Sputnik 22

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sputnik 22
Organização  União Soviética
Estado Inativo
Data do lançamento 24 de outubro de 1962
Lançado por Molniya 8K78
Local do lançamento Cosmódromo de Baikonur, Tyuratam, Cazaquistão
Retorno 29 de outubro de 1962
Finalidade Ciência Planetária
Configuração
Massa 893.5 kg
Dimensões
NSSDC ID 1962-057A

Sputnik 22 (também conhecido como Korabl 11 e Marte 1962A) foi uma tentativa de missão a Marte, lançada pela União Soviética em 24 de outubro de 1962.

Foi presumivelmente semelhante à missão Marte 1 lançada oito dias mais tarde. A sonda tinha uma massa de 893,5 kg era anexada no andar superior de uma nave espacial SL-6, com uma massa total de 6500 kg. Foi lançada numa órbita estacionária da Terra de 180 × 485 km, com uma inclinação de 64,9 graus e explodiu, ou quando estava a entrar em órbita, ou quando se estava preparando para se colocar na trajetória de Marte. Em qualquer caso, a nave espacial quebrou em muitos pedaços, alguns dos quais aparentemente permaneceram em órbita da Terra por alguns dias1 .

Isto se passou durante a Crise dos Mísseis de Cuba e durante alguns dias houve receio que a União Soviética estivesse tentando um ataque nuclear.

Referências

  1. The Soviet Mars program, Professor Chris Mihos, Case Western Reserve University (em inglês)


Ícone de esboço Este artigo sobre sondas de Marte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.