Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidad Pedagógica e Tecnológica da Colômbia
UPTC
Escudo UPTC.svg
Uptc
Lema Futurum Ædificamus
Fundação 10 de outubro de 1953 (60 anos)
Tipo de instituição Universidade Pública, nacional
Localização Tunja, Colômbia
Reitor(a) Gustavo Orlando Álvarez
Página oficial www.uptc.edu.co

A Universidad Pedagógica y Tecnológica de Colombia (em português Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia) conhecida também como a UPTC é uma das maiores universidades do país e constitui-se em um dos centros colombianos de excelência no ensino e na pesquisa[1] . O Ranking U-Sapiens Colombia classificou a UPTC como a melhor universidade do departamento de Boyacá, bem como a sétima melhor universidade do país[2] . De acordo com seu anuário estatístico (2011), seu corpo discente é composto por 26.910 estudantes, 25.521 de graduação com matrículas ativas em cursos presenciais e 1389 estudantes de pós-graduação[3] .

A universidade está localizada principalmente na cidade da Tunja, Boyacá, com atuação em sete departamentos. Seus principais campi são o campus Central na Cidade Universitária, que abriga as principais unidades de desenvolvimento da ciência e a tecnologia. Há também uma unidade isolada: a Faculdade de Ciências da Saúde, no prédio do antigo Hospital San Rafael. Em Sogamoso foi concebido um dos polos da engenharia, em Duitama foi implantado o polo da administração, em Chiquinquirá está o polo de mineralogia e gemologia. O centro de pós-graduação de doutorado está localizado na cidade de Bogotá.

História[editar | editar código-fonte]

A Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colombia é descendente dos primeiros cursos de ensino superior da Colômbia. Criada em 10 de outubro de 1953 através do Decreto Nacional 2655 pelo então presidente Gustavo Rojas Pinilla, a instituição recebeu o nome de Universidade Pedagógica da Colômbia. Sua história, porém, é bem mais antiga e confunde-se com a própria história do desenvolvimento cultural, econômico e social do país; muitos dos seus cursos vêm da época da implantação do ensino de nível superior no país.

No início, o vice-presidente da república Francisco de Paula Santander fundou a Universidade da Boyacá em 30 de maio de 1827. Numa fase posterior, surgiu dela uma nova instituição, a Escola Normal Nacional Masculina que se consolidou com uma filosofia pedagógica criada em 1872 a partir da tendência educacional do naturalismo de Pestalozzi. A Escola Normal se transformou e implantou o curso de educação em 1928 que levou à criação da primeira faculdade de educação da Colômbia em 1934.

Esta instituição reuniu a faculdade de Ensino da Universidade Nacional e a Escola Normal Nacional Femenina constituindo-se a Escola Normal Superior da Colômbia pela lei de 21 de fevereiro de 1936. Com isso, representou papel fundamental na implantação do ensino de nível superior no país na área da educação. Em 10 de outubro de 1953 através do Decreto Nacional 2655 foi criada a "Universidade Pedagógica da Colômbia". Progressivamente foram-se somando outras faculdades tais como a Faculdade de Medicina em 1958 e a Faculdade da Engenharia em 1964 para formar a atual Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia. A tradição de seus cursos pioneiros no ensino deu-lhe o papel de celeiro dos professores que implantaram os demais cursos de nível superior na Colômbia.

Em 2010, a instituição obteve o avaliação "alta qualidade" do Ministério da Educação na maioria dos seus cursos para quatro anos[4] .

Ensino[editar | editar código-fonte]

Graduação[editar | editar código-fonte]

Os 52 cursos de graduação abrangem todas as áreas do conhecimento e são distribuídos entre os períodos integral (I), noturno (N) e final de semana (D). Cada curso está vinculado a uma unidade acadêmica. Abaixo estão descritos todos os cursos oferecidos pelo polo central em Tunja e pelos polos regionais. O termo licenciatura possui o mesmo significado do que no Brasil.

Ciências Agro-pecuárias

Ciências Exátas

Ciências Econômicas e Administrativas

Ciências da Educação

Ciências da Saúde

Direito

Engenharia

Polo de Chiquinquirá

Polo de Duitama

Polo de Sogamoso

Campi[editar | editar código-fonte]

Avenida central, Tunja.
Polo da UPTC na cidade de Chiquinquirá.
Polo de Sogamoso

Cidade Universitária de Tunja[editar | editar código-fonte]

  • Polo Central, sede dos prédios da administração universitária, da Biblioteca Jorge Palacios Preciado, da Praça Camilo Torres Restrepo, da maioria de faculdades e escolas e da Escuela Normal Superior Santiago de Tunja.

Avenida Central del Norte, 150003 Tunja

Polos Principais[editar | editar código-fonte]

  • Polo de Sogamoso

Calle 4 Sur 15-134. 152211,Sogamoso

  • Polo de Duitama

Carrera 18 23-55. 150461, Duitama

  • Polo de Chiquinquirá

Calle 14A 2-36. 154640, Chiquinquirá

  • Polo de Bogotá

Carrera 14 44-51. 110311, Bogotá

Centros de programas de extensão[editar | editar código-fonte]

Polos de Educação a Distância[editar | editar código-fonte]

Relações internacionais[editar | editar código-fonte]

A UPTC mantem parcerias com universidades de 17 países, principalmente da Argentina, Cuba, Espanha, França e México mas também com as universidades de Aveiro e de Lisboa no Portugal e as universidades Estadual de Londrina, Estadual de Campinas e Nove de Julho no Brasil.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia

Referências