Taguatinga (Tocantins)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Taguatinga
Bandeira de Taguatinga
Brasão de Taguatinga
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 10 de junho
Fundação 10 de junho de 1872
Gentílico taguatinguense
Prefeito(a) Eronides Teixeira de Queiroz (PSDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Taguatinga
Localização de Taguatinga no Tocantins
Taguatinga está localizado em: Brasil
Taguatinga
Localização de Taguatinga no Brasil
12° 24' 14" S 46° 26' 09" O12° 24' 14" S 46° 26' 09" O
Unidade federativa  Tocantins
Mesorregião Oriental do Tocantins IBGE/2008 [1]
Microrregião Dianópolis IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Arraias, Aurora do Tocantins, Ponte Alta do Bom Jesus e Luíz Eduardo Magalhães (BA)
Distância até a capital 465 km
Características geográficas
Área 2 437,386 km² [2]
População 15 053 hab. (TO: 14º) –  IBGE/2010[3]
Densidade 6,18 hab./km²
Altitude 634 m
Clima tropical (marcado pela altitude)
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,667 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 101 572,831 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 991,52 IBGE/2008[5]
Página oficial

Taguatinga é um município brasileiro do estado do Tocantins.

História[editar | editar código-fonte]

Antes da chegada dos europeus ao continente americano, a porção central do Brasil era ocupada por indígenas do tronco linguístico macro-jê, como os acroás, os xacriabás, os xavantes, os caiapós, os javaés, etc.[6]

A partir do século XVIII, a região sudeste do atual estado de Tocantins foi colonizada por bandeirantes, aventureiros e missionários religiosos, que ali fundaram diversas cidades, detentoras atualmente de importante património histórico. A catequese de índios e a utilização da mão de obra escrava caracterizaram a colonização.

A cidade de Taguatinga especificamente teve a sua origem na Fazenda Brejo no século XVIII,[7] de propriedade de uma família numerosa. Pela fertilidade de suas terras atraiu grande número de pessoas interessadas no trabalho rural e, com o tempo, se tornavam agregados, proprietários. Nas proximidades da fazenda haviam outras tantas que também abrigavam pessoas atraídas pelas mesmas circunstâncias.

Em 1834 o povoado já florescente recebeu o nome de Santa Maria, onde Francisco Lino de Souza, então próspero comerciante edificou uma capela e para seu altar decidiu adquirir uma imagem de Santa Maria.[8] Antes mesmo que a compra fosse efetuada passou pela região, com destino ao Estado da Bahia, uma família procedente de Taipas, hoje distrito de Conceição do Tocantins, que conduzia uma imagem de Nossa Senhora da Abadia e que se dispôs a cedê-la ao proprietário. Concordaram ambos que a Padroeira fosse a referida santa até quando a família regressasse para buscar a imagem, o que nunca ocorreu.[8] A Capela foi elevada a categoria de Paróquia de Santa Maria de Taguatinga pela Lei nº. 105, de 05 de dezembro de 1840.[8]

Em 1855 o povoado de Santa Maria de Taguatinga foi elevado à categoria de vila,[7] conforme Lei Província nº. 4, de 06 de novembro do mesmo ano e criado o município que foi mais tarde suspenso pela Lei nº. 355, de 1 de agosto de 1863.

Em 1868, por Lei nº. 425, de 10 de novembro, a Vila Santa Maria de Taguatinga foi restaurada e a sua instalação realizou-se em 10 de junho de 1872, ficando o termo pertencente à Comarca de Paranã.

Em 1918 foi criada a Comarca de Taguatinga, com sede na Vila de Santa Maria de Taguatinga.[7]

Em 1948, foi criado o município de Taguatinga.[7] A "terra das palmeiras", como é conhecida Taguatinga, ainda conserva seus casarões do século XIX.

Taguatinga hoje possui cerca de 15.053 habitantes (IBGE 2010).

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O sufixo "-tinga" significa "branco" em língua tupi. Já sobre o prefixo "ta’wa-" há alguma controvérsia.

Em algum momento "ta’wa" foi traduzido como "ave", e "ta’wa’tinga" significaria neste caso "ave branca. Mas Taguá, uma espécie de argila amarelada ou vermelha, vem do tupi "ta’wa" (que pode ter originado também a palavra "taba", casa indígena). Assim, "ta’wa" significa "barro", e "ta’wa’tinga''" significa "barro branco.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Taguatinga insere-se na região oriental do Tocantins. Possui uma área total de 2 437,386 km², segundo o documento “Áreas dos Municípios Tocantinenses”, elaborado pelo Instituto de Geociências Aplicadas - IGA, datado de 1995.

Do ponto de vista geográfico, a sede municipal situa-se a uma latitude 12º24’14” sul e uma longitude 46º26’09” oeste.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. CHAIM, M. M. Aldeamentos Indígenas (Goiás 1749-1811). Segunda edição. São Paulo: Nobel, 1983. p. 48
  7. a b c d e Taguatinga Portal do Governo do Estado do Tocantins. Visitado em 19-07-2012.
  8. a b c Histórico da Paróquia de Taguatinga Página da Paróquia Nossa Senhora da Abadia. Visitado em 19-07-2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Taguatinga (Tocantins)