Trump International Hotel and Tower (Chicago)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trump International Hotel and Tower (Chicago)
Trump International Hotel and Tower w Chicago.jpg
Trump International Hotel and Tower (Chicago)
Avenida North Wabash 401
Chicago
 Illinois
 Estados Unidos
Status Completo
Inauguração 30 de janeiro de 2008 (6 anos)
Período de construção 2005-2009
Pedra fundamental 17 de março de 2005
Uso Hotel, residencial, condomínio
Altura
Antena 415 m (1,362 ft)
Telhado 356,9 m (1,170 ft)
Área 241,550 sq. m
Construção
Arquiteto Skidmore, Owings and Merrill
Contratante Bovis Lend Lease
Desenvolvedor Trump Organization

O Trump International Hotel and Tower é um arranha-céus na 401 N. Wabash Avenue no centro de Chicago, Illinois nomeado pelo famoso promoter Donald Trump.

Este é actualmente o segundo edifício mais alto de Chicago atrás do Willis Tower. No entanto, o Chicago Spire, cuja construção está parada de momento, será maior que esses edifícios. O Trump International Hotel and Tower tem 415 metros de altura e 96 andares que servem para diversos usos. Apesar das constantes dificuldades,a construção foi concluída.[1]

A primeira seção do edifício a ser inaugurada foi o hotel, cuja abertura estava prevista para dezembro de 2007, mas foi adiada para fevereiro de 2008.[2]

Localização[editar | editar código-fonte]

A torre está localizada no local antes ocupado pelo Chicago Sun-Times, um dos dois maiores jornais da cidade. Está localizada no início da Rush Street à oeste da Wrigley Building e da Michigan Avenue Bridge. E também logo a leste do Marina City e do 330 North Wabash. A localização deste edifício ao norte do rio Chicago o torna um dos pontos mais destacados da paisagem como as montanhas próximas ao Lago Michigan, o porto lacustre, ultrapassando a Columbus Drive Bridge.

Arquitetura[editar | editar código-fonte]

Design[editar | editar código-fonte]

O design do edifício incorpora 3 setbacks que dão uma aparência de continuidade com os edifícios ao redor. Os setbacks foram desenhados para refletir a altura dos edifícios ao redor: o primeiro reflete o Wrigley Building, o segundo espelha o Marina City Towers, e o terceiro rebate a altura do 330 North Wabash (formalmente conhecido como IBM Plaza).

Layout[editar | editar código-fonte]

O edifício ocupa uma área total de 2.6 milhões m², tem 90 andares, 472 luxuosos condomínios residenciais, incluindo 3 banheiros 5 suítes, e ainda 286 quartos de hotel 5 estrelas e salas para convidados.[3] Os andares 3 e 20 são usados como lobbies, área de comércio e estacionamento.[3] Existe também um spa no 14º andar e Mezzanine.[3] Hotéis e suítes executivas estão localizados nos andares 17° a 27°.[3] Os andares 29° até o 85º são ocupados por condomínios residenciais.[3] Os andares 86° a 89° são a cobertura do prédio.[3]

Altura[editar | editar código-fonte]

O edifício quebrou o recorde de mais alto edifício residencial, que desde 1969 pertenceu ao John Hancock Center, também em Chicago. Note que este edifício abrigará condomínios residenciais e hotel, por isso não colocará em cheque o recente recorde da Torre Eureka em Melbourne, Austrália que possui 80 andares de uso exclusivamente residencial..

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Quando o planejamento do edifício começou em 2000, foi anunciado que este seria o futuro mais alto edifício do mundo. Após os ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, Trump diminuiu a altura para evitar que o edifício se tornasse um alvo em potencial de ataques terroristas.

O edifício desenhado por Skidmore, Owings, & Merrill foi primeiro apresentado em 2001. De acordo com o Chicago Tribune, a companhia construiu em torno de 50 modelos antes de chegar ao esboço final. No entanto, o desenho não agradou nem aos arquitetos tampouco os residentes de Chicago. Uma revisão subseqüente em julho de 2002 resultou no atual desenho para o edifício. Em janeiro de 2004, uma outra revisão converteu os andares 17 a 26 em condomínios e quartos de hotel.

Construção[editar | editar código-fonte]

As obras já se encontram terminadas. O edifício é a maior estrutura em fôrma do mundo. Moldes de concreto vem sendo usados, pois o uso da tradicional estrutura de aço requer uma estrutura que pode ser muito maior para o tamanho da propriedade, proporcional a altura da planta do edifício. O concreto líquido permite que andares sejam construídos apenas bombeando concreto centenas de metros acima do nível do solo. Em 19 de setembro de 2007, o Trump International Hotel and Tower foi mostrado na série Built It Bigger do Discovery Channel como High Risk Tower (Torre de Alto Risco).

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. As Trump tower rises, worries pile up Chicago Tribune (October 18 2005). Página visitada em 2006-10-20.
  2. "Opening of hotel in Trump Tower delayed", Chicago Buisness, Crain Communications, Inc, 19 September 2007. Página visitada em 2007-09-20.
  3. a b c d e f Trump Organization. (Unknown last update). Project overview. Retrieved May 09, 2007, from http://www.trumpchicago.com/tbrochure.pdf

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Trump International Hotel and Tower (Chicago)