Thompson (submetralhadora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Submetralhadora Thompson
ThompsonM1A1VWM.jpg

M1A1
Tipo Submetralhadora
Local de origem  Estados Unidos
História operacional
Em serviço 1938 - 1971
Histórico de produção
Criador Jonh T. Thompson
Data de criação 1917 - 1919
Período de
produção
1921 - presente
Quantidade
produzida
~ 1.700.000
Variantes Persuader, Annihilator, M1921A1, M1927, M1928A1 e M1A1
Especificações
Peso 4,8kg
Comprimento 852 mm
Calibre .45 ACP
9 mm Parabellum
.30 Carbine
Ação blowback
Cadência de tiro 600 - 1.200 tpm
Alcance efetivo 50m
Sistema de suprimento carregadores rectos de 20 ou 30 munições ou tambores de 50 ou 100 munições

A Thompson representa uma família de submetralhadoras dos Estados Unidos da América. Sua utilização era comum tanto entre as forças policiais quanto entre os mafiosos e gângsteres.

História[editar | editar código-fonte]

A Thompson foi projetada pelo General John T. Thompson entre 1917 e 1919 e fabricada pela Auto-Ordnance Corporation. Era uma arma refinada, com coronha e empunhaduras de madeira e um acabamento de muita classe. Tal qual suas correspondentes MP40 (Alemanha) e Sten (Inglaterra), ela foi uma das primeiras submetralhadoras (ou pistolas-metralhadoras). Foi muito usada pelos gângsteres americanos na época da proibição, e ficou eternizada como o símbolo de Al Capone.

As primeiras versões podiam utilizar um carregador tipo tambor, com 50 cartuchos, que permitia dar uma rajada bem maior de tiros, mas era propenso a falhas. Quando os Estados Unidos entraram na Segunda Guerra Mundial foi introduzido o modelo M1 (e, depois, o seu sucessor, o M1A1) que possuía um carregador reto convencional de 20 cartuchos, mais seguro, e sua fabricação foi simplificada para facilitar a produção em massa. Houve ainda a Thompson M1A2, que tinha um carregador de 30 projéteis.

Geralmente usada por oficiais e sargentos, a Thompson foi a submetralhadora padrão do exército americano e também foi usada pelos Ingleses em África. No entanto, tinha um coice forte, o que dava uma certa desvantagem em relação à sua rival MP40/I. Chegou a ser modestamente utilizada na guerra do Vietnam. Sua munição era o .45 ACP.

Variantes[editar | editar código-fonte]

Persuader: versão experimental, municiada por fita de munições, desenvolvida em 1918;
Annihilator: versão experimental, municiada por carregadores rectos de 20 ou 30 munições, desenvolvida entre 1918 e 1919. Para esta versão também foram desenvolvidos carregadores em tambor de 50 e 100 munições;
Thompson Model 1919: versão inicial de produção, com as características da Annihilator. Foram produzidas apenas 40 unidades;
Thompson Model 1921: primeiro modelo de produção em larga escala, apelidada de "Arma Anti-Bandido", em virtude de equipar uma grande número de forças policiais dos Estados Unidos;
Thompson Model 1923: modelo desenvolvido com a intenção de substituir a Browning Automatic Rifle no Exército dos Estados Unidos. Caracterizava-se por disparar a munição .45 Remington-Thompson (mais potente e com maior alcance que a .45 ACP utilizada nas versões anteriores), com guarda-mão horizontal, bipé e suporte para baioneta. O Exército dos EUA decidiu, no entanto não adoptar o modelo;
BSA Thompson: modelo europeu da Thompson, fabricado sob licença pela Birmingham Small Arms Company (BSA) no Reino Unido, a partir de 1926;
Soldado britânico em 1940, armado com uma M1928 com carregador em tambor.
Thompson Model 1927: versão com capacidade limitada a tiro semi-automático da Model 1921. Esta arma não era classificada como submetralhadora, mas sim como carabina semi-automática. Algumas Model 1927 foram construídas a partir da substituição de alguns componentes em unidades do tipo Model 1921;
Thompson Model 1928 ou M1928: primeiro modelo da Thompson adoptado pelas forças armadas dos Estados Unidos (com a designação US Submachine Gun, Cal .45, M1928). Consistia na versão Model 1921 adaptada para uma cadência de fogo inferior, para corresponder às condições da Marinha dos Estados Unidos;
M1928A1: variação da M1928, com alterações que incluiram a substitução do punho frontal, por um guarda-mão horizontal e a introdução de uma bandoleira militar;
M1: variante introduzida em 1942, resultante de uma maior simplificação da M1928A1, com coronha fixa, cadência de tiro reduzida para 600-700 tpm e capacidade limitada a carregadores rectos. Oficialmente designada US Submachine Gun, Cal .45, M1;
M1A1: versão da M1 com um selector de fogo simplificado, colocado em ambos os lados da caixa da culatra e reforço das miras traseiras;
Thompson Model 1927A1: versão com capacidade limitada a tiro semi-automático, produzida para o mercado civil, entre 1974 e 1999. Apesar da denominação, o mecanismo interno da arma é completamente diferente da Model 1927;
Thompson Model 1927A3: versão semelhante à Model 1927A1, mas adaptada para utilizar munições de calibre .22;
Thompson Model 1927A5: variante semi-automática, mais leve, sem coronha e com o cano mais curto, classificada como pistola.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Thompson (submetralhadora)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

No jogo eletrônico Resident Evil 4, após você terminar o mini-jogo "Separate Ways" Você desbloqueia uma Metralhadora Thompson Infinita com o Vendedor de Armas por 1.000000.000 de Pesetas (Ptas.), mas no jogo o nome da metralhadora é "Chicago Typewriter" (o apelido da arma)

No jogo Grand Theft Auto V , na DLC Valentine's Day Masssacre você consegue a Metralhadora Thompson na Ammu Nation , mas no jogo o nome da metralhadora é '' Metranca '' (em Português Brasil)

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.