimpo Matayoshi para a difusao do Estilo Matayoshi Kobudo.

Armas Tradicionais[editar | editar código-fonte]

SAI[editar | editar código-fonte]

o Sai(adaga de três pontas, parecido com um pequeno tridente) é uma arma de kobudo utilizada em trio, duas como armas primárias e uma terceira escondida, caso quem o empunhasse fosse desarmado ou tivesse-o quebrado. Pega-se com a haste principal ao longo do antebraço(não letal) ou com as pontas para frente(letal).

Antes de ser usado como arma, era usado em construções de cercas. Não é muito usado em situações reais fora de casa hoje em dia, por ser difícil de esconder, entretanto é letal. É também, entre as armas de kobudo, a mais difícil de se manusear.

O sai deve ter no máximo o tamanho do antebraço de quem o empunha, nunca ultrapassando esse tamanho para não se perfurar.

Pode ser usada com vários objectivos:

  • Atingir com o pomo de metal;
  • Perfurar com a haste principal;
  • Cortar ou prender com as 2 hastes menores;
  • Unir os dois sais na diagonal, para defender um possível ataque na cabeça, geralmente feito por armas de artes marciais;
  • Quebrar katanas(espadas) travando-as nas hastes menores;
  • Como arma de arremesso, atravessar armaduras, algo possível pelo seu peso padrão de 600 gramas(geralmente arremessados contra um oponente empunhando armas longas).

NUNCHAKU[editar | editar código-fonte]

o Nunchaku ou barras duplas é uma arma utilizada isoladamente.

Pode ser usada com vários objectivos:

  • Imobilizar um membro de um adversário
  • Desarmar um adversário
  • Dar uma pancada com a madeira no adversário
  • Outros

TONFA[editar | editar código-fonte]

A Tonfa (cacetete que a polícia utiliza) é uma arma de kobudo utilizada aos pares.

Pode ser usada com vários objectivos:

  • Bater com a ponta mais curta no adversário
  • Bater com a ponta mais longa no adversário
  • Bater com a estrutura em si no adversário, pegando na ponta
  • Imobilizar o Adversário
  • Outros

BO[editar | editar código-fonte]

o Bo é basicamente um bastão que possui um tamanho padrão de 1,80 metro de comprimento. Existem alguns um pouco mais curtos, de 1,50 metro e outros mais longos, de 2 metros. Era usado para carregar os baldes presos em cada ponta.

Pode ser usado com vários objectivos:

  • Bater com as pontas no adversário
  • Picar o adversário com uma das pontas
  • Outros

Eku[editar | editar código-fonte]

Eku é o remo que era utilizado em okinawa, que passou a ser usado como arma de defesa.

Kama[editar | editar código-fonte]

Kama é uma pequena foice utilizada aos pares ou sozinha. era usada nas plantações de cereais e outros.

Ícone de esboço Este artigo sobre artes marciais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.