Vassili Zaitsev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vassili Zaitsev
Nascimento 23 de Março de 1915
Eliniski, Óblast de Cheliabinsk, Rússia
Morte 15 de Dezembro de 1991 (76 anos)
Kiev, Ucrânia
Nacionalidade Soviético
Prêmios Ordem de Lenin Ordem da Bandeira vermelha Ordem da Bandeira vermelha Ordem da Guerra Patriótica 1 grau

Medalha de Bravura Medalha para comemorar 100 anos do nascimento de Vladimir Ilitch Lenin Medalha de Defesa de Stalingrado Medalha de vitória sobre a Alemanha na Grande Guerra Patriótica de 1941-1945
Medalha de vinte anos de Vitória na Grande Guerra Patriótica, 1941-1945 Medalha Trinta Anos de Vitória na Grande Guerra Patriótica de 1941-1945 Medalha de quarenta anos de Vitória na Grande Guerra Patriótica de 1941-1945 Medalha 30 anos do Exército soviético e da Marinha
Medalha de 40 anos de Forças Armadas da URSS Medalha de 50 anos de Forças Armadas da URSS Medalha de 60 anos de Forças Armadas da URSS Medalha de 70 anos de Forças Armadas da URSS

Herói da União Soviética  Ordem da Guarda Soviética

Serviço militar
Patente Capitão

Vassili Grigoryevich Zaitsev (em russo: Васи́лий Григо́рьевич За́йцев) Eliniski, 23 de Março de 1915 - Kiev, 15 de Dezembro de 1991) foi um soldado russo, notabilizado como franco-atirador durante a Batalha de Stalingrado, na Segunda Guerra Mundial, com um total de 242 soldados e oficiais alemães mortos no conflito e 468 ao fim da guerra.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Zaitsev era neto de caçador e aprendeu a atirar ainda criança, caçando em Eliniski, sua terra natal junto aos Montes Urais, onde vivia como pastor.

Inicialmente foi incorporado na infantaria da marinha e chegou a Stalingrado em 20 de Setembro de 1942, com a 284ª Divisão de Fuzileiros. Brevemente foi erguido à categoria de herói nacional, pois os franco-atiradores eram então muito estimulados pelo general Vassili Chuikov, comandante do 62º Exército, encarregado da defesa da cidade contra os ataques do 6º Exército alemão.

Ele fixava uma mira telescópica no seu fuzil Mosin-Nagant modelo M91/30, calibre 7,62 x 54 mm, que facilmente penetrava os capacetes dos alemães, causando dezenas de mortes por tiros certeiros na cabeça.

Os números divulgados pelos soviéticos naquela época apontam estimativas de que mais de mil alemães foram mortos por franco-atiradores durante a Batalha de Stalingrado, sendo anunciado que Zaitsev fora responsável por 225 dessas mortes (232 e 242 em outras fontes). Ao fim da guerra, este número subiria para cerca de 468, antes de Zaitsev ser cegado por um morteiro. Ele também atuou como instrutor de franco-atiradores do Exército Soviético.

Após seus serviços prestados na Grande Guerra Patriótica, ele saiu do exército e foi trabalhar em uma fábrica. Ele faleceu a 15 de Dezembro de 1991, aos 76 anos, na cidade de Kiev, Ucrânia.

Títulos e ordenações[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Círculo de Fogo (2001) foi baseado em sua historia

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]