Wikipédia:Esplanada/propostas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
▼ Ir ao fim da página ▼
Bem-vindo(a) à se(c)ção propostas da Esplanada!
Esta secção é utilizada para discutir novas ideias e propostas para saber a opinião da comunidade. Pode ser sobre a alteração ou criação de predefinições, páginas, políticas, etc. Tenha em mente que as decisões da comunidade são baseadas no método do consenso. Veja também as mudanças recentes nas esplanadas.


Arquivamento de pedidos de bloqueio

Precedente Wikipédia:Esplanada/propostas/Robô para arquivar pedidos de bloqueio (8fev2013)

Caros. Noto frequentemente que alguns pedidos de bloqueio são abandonados por administradores sem resposta alguma. Nesse momento mesmo, vários pedidos aguardam alguma intervenção. Como a página de Bloqueios fica gigante, é comum ela sobrecarregar e gerar erros se não for frequentemente arquivada (vide en:Wikipedia:Template limits).

Nos últimos tempos, eu tenho feito esse arquivamento manualmente para evitar a sobrecarga e, quando o faço, opto por arquivar também os pedidos que não tiveram atenção de nenhum administrador. Faço isso porque notei que isso não ocorre por falta de atuação dos administradores, mas por simples falta de interesse nos casos, pois outros pedidos são prontamente atendidos, e a falta de resposta se mantém por semanas (ou meses) e não se altera.

Assim sendo, minha proposta é prever esse arquivamento na Wikipédia:Política de bloqueio:

Arquivamento de pedidos

Passados 15 dias do pedido de bloqueio sem que haja a intervenção de um Administrador, o pedido poderá ser arquivado como inconclusivo por qualquer usuário (exceto pelo usuário indicado ao bloqueio), podendo ser proposto novamente, a qualquer momento, se as condições que justifiquem o bloqueio tenham se mantido inalteradas ou se novas ocorrências que possam endossar o bloqueio venham a acontecer.

O que acham? --Diego Queiroz (discussão) 23h57min de 17 de novembro de 2014 (UTC)

  • Proponho três dias é mais q suficiente. Se não se bloqueia alguem a pedido por tres dias inteiros, tempo mais q suficiente pra mais de 20 adms verem do q se trata e mesmo assim ninguém bloqueia, vai se bloquear depois pq? Facilita os trabalhos e limpa a área. Não há nenhuma necessidade de esperar metade de um mês pra um simples pedido de bloqueio, 99% deles são atendidos no mesmo dia. A ideia é boa, o prazo é exageradissimo. MachoCarioca oi 00h04min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
@MachoCarioca: Symbol support vote.svg Concordo Ao pensar em um prazo, tentei ser razoável supondo uma eventual inatividade ou falta de admins atuantes, mas reduzir o prazo me parece bastante plausível também. Vamos aguardar a posição de mais usuários, mas não me oponho que o prazo seja ajustado. Além disso, incluí um pequeno parenteses no texto da proposta (exceto pelo usuário indicado ao bloqueio), para impedir que o "arquivador" seja o próprio indicado ao bloqueio. --Diego Queiroz (discussão) 00h35min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
20 administradores? SorrisoTeles«fale comigo» 00h44min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
São mais de 35, razoavel imaginar que em tres dias pelo menos uns 20 passem por ali. Que fossem meia duzia .. MachoCarioca oi 00h47min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Na Wikipédia em português existem 21 administradores que fizeram uma edição na semana inteira. Os outros não editam há uma semana e esse é um padrão; tenho um script que mostra o número em toda página que acesso. Desses 21, poucos bloqueiam. Dos que bloqueiam, poucos respondem à página em questão. Está mais pra meia dúzia mesmo.
O que ajudaria seria haver um robô que arquivasse os pedidos respondidos rapidamente, deixando os não respondidos mais evidentes. Entrar em contato com o café dos programadores pra saber se alguém pode fazer isso.—Teles«fale comigo» 00h55min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
A ideia do robô é boa, tudo q facilitar a vida por aqui diminuindo a burocracia ou deixando a interface mais clean tem meu voto. Robô e arquivamento de pedidos não respondidos depois de três dias, quem quiser, se ainda quiser, que refaça o pedido. Dificilmente algum demora mais q algumas horas pra ser respondido. MachoCarioca oi 01h00min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Avisei no café dos programadores e na coordenação robótica. Cumprs. Lijealso (discussão) 01h02min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Para fazer o arquivamento automático seria necessário alterar a organização dos pedidos de bloqueio, para que funcionassem de forma semelhante à Esplanada, isto é, cada pedido seria uma subpágina. O que acham? --Diego Queiroz (discussão) 01h11min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Apesar que, pensando melhor, fazer essa alteração envolve tantas mudanças (mudança na estrutura, criação de scripts, configuração de robôs, etc) que preferiria que a discussão não seguisse esse rumo, pois acho que a proposta pode seguir de forma independente de haver ou não um arquivamento automático. --Diego Queiroz (discussão) 01h14min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Não precisa. Páginas como m:Steward requests/Permissions usam robôs pra arquivar apenas reconhecendo a predefinições que indicam que houve resposta. Eu cheguei a perguntar a um usuário que usa esses robôs no Meta, mas ele ficou pouco ativo.—Teles«fale comigo» 01h19min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
De fato, impossível não é. Mas é muito problemático programar esse tipo de robô, pois faz ele depender completamente de regex para funcionar, e isso não é muito bom. --Diego Queiroz (discussão) 02h03min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário O período de três dias é muito curto. É verdade que no caso de interrupção de vandalismo, em três dias o bloqueio já deixou de fazer sentido. No entanto, existem razões para que o pedido continue aberto mais algum tempo para análise. Mesmo que já não seja necessário o bloqueio, podem continuar a ser necessárias outras ações, como reverter vandalismo em massa, acrescentar um item à blacklist, suprimir conteúdo ofensivo, eliminar, etc etc.

Para além disso, uma parte dos pedidos também diz respeito a long term abuse. Ou seja, a um conjunto alargado de violações que decorreram ao longo de semanas/meses e em que a pertinência de um bloqueio não se esgota ao fim de três dias. Antero de Quintal (discussão) 01h15min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

@Antero de Quintal: Quanto tempo você acha que seria mais razoável? --Diego Queiroz (discussão) 02h04min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Concordo com o Antero pelas razões expostas por ele, principalmente na citação o conjunto de violações que decorreram ao longo de dias. O período de três dias é muito curto. DARIO SEVERI (discussão) 07h58min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Um bloqueio dever ser feito - ou não - unica e exclusivamente pelo motivo pelo qual ele é pedido. (em relação ao pedido em si). No mais, três dias é o tempo q adms tem pra apoiarem ou nao um bloqueio nas DB, não há porque ser diferente no proprio pedido em si. É tempo demais até.MachoCarioca oi 09h49min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
MachoCarioca, aconteceu comigo diversas vezes que alguém pede o bloqueio, confiro e noto que o mesmo só fez dois vandalismos ou não foi avisado o suficiente para ser bloqueado, deixo em aberto e depois de dois dias confiro de novo se ele continuou a vandalizar ou se pelo menos foi avisado de uma maneira correta, e ai sim o bloqueio. Por isso acho o prazo de 3 dias um pouco curto. Se o pedido foi arquivado e ninguém se interessou em abrir um novo o vândalo iria ficar sem ser punido e não teriamos prevenido novos vandalismos. DARIO SEVERI (discussão) 10h03min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Exato, veja q no seu exemplo acima, vc teve os três dias. :-) MachoCarioca oi 10h05min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
  • A maioria dos pedidos de bloqueio são feitos a IPs. Como a grande maioria dos IPs são atribuídos dinamicamente, só vale a pena a bloqueá-los na hora. Se passadas algumas horas e o IP não voltou a editar, é pouco provável que edite. Bloquear o IP neste caso ainda tem o efeito negativo de impedir de editar um potencial editor mal intencionado. Lechatjaune msg 10h11min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
  • Eu citei ele continuou a vandalizar, não vamos bloquear editores depois de 3 dias que vandalizaram, isso seria absurdo. Só que se o pedido for arquivado cedo demais pode ser que quem o abriu se sinta desmotivado em abrir um novo pedido sobre o mesmo infrator. DARIO SEVERI (discussão) 10h26min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
@DARIO SEVERI: Particularmente, eu não tenho nenhuma exigência com relação ao prazo. Mas no caso que citou, creio que bastaria o Administrador dar alguma posição, talvez indicando que o caso está em observação ou negar indicando que não houve avisos suficientes. Ao fazer isso, você acabaria estendendo o prazo por mais alguns dias (3 dias, pela proposta do MachoCarioca). Essa proposta tem o intuito de arquivar apenas aos casos em que os pedidos são realmente ignorados. --Diego Queiroz (discussão) 10h54min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
  • Para mim, a solução é aumentar o número de administradores e eliminadores. Acho que, ao longo do tempo, nós ficamos exigentes demais com o estatuto. Veja que sempre que há um editor pedindo corretamente o bloqueio de alguém, o editor gasta tempo fazendo o pedido, o admin gasta tempo lendo e respondendo. Em muitos casos, analisar um pedido de bloqueio não é fácil, pois as edições acontecem em tópicos com os quais o admin não está familiarizado e ele se sente inseguro em efetuar o bloqueio sem um análise mais criteriosa. Lechatjaune msg 11h35min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Gostei da ideia, porém gostaria de citar algumas modificações que eu faria. Acho que 3 dias é muito pouco. Também acho que colocar esse texto na Política de bloqueio seria um local meio que inadequado. Que tal adicionarmos essa nova seção em Wikipédia:Pedidos, já que é mais relacionado com o que estamos propondo? O que acham também de não só aplicar essa ideia nos bloqueios, mas também aplicá-las nos outros pedidos? Enfim, proponho adicionar esse texto em Wikipédia:Pedidos:

Arquivamento de pedidos

Os pedidos de bloqueio e proteção, após passados uma semana sem nenhuma intervenção administrativa, podem ser encerrados e/ou arquivados (exceto pelo usuário indicado ao bloqueio). Os pedidos de páginas protegidas, desproteção, restauro e supressão podem ser encerrados e/ou arquivados após 15 dias. Qualquer um dos pedidos podem ser propostos novamente, a qualquer momento, se as condições que justifiquem o bloqueio tenham se mantido inalteradas ou se novas ocorrências que possam endossar o bloqueio venham a acontecer.

Acho uma semana razoável nesses dois pedidos, já que os mesmos são de alta visualização pelos administradores. Após isso, um bloqueio, na maior parte dos casos, perde seu efeito, tanto quanto a proteção. Já nos outros pedidos, acredito que 15 dias seja um tempo ideal, já que esses são menos visualizados por administradores e a frequência dos pedidos é menor. Paulo Eduardo Discussão 11h42min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

@PauloEduardo: A ideia é boa, mas Política de bloqueio é diferente da Política de proteção, que é diferente da Política de eliminação/Restauro e por aí vai. Logo não teria um local apropriado para inserir esse texto na redação que propôs. Sugiro que o texto seja separado para que possa ser incluso separadamente em cada uma das políticas. --Diego Queiroz (discussão) 12h06min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
@Diego Queiroz: por isso estou propondo que o texto seja colocado em Wikipédia:Pedidos. Como eu disse, fica estranho colocar um texto que se refere ao arquivamento dos pedidos, e não necessariamente a política de como um administrador deve agir na hora de bloquear. Por isso colocar tudo em Wikipédia:Pedidos. O que acha? Paulo Eduardo Discussão 12h10min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Até concordaria, mas lá não tem nenhum lugar apropriado para inserir um texto desses. ;/ --Diego Queiroz (discussão) 12h20min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Fiz uma "montagem" com a magia do botão mostrar previsão. É assim que eu planejo que essa política seja colocada. Paulo Eduardo Discussão 12h41min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Citação: Paulo Eduardo escreveu: «Acho uma semana razoável nesses dois pedidos, já que os mesmos são de alta visualização pelos administradores.» Se são de alta visualização pelos adms, mais um motivo porque uma semana é um tempo aburdamente longo para ficar mofando ali. Especialmente os de proteção. Se vai levar até uma semana para q um pedido de proteção seja atentido, nada adianta, o verbete já está destruído Três dias é mais do q suficiente, seguindo a mesma regra de DB. MachoCarioca oi 12h24min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Pessoalmente, eu discordaria do MC. Mas, se formos analisar na prática, até que tem razão. Não encontrei nenhum pedido de bloqueio que foi atendido após uma semana. Os que foram atendidos, foram em no máximo 3 dias. Os que não foram, ainda estão lá, ou foram negados. Por isso concordaria em colocar 3 dias, mesmo que na minha opinião pessoal seria pouco... Paulo Eduardo Discussão 12h41min de 18 de novembro de 2014 (UTC)
Poi é, vc foi ao ponto. O raciocínio deve ser sempre pragmático e prático, de acordo com o que se vê no dia a dia, e nada burocrático, isso só atravanca o progresso hehe. MachoCarioca oi 12h43min de 18 de novembro de 2014 (UTC)

Estou fazendo um pedido de robô para arquivar os pedidos de bloqueio. Inicialmente vou arquivar os marcados come feito que parece ser consensual, vou aguardar um consenso para arquivar os sem resposta. Danilo.mac(discussão) 14h20min de 19 de novembro de 2014 (UTC)

Danilo.mac Sou totalmente contra em arquivar pedidos de bloqueios não atendidos em 72 horas, não há necessidade de um prazo tão curto, bloqueios não atendidos são utilizados para o controle do artigo e verificar posteriores vandalismos, como este exemplo, onde apliquei um bloqueio posterior a 72 hora (3 dias) do pedido feito, (ver [1]) devido o vandalismo ter aumentado em relação ao dia do pedido. Pode-se adotar o período de uma semana. DARIO SEVERI (discussão) 00h49min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Separando:Se forem pedidos para IP, pode arquivar sem dó. Se forem editores registrados, sou favorável a uma semana de prazo (7 dias corridos). José Luiz disc 00h52min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Corretíssima a observação do José, não sei se é possível fazer este 'desmembramento', mas se for estou de pleno acordo. DARIO SEVERI (discussão) 00h59min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── As páginas de pedidos deveriam estar divididas entre pedidos para atuação em vandalismo e pedidos para atuação em outros incidentes, como acontece na en.wiki e em várias outras wikis. Ver os dois tipos de páginas em en:Wikipedia:Administrator intervention against vandalism (vandalismo) e en:Wikipedia:Administrators' noticeboard/Incidents (incientes genéricos). O tipo de abordagem, análise e necessidade de ponderação entre as duas páginas é completamente diferente. Atuar em vandalismo é óbvio e não exige grande análise, mas antes intervenção urgente. Passado alguns dias já não faz sentido bloquear. Por outro lado, existem outros tipos de pedidos de intervenção que exigem uma análise mais aprofundada e até a possibilidade de mais evidências e algum diálogo entre administradores e visado. Antero de Quintal (discussão) 01h23min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Os pedidos de bloqueio são pontuais. Niinguém pede um bloqueio ali porque X é chato mas pq X fez GE aqui (indica) ou Y me xingou ali (indica). Ora, se um conselho de adms precisa de três dias para decidir se houve uma GE ali ou se houve um xingamento cá ao invés de 3 min, melhor todos entregarem o estatuto pq não servem pra isso. Se durante três dias ninguém bloqueou ou negou o bloqueiode algum pedido pontual, é pq na duvida era para não bloquear, arquive-se e deixem a seção mais limpa. Sds MachoCarioca oi 01h33min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

Concordo com as observações do José Luiz e do Dario. Só quem realmente participa dos bloqueios sabe que nem todo caso é simples e não existe esse mundo ideal de 100 administradores pagos pra trabalhar exclusivamente com bloqueios. Quem não sabe vai falar o que quiser, achar o quiser sem perceber que o argumento é totalmente fora da realidade.
Bom ver que o Danilo tá trabalhando no robô. Precisamos disso há anos. Acho válido pensar em separar as páginas como citou o Antero. Em página exclusiva pra vandalismos mais óbvios o tempo de arquivamento pode até ser de um dia se usada corretamente.—Teles«fale comigo» 02h08min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

Como se fosse ser necessario ser adm pra saber isso, como se receber o estatuto transformasse alguém em capaz e quem não tem em incapaz. É um passe de mágica! Vc se torna totalmente capaz de avaliar um pedido de bloqueio segundos depois de receber o estatuto, mesmo q leve dez dias pra isso!. E é um incapaz de analisar se não o tem!. Não há nada de "irreal" na minha colocação e vc é o maior exemplo. Qto tempo vc leva pra bloquear alguém nestas situações indicadas? Segundos depois q vê. Não o viu por tres dias? Tem mais uma duzia aqui pra ver além de vc. Não há porque esperar dias e dias com um pedido de bloqueio aberto sem resposta nenhuma, só atravanca. Vão por mim, encarem a realidade e parem com tanta burocracia inutil.MachoCarioca oi 02h19min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
A questão está em que uma análise feita em "segundos" só é válida para pedidos simples, como os de vandalismo. Por isso é que é importante separar os tipos de bloqueio. Os outros pedidos exigem tempo, leitura de diffs em discussões por vezes longas e o histórico do editor. Demora tempo e, principalmente, um pedido por abusos sistemáticos que decorrem ao longo de semanas/meses, não perde a validade ao fim de três dias. Antero de Quintal (discussão) 02h25min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Então aqui falou que só se aprende fazendo pra ficar bonito no discurso. Entendi. Então quem é administrador por anos tem a mesma experiência de quem nunca foi. Entendi.—Teles«fale comigo» 02h42min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Faça-me o favor Teles, experiência de anos pra fazer um bloqueio? A unica experiencia necessaria para ser adm e poder fazer bloqueios de registrados é conhecer o funcionamento da comunidade e suas regras, qualquer um aqui com mais de algus meses de casa sabe perfeitamente o que se bloquear ou não, é só olhar o manual. O mais dificil é analisar uma situação por inteiro coisa q poucos ou nenhum adm faz ou sabe fazer, mas isso leva apenas mais alguns minuots e não tres dias. Francamente... Não entendeu não. MachoCarioca oi 03h07min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Qualquer um com uma mínima experiência em bloqueio sabe o quanto é absurdo dizer que há vinte administradores se dedicando aos bloqueios por exemplo, como foi dito sem a menor noção dos fatos. Isso é o evidente pra quem conhece. Quem não conhece ignora aquilo que desconhece, como dizem. Fácil mesmo é vir e falar o que quiser, sem ter a responsabilidade de provar qualquer coisa.—Teles«fale comigo» 04h17min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
O q tem a ver experiência em bloqueio com número de bloquadores? Eu não falei em nenhum número, estou falando sobre tempo necessario, seja um ou quarenta.. Não entendeu de novo. MachoCarioca oi 05h04min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Sim Antero, pode-se separar prazos para vandalismo de IPS e problemas com usuarios registrados, mas não há nenhuma necessidade de dias pra isso, três dias é bastante tempo, até demais. Pedidos em PB são pontuais, por determinada ação. Vai lá, olha e decide. Não são por "abusos sistemáticos que decorrem ao longo de semanas/meses", isso aí vai pra DB, pedindo à comunidade q se manifeste, vc mesmo já fez isso mais de uma vez. Ali em PB é pra pedidos pontuais. MachoCarioca oi 02h30min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Quando falam em separação será algo como na wiki.en, em en:Wikipedia:Administrator intervention against vandalism e en:Wikipedia:Administrators' noticeboard/Incidents? No primeiro caso, situações mais simples, julgo que o bot retira as entradas relativamente rápido. Lijealso (discussão) 02h37min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Esse bot é interessante porque também arquiva automaticamente o pedido após o bloqueio, o que evita o trabalho moroso de se ter que se voltar à página, editar, escrever que se bloqueou e fechar a predefinição. Antero de Quintal (discussão) 03h05min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Diff de exemplo, onde é o próprio bot que, ao mesmo tempo que remove o pedido, informa no sumário o autor e tempo do bloqueio]. Antero de Quintal (discussão) 03h09min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Essa é uma possibilidade também, ou arquivar ou marcar como feito quando alguém bloqueia o usuário. mas também tem uma questão que o Diego Queiroz ponderou lá no pedido de robô, tem pedidos que recebem comentários após serem marcados como feito, então uma questão a ser discutida também é quando arquivar os pedidos marcados como feito. O robô pode sim diferenciar pedidos de bloqueio de IPs e de registrados sem precisar dividir a página, mas para diferenciar por algo subjetivo como tipo de pedido teria que dividir a página em duas ou colocar algum tipo de identificação no pedido. Danilo.mac(discussão) 03h47min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Muito interessante esse bot da en.wiki. Mas eu ainda sou a favor de colocar os pedidos em sub-páginas (como na Esplanada, PEs, etc). Isso tornaria mais fácil a localização de pedidos anteriores e tornaria muito mais fácil o arquivamento automático por Bots. O problema seria apenas reestruturar toda a página. --Diego Queiroz (discussão) 11h47min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
Acredito que a divisão apropriada não seria entre registrados e não-registrados, como apontado acima. O ideal seria criar uma página específica para intervenções contra vandalismo (de usuários registrados ou não), com arquivamento rápido dos pedidos por bot, tão logo estes sejam atendidos, e outra página de escopo mais generalista, voltada a intervenções acerca de conflitos de edição, conduta de usuários etc. No segundo caso, creio que não seria necessária a mesma sistemática de arquivamento. Entretanto, deve-se tomar o cuidado de não tornar o espaço em uma página de diálogo para a prorrogação dos conflitos de edição, evitando, assim, assuntos transversais. Ruy Pugliesi 14h17min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
A sugestão original de separação é precisamente nesse sentido, tal como acontece na en.wiki e noutros projetos. Antero de Quintal (discussão) 14h42min de 22 de novembro de 2014 (UTC)
A última proposta e a sinalização dos seus comentários, sim. Mas há sugestões de dois usuários acenando com a possibilidade de separação dos pedidos de bloqueio para não-registrados. Ruy Pugliesi 16h56min de 22 de novembro de 2014 (UTC)

O robô já está funcionando, ele está arquivando os pedidos com 15 dias sem comentários enquanto não se tem consenso sobre prazo menor. Danilo.mac(discussão) 18h08min de 29 de novembro de 2014 (UTC)

Olá, sugiro a separação em duas páginas. Uma para actuações mais rápidas e simples, para os seguintes itens da PB:

  1. 3.9 Vandalismos leves
  2. 3.15 - Guerras de edições (específicamente quebra da regra dos 3R)
  3. 3.20 - Regras específicas para IP (para casos até 1 dia de bloqueio)

e potencialmente;

  1. 3.18 -Contas de propósito propagandístico
  2. fantoches (de acordo com WP:PATO)
  3. nomes impróprios

O resto para outra página para casos menos óbvos. Cumprs. Lijealso - 21h57min de 29 de novembro de 2014 (UTC)

  • Symbol support vote.svg Concordo com a sugestão do Lijealso. Lord MotaFala 21h24min de 3 de dezembro de 2014 (UTC)

Predefinição usuário inativo

Colegas,

Há muito que considero inadequado e até ofensivo que alguém coloque a predefinição {{Usuário inativo}} na página de usuário de outro editor. Considero improdutivo apagar o conteúdo das PUs pois frequentemente vejo-me olhando versões no histórico para obter informações sobre determinado editor e imagino que outros façam o mesmo. Afirmar que o conteúdo de uma página de usuário deixou de ser útil para a comunidade porque o editor parou de editar há algum tempo não me parece nem verdadeiro, pois suas contribuições continuam no ar. Minha proposta é que apenas os próprios donos das PUs usem essa predefinição. Concordam? Lechatjaune msg 16h38min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

@Lechatjaune: Symbol support vote.svg Concordo. A expressão "deixou de ser útil para a comunidade" precisa ser modificada. Para quem não está familiarizado com as políticas, principiantes, a primeira impressão é que "passou a ser inútil" ou "descartável", que foi desligado do projeto.PauloMSimoes (discussão) 16h55min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo BelanidiaMsg 17h18min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Com certeza. Um pouco de ética, nunca vai mal. Vitor MazucoMsg 18h16min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Concordo. Predefinição completamente desnecessária. Queria saber quem foi o gênio que inventou isso, e porquê aprovaram o uso dela. Qual a necessidade de limpar todo o conteúdo da página do editor e substituir por isso?
Sou a favor de remover a predefinição das páginas em que ela foi colocada sem a permissão do usuário e voltar com a penúltima revisão, e no casos do próprio editor ter colocado a predef, dar um subst nela. !Silent (discussão) 18h53min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta, a não ser que seja estabelecido um determinado um tempo de afastamento (explícito na documentação) para que outro usuário possa adicionar a predefinição. --HVL disc. 19h14min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo --Diego Queiroz (discussão) 19h46min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Se o conteúdo fosse realmente "inútil" para a comunidade, ele seria simplesmente eliminado, e não apenas oculto e mantido no histórico. Cabe ao próprio editor decidir se branqueia a sua página ou não, e também é responsabilidade dele anunciar sua saída. Victão Lopes Diga! 19h56min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta por achar inconveniente o termo "inútil" na página de usuários que deram contribuições significantes ao projeto. Entretanto, talvez faça-se necessário identificar que o mesmo não está mais ativo (tendo em vista um tempo mínimo de ausência de edições). Luiz Fernando Fritz (discussão) 20h51min de 20 de novembro de 2014 (UTC)


Symbol support vote.svg Concordo Talvez anexando na página do usuário algum tipo de comunicado horizontal no topo, que ele pode estar inativo, mas sem apagar nada. Este aviso seria colocado apenas quem tem muitas edições. --OS2Warp msg 21h08min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Trata-se de um meio simples e eficaz de rapidamente verificar que determinada pessoa está inativa, evitando perder tempo a escrever uma mensagem que não vai ser respondida. Se o texto é ofensivo (eu não considero), basta modificar o texto. Quanto ao problema de ter que abrir o histórico, isso aplica-se para qualquer arquivo de páginas de discussão? Antero de Quintal (discussão) 21h16min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

@Todos Outro caso (que está no mesmo contexto, pois está linkado na mensagem) é o título deste artigo, que acho grosseiro, dá a impressão que o editor que deseja sair está sendo menosprezado. Que tal também modificar isto ?
Quanto à mensagem em questão, na página do usuário inativo, acho que poderia ser criada uma predefinição de agradecimento à comunidade, para ser utilizada pelo usuário que está saindo (com opção de informar se retorna ou não). Neste caso, ele mesmo iria inserir (apagar o conteúdo da PU seria sua opção também). Outro caso seria haver uma mensagem para ser colocada na PU de usuários inativos a um determinado tempo (a ser definido) com alguma imagem mais apropriada que aquele botão cinza, e sem aquela frase "deixou de ser útil". Poderia haver mais de uma mensagem, por exemplo uma inicial com uma interrogação e elogios ao trabalho, com frases do tipo "Percebemos que está inativo a algum tempo. Seu trabalho é importante, etc etc". Não sei se poderiam haver outras, para inatividade mais prolongada. São apenas sugestões para se ter um ponto de partida e mais ideias.
PauloMSimoes (discussão) 21h27min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Antero de Quintal, existe um gadget que mostra a última vez que o usuário realizou uma edição. Não é necessário remover todo o conteúdo da PU de alguém, colocar um aviso exdruxulo lá sem a devida permissão, para saber se alguém está inativo ou não. !Silent (discussão) 21h30min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Antero de Quintal, além de ser inútil conforme !Silent, uma predefinição como esta justamente na página pessoal do utilizador é como uma mensagem dizendo "você esteve longe tanto tempo que não te consideramos mais parte dessa comunidade, não julgamos tuas informações pessoais mais úteis", é como uma lápide dizendo "aqui jaz um ex-editor". Lembre que comunidade é o nosso maior patrimônio e devemos fazer cada esforço para que as pessoas se sintam parte integrante da Wikipédia. Lechatjaune msg 21h46min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
@!Silent: Desculpe, duvido que um novato que só esteja à procura de ajuda de alguém vá ativar um gadjet e verificar a última vez que determinada conta editou.
@Lechatjaune: Se o texto dá a entender isso (eu acho que não, mas ok), basta alterar o texto. Qualquer coisa na linha de "Este editor está inativo e pode não responder a mensagens" é suficiente. Antero de Quintal (discussão) 21h50min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
@Antero de Quintal: Qual a real utilidade disso se sequer o aviso é confiável? Ora, há usuários que retornam à atividade e ninguém vai lá retirar-lhe a tag da PU. Além disso, entendo que a simples invasão da PU já me parece uma coisa chata. Para complementar, há uma diferença de escala de tempo entre o mundo dentro da Wiki e fora. Aqui dentro, um ano é uma era, lá fora, anos passam num piscar de olhos. Lechatjaune msg 21h59min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
A utilidade é indicar, de forma eficaz e expedita, que determinado utilizador está inativo, evitando que se coloque uma mensagem e se fique à espera de uma resposta que nunca vai haver. Antero de Quintal (discussão) 22h01min de 20 de novembro de 2014 (UTC)


Symbol support vote.svg Concordo Como o uso dessa predefinição é totalmente opcional, acho que um usuário colocar ela na PU de alguém que não seja a dele é incorreto, uma vez que o usuário ter deixado sua PU como estava antes dele se tornar inativo pode indicar que ele simplesmente não se importa com esse fato. Além disso, creio que fazer qualquer edição na PU de um usuário sem autorização dele, seja ele ativo ou não, constitui invasão de privacidade.--Leon saudanha 22h38min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

As páginas de utilizador não pertencem aos utilizadores. Antero de Quintal (discussão) 22h39min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
Mas seu o direito de manter seu conteúdo,contanto que não seja impróprio, sim.--Leon saudanha 22h52min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
(conflito) Ok, então posso muito bem chegar na sua PU e edita-la ao meu gosto que você não vai ligar e nem me reverter por isso. E mesmo se quisesse reverter não iria poder, pois a página não é sua. !Silent (discussão) 22h54min de 20 de novembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com a proposta acho terrivel o termo "inútil" na página de usuários que deram contribuições significantes ao projeto.DARIO SEVERI (discussão) 23h51min de 20 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta: A proposta destina-se a proibir a utilização alheia apenas na página de utilizador ou na página de utilizador e na página de discussão? Lendo a proposta inicial, a ideia que transmite é que isto se aplicaria apenas à PU, e não à página de discussão, onde continuaria a poder ser usada. Nesse caso concordo. No entanto, os comentários seguintes dão ideia que o problema está na própria definição e que se quer proibir totalmente o seu uso, inclusive na discussão. Antero de Quintal (discussão) 00h45min de 21 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo, essa predefinição tem que ser apagada. O que é inútil não deve ser mantido.--Mister Sanderson (discussão) 01h47min de 21 de novembro de 2014 (UTC)

Acho que o texto pode ser melhorado, mas em muitos casos essa predefinição serve como proteção para o usuário. Alguns colocam dados pessoais que podem ser facilmente achados por uma busca na internet. A predefinição tem a função não apenas de remover o conteúdo, mas também remove o usuário da busca, ja que ele deixa de ser indexado. Alguns também podem considerar útil remover o usuário de certas categorias de usuário, já que não faz muito sentido que ele seja listado enquanto inativo.
O que eu acho errado é usar essa predefinição enquanto está ativo, pois passa a ideia errada - especialmente para novatos - de que não devemos entrar em contato com ele, pois não responderá, enquanto que o usuário está ativo e deve responder em caso de necessidade.—Teles«fale comigo» 00h44min de 2 de dezembro de 2014 (UTC)

Alterei a parte contestada do texto e troquei por uma mensagem simples de agradecimento. Caso alguém discorde, à vontade para reverter.—Teles«fale comigo» 00h55min de 2 de dezembro de 2014 (UTC)

Proposta de acordo[editar | editar código-fonte]

Proponho que a predefinição seja usada dessa forma somente se o usuário quiser colocá-la em sua PU. Para os casos em que o usuário abandona o projeto, coloca-se uma predefinição mais discreta, com o texto sugerido pelo Antero, no topo da PU e/ou da PDU do usuário, mas sem apagar o conteúdo da página. Onjackmsg 17h19min de 28 de novembro de 2014 (UTC)

Concordo em parte. Deve-se manter a predefinição para ser usada apenas nos casos em que o editor quiser coloca-la na sua PU, porém não deve ser criada nenhuma "predefinição mais discreta". Na minha visão, não se deve alterar a PU de um usuário sem a sua autorização prévia, e isso inclui adicionar avisos no topo da página, mesmo que sem apagar nada. !Silent (discussão) 18h46min de 28 de novembro de 2014 (UTC)
@!Silent: A sua objeção em usar a tag de inativo diz respeito apenas à PU ou ao conjunto PU+PDU? Por exemplo, se no caso de um inativo se usasse a mensagem e limpasse apenas a página de discussão, não alterando nada na PU propriamente dita, estaria de acordo? Antero de Quintal (discussão) 18h58min de 28 de novembro de 2014 (UTC)
Diz respeito a PU e PDU. Qual a necessidade de se limpar a PDU de um usuário inativo? Ela está incomodando em quê?
Eu só seria a favor se fosse para deixar uma mensagem (no final da página, assim como os outros avisos), embora eu também ache desnecessário, não haveria motivos para proibir isso. !Silent (discussão) 20h09min de 28 de novembro de 2014 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── Eu ainda não entendi o que se ganha com isso. Se notou que um editor está inativo, procure entrar em contato e o incentive a retornar ao projeto. Se acha que pode acontecer o improvável evento de um novato tentar entrar em contato com um editor inativo e não obter resposta, vigie as páginas de discussão de usuário ou vigie as edições de novatos. Lechatjaune msg 19h02min de 30 de novembro de 2014 (UTC)

Concordo contigo, Lechat. BelanidiaMsg 15h47min de 1 de dezembro de 2014 (UTC)

!Silent, Lechatjaune e Belanidia, o problema já foi explicado mais acima. Usuários inativos não respondem aos novatos, portanto, não faz sentido não avisar a eles que sua dúvida pode não receber resposta alguma, por isso um aviso discreto no alto da página é algo razoável, um meio-termo justo entre ocultar página de usuários contra a sua vontade, e deixar simplesmente como está. Deve haver é um critério único (quanto tempo de inatividade para colocar a predefinição). Symbol support vote.svg Apoio a ideia. --Zoldyick (Discussão) 01h21min de 2 de dezembro de 2014 (UTC)

Com que frequência usuários novatos procuram usuários que não editam mais por meses? Lechatjaune msg 01h25min de 2 de dezembro de 2014 (UTC)
Acho interessante essa pergunta. Alguém sabe? Eu tenho para mim que não deve acontecer muitas vezes, mas {{carece de fontes}}. BelanidiaMsg 18h45min de 3 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta do Onjack.Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 21h12min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo da proposta de extinção, uma vez que visa a proteger a privacidade do usuário. Vejo, no entanto, que muitos usuários ativos a utilizam indevidamente, talvez como forma de evitar avisos incômodos. Em vez da extinção, por que não ser postada por um robô automaticamente, ao se completarem, digamos, 6 meses sem editar? Yanguas diz!-fiz 20h08min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

@Yanguas, Teles: Sobre essa questão da privacidade, não deve caber ao usuário decidir se o conteúdo apresentado em sua PU fere sua privacidade? O Bot ser feito (eu mesmo programaria ele se for o caso), mas me parece estranho que um conteúdo inserido por ele mesmo, deva ser automaticamente removido após um prazo de validade sob essa argumentação. --Diego Queiroz (discussão) 13h12min de 14 de dezembro de 2014 (UTC)
@Diego Queiroz: Depende. Há usuários que inserem telefone aqui, sem ter a noção exata de que a página é pública e aparecerá em programas de busca. Há quem coloque até seu CPF, há quem peça ajuda ao Luciano Huck (sério). Há quem provavelmente nem se lembre mais da página da wiki que escreveu há 05 anos. Há quem não tenha atingido a maioridade (muitíssimo comum) e escreve diversos dados pessoais na página, o que na Wikipédia em inglês, por exemplo, é motivo de eliminação sem perguntar só pelo fato de o usuário não poder ser considerado capaz de responder por si próprio. É certo responsabilizar o usuário pelo que ele faz, mas não é certo dizer que todos têm a exata noção do quanto sua privacidade foi exposta e é papel nosso proteger os usuários... deles mesmos se for necessário. Sobre privacidade, é isso.
A melhor forma de resolver essas e as outras questões de uma vez por todas é melhorar a comunicação. Se eu colocar a marcação de inativo na página de um usuário e deixar uma mensagem em sua página ou email informando sobre o que fiz, agradecendo pelo trabalho e explicando que aquilo é opcional, que ele pode desfazer se preferir, a ação deixa de possuir esse traço agressivo que alguns citam. Caso ele retorne ou não esteja na verdade inativo, a mensagem impedirá qualquer desconforto relacionado a isso.—Teles«fale comigo» 04h13min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)
A proposta do Yanguas faz sentido, ela seria colocada por um bot depois de 6 meses de inatividade, mas com um texto um pouco melhor, principalmente removendo a parte ... não é mais útil ..... DARIO SEVERI (discussão) 04h40min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)
@Teles: Ok, concordo com você. Nesse caso, acho que realmente é melhor que o trabalho seja realizado por um Bot. Assim que tiver um tempinho eu trabalho nele. --Diego Queiroz (discussão) 12h33min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)
Não quero que um bot coloque um aviso na minha PU se eu estiver 6 meses inativa! Pior a emenda que o soneto ...!!! Se querem colocar um bot na questão, então programem o bot para o seguinte: caso o usuário inativo há 6 meses receba uma mensagem na sua PDU, então o bot enviaria uma mensagem automática a dizer algo como: "O usuário que contactou está inativo há mais de 6 meses, pelo que pode não responder". Isso sim, é algo útil, que resolveria o problema (que raramente acontece) de algum novato querer contactar o usuário, e não ofende ninguém! BelanidiaMsg 11h15min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
Calma Belanidia. Não precisa achar ruim algo que nem existe ainda. Hehehe.  :)
  1. Claro que a mensagem do robô não será a mesma. Podemos redigir outra menos agressiva.
  2. Já pensei que haveria os desinteressados na atuação do robô e, por isso, já imaginei um mecanismo de "Opt-out": eu deixo uma subpágina onde você pode colocar seu nome e o robô ignora sua PU pra sempre.
O que acha dessas ideias? --Diego Queiroz (discussão) 11h27min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
O que acha da minha ideia? :) BelanidiaMsg 11h30min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
Lembro ainda que a sua proposta é muito boa, mas parece que não satisfaz as questões de proteção à privacidade do usuário. Eu mesmo questionei isso, mas me fizeram mudar de ideia. (Leia os comentários do Teles que ele explica o porquê dessa atenção particular em não manter conteúdo que foi abandonado pelos usuários inativos.) --Diego Queiroz (discussão) 11h31min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
PS: Essa última edição foi em conflito, nem tinha visto seu comentário. Hehehehe. --Diego Queiroz (discussão) 11h32min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
@Belanidia: Se você ficar inativa por 6 meses alguém vai colocar na tua PD o aviso (...) "deixou de ser útil para a comunidade" (...), justamente para evitar este tipo de aviso que o bot vai ser criado, usando termos com um pouco mais de delicadeza. Vamos ver o que o Diego nos vai trazer, e como dizem que ele é preocupado com o lado humano tenho certeza que vai sair algo razoável. DARIO SEVERI (discussão) 11h35min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
Sem conflito, hehe! Eu acho que proteger a privacidade de usuários que não estão mais cá é uma coisa e o que estamos aqui a discutir é outra coisa. Tratamento diferente para casos diferentes. Symbol support vote.svg Concordo com os argumentos do Teles, para usuários que estão ausentes há muito tempo, sem nenhuma edição (mais de 1 ano e meio, por exemplo), ou para casos que, ausentes há menos tempo, contenham informações que claramente precisem ser protegidas - nesses casos sim, acho que se justifica que o conteúdo seja eliminado. Para os simplesmente ausentes (menor margem de tempo), acho que a minha ideia, de mensagem automática é muito melhor. Lembrem-se de que um dos principais motivos pró-aviso é a preocupação com os novatos - ora, a minha experiência com os novatos diz-me que eles raramente lêem avisos, pois há muitos deles espalhados pela Pédia, o que os deixa confusos. Nesse caso, a ideia do aviso seria ofensiva para o user e ineficaz para com o novato. Uma mensagem automática seria muito mais eficaz. BelanidiaMsg 11h41min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
"Este usuário está inactivo." Ponto final, sem mais qualificações, um facto inquestionável, não depreciativo, apenas explicatório. Quem quiser por, põe; quem não quiser, não põe. Activos não deveriam por, mas é difícil prever se vai estar realmente inactivo e por quanto tempo. Posso passar messes sem vir aqui trabalhar num artigo, e ainda assim responder a mensagens que ponham na minha página de discussão e posso vir todos os dias durante um mês, mas não estar disponível para ajudar em discussões específicas. Inútil estar a regulamentar isto em demasia. GoEThe (discussão) 12h07min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)

Claro que nada impede também que tenhamos as duas coisas. Podemos fazer algo do tipo:

  • mais de 3/6 meses de inatividade: proposta da Belanidia, apenas responde automaticamente as mensagens enviadas ao usuário inativo.
  • mais de 6/12 meses de inatividade: limpa a PU do usuário inativo.

Que tal? Daí só teríamos que chegar a um consenso sobre esses prazos. --Diego Queiroz (discussão) 16h51min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)

Parece-me bem! BelanidiaMsg 12h16min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)
Continuo discordando de "limpar" a PU do usuário, sem a sua manifestação de vontade, a menos que seja um dos casos que o Teles citou (novato ou menor de idade ter divulgado informações inapropriadas). Concordo em acrescentar um aviso no topo da PU dizendo que ele está inativo, arquivando a PDU e pondo nela o mesmo aviso. Apenas citando um exemplo, o Usuário:Pietro Roveri morreu em 2012 e sua página não foi "limpa", acho que até por respeito à sua memória, deve ser assim mesmo. Vejam a mensagem "Sua página está preservada e não deve sofrer modificações." A única modificação foi o aviso de que faleceu, então pros inativos o procedimento deve ser parecido. Quanto aos prazos para se considerar alguém como inativo e colocar a predefinição, ou só mandar os avisos, sou Symbol neutral vote.svg Neutro, o que decidirem está bom. Onjackmsg 20h36min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)
@Onjacktallcuca: A questão seria como determinar que o usuário é menor de idade (um usuário pode mentir a idade, mas inserir outras informações verdadeiras, por exemplo). O citado pelo Teles no que tange a proteção da privacidade é que devemos proteger o usuário (inclusive dele mesmo) e tomar medidas preventivas para garantir essa proteção. Lembre-se que a ação não deve ser considerada lesiva, pois se o usuário está ativo, basta que ele reverta a edição. Quanto a wikipedistas mortos, eu não entendo muito do assunto, mas penso que o direito sobre os bens e a imagem do falecido são de propriedade da família dele. Embora possa parecer uma mera questão de homenagem ao falecido, manter dados de pessoas mortas pode ser problemático. (mesmo que autorizados por elas enquanto vivas) --Diego Queiroz (discussão) 11h36min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)

Categorias separadas por gênero

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Café dos categorizadores#Categorias separadas por gênero

Normalmente, vejo categorias únicas para homens e mulheres, especialmente em relação à ocupação. Porém, em alguns casos, e tenho visto isso com mais frequência, são criadas categorias específicas para mulheres (a última que me chamou atenção foi Categoria:Tenistas femininos do Brasil, recém-criada, mas há também, por exemplo, Categoria:Atrizes). Gostaria de saber se há alguma discussão/decisão sobre a criação desse tipo de categoria (em que situações é desejável separar) e sobre como organizá-las. Hoje, temos uma categoria com nomes no masculino (Categoria:Atores) ou neutro (Categoria:Tenistas do Brasil) e, como subcategoria, é criada a específica para mulheres. Me parece ter mais sentido, quando criarmos categorias para mulheres, que se crie também a correspondente categoria para homens e que ambas fiquem paralelas (e não uma como subcategoria da outra), buscando-se então distribuir as pessoas entre as duas categorias mais específicas. Por exemplo, na wiki en, há en:Category:Actors e, sob ela, en:Category:Male actors e en:Category:Actresses.

Não encontrei muita discussão antiga sobre isso - se alguém quiser colocar links para discussões passadas que possam contribuir pra essa discussão, seria muito bom. Vi, por exemplo, Wikipédia:Esplanada/Arquivo/2007/Setembro#Categoria:Atrizes, que não se opôs à criação de categorias para atrizes, mas pouco depois a Categoria:Atrizes do México foi redirecionada para a categoria de atores, e depois eliminada. Eamaral (discussão) 04h19min de 23 de novembro de 2014 (UTC)

Complementando: o certo não seria "Categoria:Tenistas femininas do Brasil"? Victão Lopes Diga! 05h12min de 23 de novembro de 2014 (UTC)
Sim, ainda tem isso. Tenista admite os dois gêneros. Para tratar das mulheres tenistas, eu usaria "[as] tenistas femininas". Caso se entenda que o ideal é mesmo subdividir categorias por gênero, essa padronização pode também ser discutida. Particularmente, prefiro o padrão Categoria:Mulheres cineastas ao Categoria:Tenistas femininos do Brasil (ou ainda ao "Categoria:Tenistas femininas do Brasil"). Eamaral (discussão) 03h06min de 24 de novembro de 2014 (UTC)
Também prefiro esse padrão, para os casos em que a ocupação for uma palavra de dois gêneros (conforme citado, "Mulheres cineastas" e "Homens cineastas"; "Mulheres tenistas" e "Homens tenistas"; e assim por diante). Max51diga! 05h30min de 24 de novembro de 2014 (UTC)
  • Creio que esta discussão deveria envolver a comunidade. Que tal levarmos para a Esplanada? Yanguas diz!-fiz 13h08min de 25 de novembro de 2014 (UTC)
Bem colocado, Yanguas ! Fabiobarros (discussão) 19h47min de 25 de novembro de 2014 (UTC)
O único problema que vejo no padrão "Categoria:Homens profissão" e "Categoria:Mulheres profissão" é que não é um título "intuitivo". Se alguém for adicionar tal categoria, a pessoa provavelmente pensaria "hm, é um tenista homem, então vou colocar 'Categoria:Tenistas homens' ou 'Tenistas masculinos'". O que não quer dizer que eu concorde inteiramente com "Categoria:Tenistas masculinos", porque me soa estranho. Quando colocamos "Categoria:Homens tenistas", estamos dizendo: "Aqui você encontra artigos sobre homens que são tenistas". Se colocamos "Categoria:Tenistas homens", estamos dizendo: "Aqui você encontra artigos sobre tenistas que são homens". A ordem das palavras me parece determinar o que estamos "valorizando" no biografado. E na minha visão, se colocarmos "Homens tenistas", estamos valorizando a profissão. Se colocarmos "Tenistas homens", estamos valorizando o gênero. Prefiro "valorizar" a profissão, mas ao mesmo tempo prefiro a forma "Tenistas homens". Victão Lopes Diga! 21h11min de 25 de novembro de 2014 (UTC)

O texto acima foi movido de: Wikipédia:Café dos categorizadores#Categorias separadas por gênero

Penso que em vez de "homens"/"mulheres" se devia utilizar "masculinos"/"femininos". Exemplo : "Categoria:Cineastas masculinos", parece-me muito melhor do que "Homens cineastas" ou " Cineastas homens". --João Carvalho deixar mensagem 16h27min de 30 de novembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o João Carvalho. Um fato que devemos atentar é a padronização para as profissões / ocupações, incluindo aquelas nas quais é possível identificar o gênero. Por exemplo: cantor/cantora. Me parece mais adequado utilizar "Cantores masculinos" e "Cantores femininos" (ou "femininas"?). Felipe P discussão 17h11min de 30 de novembro de 2014 (UTC)

Victor Lopes, eu entendo que a valorização funcionaria de forma oposta à que você descreveu. Pra mim, "tenistas homens" (ou "tenistas masculinos") enfatiza o "tenista". Pra mim, é a melhor opção - até para facilitar a busca por categorias e seu uso mais intuitivo: iremos categorizar a pessoa como tenista e, eventualmente, haverá a divisão entre homens e mulheres. Nomear a categoria como "homens tenistas" me faz pensar mais em uma especificação da categoria "homens" (via "homens por ocupação", por exemplo), que embora possa ocorrer, penso que deve ficar em segundo plano. Assim, tendo a preferir as propostas de "tenistas masculinos" e "tenistas femininas".

Já no caso de profissões em que o nome já define o gênero, olhando individualmente para cada categoria, prefiro a forma mais direta: "cantores" e "cantoras", "atores" e "atrizes". Porém, pensando no sistema, essa escolha levanta alguns pontos:

  • Não se enfatiza o gênero masculino (como, por outro lado, faz "cantores masculinos"), e isso pode levar as pessoas a categorizarem mulheres cantoras com "cantores". Isto provavelmente seria reduzido com o tempo.;
  • Como ficaria a árvore de categorias? O ideal é que "cantores" (homens) e "cantoras" tenham uma categoria-mãe em comum, para "pessoas que cantam" ou "pessoas cantoras" (prefiro esta). Essas me parecem as opções viáveis para a categoria-mãe, mas me parecem pouco intuitivas... No exemplo da wiki en, usam en:Category:Actors e, sob ela, en:Category:Male actors e en:Category:Actresses.

Sobre o outro ponto que levantei, a questão de quando separar masculino e feminino, acho complicado estabelecer casos em que a especificação não poderia ser feita. No máximo, colocaria como recomendação que a especificação fosse feita em categorias grandes e em que, de alguma forma, o gênero influenciasse mais na profissão, como ocorre com atores/atrizes. Esse último ponto é bastante subjetivo, mas, sei lá, não vejo muito sentido, por exemplo, em separar Categoria:Filatelistas em homens e mulheres (mesmo que a categoria tivesse mais artigos). De qualquer forma, não me oporia fortemente a quem quisesse criar. Eamaral (discussão) 13h59min de 1 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário A categorização por género só faz sentido quando a ocupação é influenciada pelo sexo da pessoa; ou seja, estamos a falar principalmente de desportistas e pessoas do mundo do espetáculo. Áreas onde as características sexuais (porte físico, timbre de voz, papéis desempenhados, etc) influenciam diretamente a profissão. No entanto, há uma moda recente, mas que não é exclusiva da pt.wiki, em categorizar todas as mulheres separadamente, mesmo quando o género é completamente irrelevante para o caso. Por exemplo, separar "mulheres cientistas" numa categoria à parte.

Isto é absolutamente retrógrado, sexista e discriminatório, transmitindo a ideia que as mulheres, coitadas, não são cientistas iguais aos homens e precisam da sua própria categorização porque vivem num mundo inferior de critérios diferentes. Esta categorização baralha também o leitor que tem o dobro do trabalho na procura de informação. Já têm havido vários artigos de jornal a ridicularizar, indignar-se e parodiar com esta particularidade da wikipédia, mas diariamente continuam a aparecer novas categorias de "mulheres X". Antero de Quintal (discussão) 04h12min de 3 de dezembro de 2014 (UTC)

Concordo com que o Antero disse. A categoria separada por gênero não faz sentido fora de áreas como esportes, onde o gênero faz diferença. Não seria melhor enquadrar essas categorias: Atores/Atrizes em uma só? Por exemplo, envés de termos duas categorias: Atores e Atrizes do Brasil, poderia ser tudo simplesmente Atores do Brasil , facilitaria muito a pesquisa, e o mesmo poderia ser feito em profissões que o gênero não fizesse diferença. Em relação a proposta, Symbol support vote.svg Concordo com o João Carvalho, em mudar para masculino e feminino, evitaria as questões mencionadas de privilegiar um determinado gênero. Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 21h01min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)

Beatriz, pelo Antero, "pessoas do mundo do espetáculo" (suponho que inclua atores e atrizes), também teriam categoria separada. Eu tendo a concordar que não seria benéfico separar categorias por gênero na maioria dos casos, porém não vejo como definir um critério razoável e objetivo pra isso. Acho muito mais fácil selecionar os que devem ser separados (esportistas, que têm, em geral, torneios diferentes, além de a característica física influenciar diretamente no desempenho da profissão; atores/atrizes, que também disputam prêmios específicos e o fato de ser homem/mulher também não deixa de afetar seus trabalhos) do que os que não devem ser (pro exemplo do Antero, de cientistas, vejo que alguns poderiam apontar que também há prêmios específicos, como o Para Mulheres na Ciência, da Unesco, e que as diferenças de quantidade de cientistas homens e mulheres, e sua desproporção em relação à sociedade, evidenciariam que há diferenças entre ser cientista homem e ser cientista mulher). Qual critério objetivo poderia separar as situações em que a divisão é aceitável das em que não é? O mais direto que pensei é um número mínimo de artigos na categoria (condição necessária, mas não suficiente) pra que a divisão tenha sentido: se só houvesse artigos de 2 futebolistas, um homem e uma mulher, num dado país, teria sentido criar uma categoria pra cada? Ou seria melhor mantê-los juntos até que fossem criados mais artigos que "justificassem" a segregação? Eamaral (discussão) 11h00min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)
Poderíamos usar como principal critério, como você falou Eamaral, profissões que os gêneros têm influência, tinha esquecido que havia premiações separadas para atrizes/atores, e isso pode justificar a separação. A questão de um número mínimo de artigos na categoria é válida, por que tem categorias com apenas um nome; Mas para seguir um "padrão", e não confundir ainda mais, se concordamos é separar os gêneros em desportos e afins, eu acho que é melhor manter mesmo que tenha poucos, apenas por questão de organização, para não ter, por exemplo, categorias de desportos com gêneros separados e outras não. Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 11h24min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)

Na minha opinião, não devemos nos preocupar com a existência de categorias só com um elemento, porque devemos olhar a longo prazo e não ao que existe neste momento. Por exemplo na Categoria:Pilotos de Fórmula 3 Europeia com 27 elementos dos quais só dois são femininos, será que daqui a dois ou três anos não teremos 20 elementos do sexo feminino ? A igualdade de direitos, a emancipação da mulher, etc, tendem a acabar com a exclusividade de profissões e o inverso também é verdade, pois os homens começam a ter profissões que dantes eram exclusivas das mulheres. --João Carvalho deixar mensagem 14h27min de 16 de dezembro de 2014 (UTC)

Realizar EADs por consenso

Introdução[editar | editar código-fonte]

Este é um tema de certa forma recorrente, e foi proposto pela última vez em março do ano passado, pelo Érico Júnior Wouters. Chegou a originar um esboço de proposta feita pela Belanidia em Usuária:Belanidia/EAD-EAB. A discussão ficou parada, então gostaria de trazê-la novamente.

A ideia parte do seguinte pressuposto: o consenso é preferível sempre à votação, e para que haja consenso, é necessário que existam critérios mais objetivos de quais argumentos são válidos, e quais não (como os WP:CDN e WP:APDE em relação as WP:PE). No início de 2013, nós trocamos a WP:EV pela WP:EC, e desde então o nível dos debates melhorou bastante. Então, não deve ser difícil imaginar que a mudança da EAD de votação para consenso iria contribuir para evitar coisas como as que temos visto em Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Afrodite e Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Frozen (2013), com anulação de votos e reversões (não quero discutir quem está certo ali, o que importa é que essa regra de anular voto não dá certo).

Proposta 1: EAD por consenso ao invés de voto[editar | editar código-fonte]

Então a minha ideia do consenso é simples, é baseada na proposta do Érico, mas adaptada:

  • Criação de um grupo de avaliação, eleito em eleição anual, de 5 membros, com 3 suplentes, que deverão avaliar, por maioria simples, os argumentos usados nas EAD, e conferir, ao final da discussão, se o motivo do voto contra ainda persiste, e se está amparado nas regras. Se houver um motivo válido, de acordo com as regras, para o não destaque, o artigo não será eleito, não importa quantos o tenham apoiado. E o contrário também é válido, oposições sem base nas regras também deverão ser desconsideradas. Ressalto que tal grupo não seria novidade, já existe há muito na Wikipédia em Espanhol. Para fazer parte do grupo de avaliação basta ser autorrevisor e ter a confiança da comunidade, por seu conhecimento das regras, e sua imparcialidade.
  • O membro do grupo de avaliação que propuser uma EAD, ou tiver contribuído significativamente com aquele artigo, não poderá apoiar sua conclusão.
  • Se passar o prazo da conclusão da EAD e nenhum dos membros do grupo de avaliação se manifestar, os suplentes serão chamados a opinar, e se estes também não o fizerem, poderá ser feita uma eleição suplementar para escolher mais um membro do grupo, até o final daquele mandato.
;Comentários específicos sobre esta proposta

Subproposta[editar | editar código-fonte]

Substituir a Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Lista por algo semelhante à {{PE-header}}.

;Comentários específicos sobre esta proposta

Proposta 2: Reestruturação da documentação[editar | editar código-fonte]

Substituir Wikipédia:O que é um artigo bom? pelo seguinte conteúdo:

Conteúdo destacado:

Conteúdo bom:

Revalidação:

Um artigo bom deve honrar pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Consequentemente, deve-se procurar respeito aos seguintes aspectos:

  1. Redação: O artigo deve ter uma redação clara, interessante, com um tom enciclopédico e sem erros do ponto de vista gramatical e ortográfico.
  2. Abrangência: O artigo deve tratar de todos os aspectos importantes do tema, mantendo-se focado no tópico sem sair para detalhes desnecessários.
  3. Credibilidade: As informações devem ser corretas e as alegações (sobretudo as controversas) ser sustentadas por fontes credíveis. O artigo deve possuir referências bibliográficas ou outras (ligações para páginas da Internet) que permitam ao leitor confirmar as informações.
  4. Imparcialidade: O artigo deve apresentar o tema sem tomar partido, de acordo com o princípio da imparcialidade.
  5. Estabilidade: O conteúdo do artigo não muda constantemente em resultado de disputas e guerra de edições.
  6. Estilo: O artigo deve estar em concordância com os padrões definidos no livro de estilo da Wikipédia. Assim, deve possuir:
    1. Uma pequena introdução que resume o conteúdo do artigo e que prepara o leitor para um maior nível de desenvolvimento nas secções adequadas;
    2. Uma clara divisão em seções e sub-seções e consequentemente:
    3. Uma tabela de conteúdo (sumário) significativa, mas não excessiva;
    4. A formatação das referências é recomendável mas não é obrigatória, desde que os links para sites possuam os títulos das páginas correspondentes e não apenas a numeração automática "[1]".
  7. Ilustração: O artigo deve possuir ao menos uma (1) imagem relacionada ao tema discorrido (preferencialmente imagens livres), legendadas e relacionadas com o assunto abordado.
    1. Caso não haja possibilidade de se ilustrar o artigo sob licença livre, excepcionalmente, poderão ser utilizadas imagens sob a política de conteúdo restrito.
    2. Para temas abstratos como o amor, que não possuem uma imagem específica, deve-se utilizar dos símbolos (plano abstrato de ilustração). Exemplo: coração para amor, pomba para a paz.
    3. Para outros temas abstratos, como os estados de espírito, usa-se as expressões faciais ou cenas que demonstrem o tema especificamente. Por exemplo: um sorriso simbolizaria a alegria, as lágrimas, a tristeza.
    4. Para biografados sem rosto (fisionomia desconhecida) - por exemplo: pintores, escultores e escritores antigos - utilizar de uma de suas obras (plano concreto de ilustração) mais famosas como imagem principal do artigo, devidamente legendada.
      1. Para escritores, caso exista, a imagem de um de seus livros. A edição não se faz importante.
      2. A imagem de um dos personagens mais famosos de um escritor também pode ser usada, desde que utilizada com legenda apropriada, indicando claramente, não ser o biografado.
    5. A imagem principal deve ser estritamente ligada ao tema do artigo e não deverão constar imagens descontextualizadas.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. O artigo trabalhar no plano das idéias (de língua e suas regras, políticas, culturais, sociais, filosóficas...) como tema principal e não houver meios de ser ilustrada sob nenhuma circunstância específica, para não incorrer na obrigatoriedade de ser estritamente ligada ao tema principal.
  1. Tamanho: O artigo deve ter um tamanho condizente ao assunto abordado, centrando-se no tema do artigo, sem entrar em pormenores fastidiosos. Para o aprofundamento de determinadas secções e sub-secções do artigo, deve-se remeter o leitor para artigos relacionados, caso estes existam.
    • Observação: Para nenhum item aqui descrito será aberto qualquer tipo de exceção.
  1. Para a recandidatura, valem as mesmas regras do artigo destacado.

== Ver também == * [[Wikipédia:Escolha do artigo em destaque]] * [[Wikipédia:Artigos bons]] [[Categoria:!Conteúdo destacado]]

Substituir Wikipédia:O que é um artigo em destaque? pelo seguinte conteúdo:

Um artigo em destaque deve ser praticamente um artigo perfeito. Deve honrar a Wikipédia em português pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Um artigo bom também deve honrar pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Em ambos deve existir neutralidade e estabilidade, devem se focar no assunto principal sem cair em detalhes desnecessários, bem como requerem verificabilidade.

Entre as Diferenças, no entanto, temos que:

  • Artigos destacados são nosso melhor trabalho; bons artigos são simplesmente satisfatórios. Um bom artigo deve ser suficientemente bem escrito; um artigo destacado deve ser profissionalmente bem escrito.
  • Um bom artigo não precisa seguir todos os itens do livro de estilo, apesar de seguir seus itens mais importantes.
  • Um artigo em destaque precisa ser completo, um bom artigo precisa ser amplo. Ser completo requer que todos os pontos principais sejam elaborados e detalhados; ser amplo requer simplesmente a cobertura destes principais pontos.

=== Critérios para artigo destacado === Além de seguir todos os critérios para artigo bom:

    1. O artigo precisa estar adequado às normas do português – culto, formal e imparcial - e ao contido no livro de estilo.
      1. Note que culto é para evitar certos termos desaconselháveis em uma enciclopédia, derivados de uma linguagem coloquial, informal e parcial.
      2. Artigos técnicos devem ser bem redigidos, como nos demais casos. No entanto, deve-se atentar para a regra de acessibilidade de conteúdo.
    2. Variações desaconselháveis em livros gramáticos também terão avaliação, para manter a clareza e a objetividade do texto.
    3. Para enciclopédia, há de se usar a linguagem enciclopédica dissertativa-objetiva, que em geral, está relacionada com a transmissão de conhecimento.
    4. Para artigos instáveis pelos motivos acima citados, haverá a interrupção imediata da votação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Envolverem apenas vandalismos despropositados e sem fundamentos.
  1. Deve ser completo sobre o assunto em questão (ver discussão):
    1. O completo é abordar tudo o que for possível de modo objetivo e não resumido. Pode-se usar de informações completivas ao texto, como fazem as ligações internas, desde que necessárias serem mencionadas no corpo do mesmo.
    2. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para a adequação. No entanto, caso a falha seja grave e a necessidade de pesquisa e ampliação do texto seja grande e essencial, a votação será imediatamente interrompida.
      1. Falhas graves significam falta de conteúdo que prejudicam as informações passadas. No caso de países, por exemplo, faltar seções inteiras sobre clima, economia e afins, será considerada falha grave. Caso falte informações dentro dos tópicos, não. Caso falte um ou dois tópicos, não.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Envolverem assuntos que ainda se desenrolarão em desdobramentos ou atualizações.
  2. Deve ter uma wikificação perfeita, sem falhas (ver discussão):
    1. Isso significa bem formatar o texto, com as notas de rodapé ajustadas ou na ‘ref name’ - inseridas em seção específica de Notas -, bem como para os demais casos de wikificação e formas de referenciação descritas no critério sétimo destas regras.
    2. Cuidado no uso de palavras estrangeiras, utilizando de uma marcação itálica para diferenciá-las.
    3. Cuidado no uso dos recursos de diferenciação no texto, como negritos, sublinhados e cores.
    4. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para a adequação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se quiser destacar nomes importantes para o artigo.
    2. Se utilizar das cores em determinadas partes de uma tabela.
  3. Ligações internas (ver discussão) (ver página da votação):
    1. O artigo deve possuir todas as palavras dignas de verbetes e relevantes ao assunto do artigo entre colchetes, sem repeti-las, e de acordo com o guia de edição.
    2. Ligações internas a vermelho serão avaliadas caso a caso, devendo ou não obrigatoriedade de azulamento.
      1. É apenas recomendado ao votante justificar, caso desaprove a presença do link em vermelho, para que o proponente adeque com maior facilidade a ligação.
    3. A introdução não deve conter ligações vermelhas, pois a mesma é um resumo de todo o conteúdo a ser discorrido. Além disso, a introdução será usada na página principal, caso o artigo torne-se destacado.
      1. Esta medida é meramente estética, pois visa a não mistura de cores em apresentação de artigo.
    4. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para as adequações.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se repetir ligações internas na infobox, imagem, texto e tabela, por exemplo.
    2. Ligações azuis podem ser completivas, ou seja, não apenas estritamente ligadas ao conteúdo abordado, ainda que possuam uma leve ligação. Por exemplo: se o artigo fala sobre "Geografia" em geral e cita a "Floresta Amazônica", esta poderá ser linkada. Se o artigo é sobre uma "cantora", a palavra "dança" poderá ser linkada.
  4. Deve ter todas as referências e /ou bibliografia necessárias para a verificação de quem desejar (ver discussão):
    1. Serão aceitas fontes secundárias e primárias, segundo as regras vigentes na Wikipédia. Fontes terciárias poderão ser apenas as enciclopédicas.
    2. São utilizadas três formas de se ligar a bibliografia ao texto: o didático, inserido na predefinição <ref></ref>, o {{Harvnb}} e a ”citar livro”. Todas são comuns e devem conter as páginas específicas pesquisadas.
      1. A bibliografia não ligada ao corpo do texto, torna sua busca mais complicada ao leitor, que procurará descobrir do que se trata especificamente a referência, sendo, portanto, desaconselhado o seu uso.
    3. As demais fontes, como as de jornais e revistas (inseridos na <ref></ref> ou nas predefinições mais específicas), web e DOI, devem também constar ao longo do artigo, junto às informações passadas. Todas aparecerão na seção apropriada.
    4. Não há limite máximo de referências. O mínimo deve corroborar todas as informações passadas, sem gerar parcialidade.
    5. A repetição de uma mesma referência não é permitida, exceto pelo uso da <ref name>.
      1. Para livros, as páginas distintas não são consideradas repetições, apenas facilitadoras para se encontrar a fonte precisa.
    6. Aquele que contribuir deve seguir as regras presentes no Livro de estilo, quando utilizar de qualquer tipo de fonte nele mencionada.
      1. Referências na introdução, que apenas resume o texto abordado no artigo, são desnecessárias, desde que a informação se repita no corpo do texto e lá esteja referenciada.
    7. Ao longo do artigo, é obrigatório o uso de apenas uma das formas permitidas de referenciação na Wikipédia.
    8. Infringindo os motivos acima citados, a votação será imediatamente interrompida, pois o artigo precisa ter suas informações facilmente verificáveis, além de estarem corroboradas.
    • Não serão abertos quaisquer tipos de exceções.
  5. Deve ter um layout simples e limpo, encaixando 'redondo' o texto (ver discussão):
    1. Organização e limpeza estrutural do artigo. Por exemplo, em biografias, não se deve misturar vida pessoal com carreira e a ordem cronológica deve ser mantida para os artigos em geral, pois ainda que os assuntos sejam simultâneos, um começa primeiro.
      1. Isto não significa abolir as divisões em tópicos por assunto.
    2. Para se estruturar um artigo, deve-se levar em consideração a resolução de 1024x768, pois tem sido a mais utilizada, e não se deve desestruturar os tópicos ou a própria página.
      1. Isto significa que imagens de um tópico não devam invadir outro e as imagens devem ter o tamanho preciso das delimitações da formatação da página do artigo. O mesmo vale para as tabelas e caixas de informação
    3. Infoboxes devem ser usadas em artigos que já possuem uso aceito pela comunidade - sobre álbuns musicais, grupos da fauna e flora, geográficos (países, cidades, estados...), seleções, times e equipes, biográficas... -, pois as mesmas resumem de forma organizada (e topicais), as informações mais essenciais, sendo desnecessário procurar, ao longo do texto, certas especificidades.
    4. Seções de curiosidades não serão permitidas em artigos propostos a destaque. As mesmas devem ser incorporadas ao texto de modo dissertativo e não em forma de lista. É essencial que as informações sejam referenciadas.
      1. A inutilidade destas informações é subjetiva, sendo, portanto, permitidas de serem passadas.
    5. É aconselhado o uso das predefinições para citações, ligações a artigos principais, desambiguações, portais e navboxes, pois são de uso comum em artigos destacados.
    6. Artigos cujo código wiki tenha tamanho superior a 190KB deverão ser desmembrados, a fim de evitar falhas e demoras de carregamento em determinados servidores.
      1. Não há tamanho mínimo, desde que o artigo trate o tema de forma completa e não compacta como os artigos bons.
    7. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para realizar a adequação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se referir a posição das imagens, pois trata-se de gosto pessoal.
    2. Se referir a galerias quando em assuntos que demonstrem necessidade das mesmas – no caso de artigos sobre artes em geral - e não apenas estejam a ocupar espaço.
    3. Para infoboxes que abranjam outros casos e casos nos quais não seria possível se criar uma. Exemplos: temas abstratos, conceituais, artísticos e históricos.
      1. Para estes, o uso é desaconselhado, pois assim, tem-se mantido o padrão.
  6. Um artigo não eleito pode se recandidatar (ver discussão):
    1. Desde que possua mudanças em seu conteúdo e sua forma, conforme auxílio de outros usuários na votação anterior.
      1. Isto significa atender as exigências das regras, que foram apontadas, pertinentemente, pelos votantes.
    2. No ato da recandidatura, o proponente deve apresentar, em seu texto, as mudanças relevantes que realizou, para acompanhamento de novos votantes.
    3. O tempo para recandidatar um artigo reprovado é de trinta dias.
    4. Caso o artigo candidato a recandidatura não se enquadre nos casos acima, a nova tentativa será imediatamente recusada.

== Ver também == * [[Wikipédia:Escolha do artigo em destaque|Escolha do artigo em destaque]] * [[Wikipédia:Artigos destacados|Artigos destacados]] * [[Wikipédia:O que é um artigo bom?|O que é um artigo bom?]] [[Categoria:!Conteúdo destacado]]

Ou alternativamente, fundir as páginas Wikipédia:O que é um artigo bom? e Wikipédia:O que é um artigo em destaque? numa única página, conforme Usuária:Belanidia/EAD-EAB (se bem que, essa opção sofreu alguma oposição nessa discussão).

;Comentários específicos sobre esta proposta

Proposta 3: WP:Revalidação[editar | editar código-fonte]

Seria adotado na revalidação o mesmo sistema proposto acima.

;Comentários específicos sobre esta proposta

Comentários gerais[editar | editar código-fonte]

Por favor, peço que comentem com educação a proposta e não se gostam ou não de quem está propondo. Busquemos chegar a algum consenso. Mar França (discussão) 18h12min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)


Symbol comment vote.svg Comentário A "proposta 1", ou seja, criar administradores especiais que decidem o que é ou não aprovado, já foi proposta e não teve qualquer apoio. Qual é o propósito de discutir tudo outra vez?Antero de Quintal (discussão) 19h09min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio as propostas; evitaria discussões, e estou vendo como ela funciona na wikipedia espanhol...Sem os problemas de falta de votantes, consenso ou discussões que temos por aqui. Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 19h17min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Como é que "evitaria discussões"? Antero de Quintal (discussão) 19h18min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Discussões em questão do voto valer ou não, que é apontado na Proposta 1. Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 19h30min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Creio que que deveríamos fazer uma EAD parecida com a Wiki-en, que em vez de fazer contagens de votos, fazer um consenso caso um artigo não atinga o quórum necessário para ser eleito, no caso de 7 votos para destacados, poderia fazer uma avaliação consensual para evitar a "perda" da candidatura e ter que refazer novamente por meses depois por uma simples falta de participantes de usuários na Wiki. Não atingiu a quantidade necessária, mas o artigo cumpre os critérios e não há argumentos contra então não seria legal perder a votação. Vitor MazucoMsg 19h19min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Na verdade, a proposta 1, feita pelo Érico, teve um apoio, o meu, e depois se perdeu em meio a um infeliz bate-boca, que espero que não se repita agora. Em 1 ano e meio, a comunidade muda, além disso, num contexto maior, com outras propostas complementares, a visão da comunidade hoje pode ser diferente. Vitor Mazuco, é exatamente isso que foi proposto. Mas claro que como na PE, deve existir um quórum mínimo de participação, não precisa ser 7, mas pelo menos os três da PE deveria ser necessário. Mas não sei se haveria consenso para isso, teria que ser discutido em outra oportunidade. Gostaria de saber se você concorda com a proposta, ou caso discorde, o que pode ser aproveitado nela? Mar França (discussão) 19h37min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Ou seja, nada mudou na proposta. É apenas WP:FORUMSHOPPING. Antero de Quintal (discussão) 19h39min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Criação de novos sysops apenas para essa função não, mas deveria ser feito um mecanismo mais simples de eleger os artigo e de não perder a candidatura por falta de participantes, mais ou menos parecido com a Wiki-en que é feita na base do consenso, algo que poderia ser implementado aqui aos poucos. Vitor MazucoMsg 19h42min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

A questão, Vitor Mazuco, é: quem fecharia os consensos na sua opinião? Não sei como é na wiki-en, mas o nome "administradores" usado na wiki-es, não é correto, por isso que não foi proposto usar esse termo, dá uma noção falsa do que eles seriam, de fato. É preciso que alguém arbitre os casos em que haja controvérsia. Se houver unanimidade a respeito de uma EAD, nem seria necessário que alguém do grupo de avaliação se manifestasse, o artigo estaria eleito automaticamente. Mas qual a tua ideia para os casos em que alguém se opuser a eleição, e o argumento não for válido, à luz das políticas? Quem avaliará, para evitar uma GE? Mar França (discussão) 20h02min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Seria encerrado exatamente da mesma forma que as propostas de anexos/listas em destaque, que são escolhidas por consenso. Antero de Quintal (discussão) 20h04min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
As listas em destaque são discussões muito menos controversas que as EAD. Hoje em dia temos algumas controvérsias na EAD em relação à anulação de votos, e não há quem arbitre isso.
Digamos que numa EAD qualquer um usuário comece a bater o pé e dizer que "o artigo está feio", por isso é contra o destaque, sem se preocupar em esclarecer melhor. Alguns resolvem desconsiderar seu comentário e declarar consenso para o destaque, mas o usuário reverte a conclusão e diz que ele não concorda, por isso não pode ser destacado. Quem é que resolve isso? Mar França (discussão) 20h32min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Deve-se assumir a boa fé e chamar à atenção do editor que o comentário está fora dos critérios.21h07min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Não é questão de boa ou má-fé, só de pontos de vistas conflitantes. Você está em conflito com a Bya na EAD do Frozen, isso não é má-fé nem sua, nem dela, mas na opinião dela, o seu argumento foi refutado, e na sua, não. Isso só teria algum desfecho se houvesse alguém neutro que arbitrasse a questão. Mar França (discussão) 01h07min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol question.svg Pergunta: Quais são exatamente e ponto por ponto as diferenças nas regras de AB e AD em relação às atuais? Antero de Quintal (discussão) 19h55min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Antero, praticamente não tem qualquer modificação das regras atuais, só procuramos fazer com que não ficassem repetitivas. Está tudo explicado em Usuária:Belanidia/EAD-EAB e em sua discussão. Eu peguei a ideia de lá. As regras gerais ficariam em "O que é artigo bom?", e o que houvesse a mais, seriam as regras do destaque. Alguns trechos excessivos e repetitivos foram riscados, mas isso já está tudo explicado na página da Belanidia, a diferença é que a Belanidia propôs fundir a página do destaque com a do artigo bom, e aqui estou propondo manter duas páginas em separado, mas sem que uma fique repetindo a outra. Mar França (discussão) 20h20min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Citação: praticamente não tem qualquer modificação das regras atuais Desculpe, não percebi. Afinal as regras são ou não são modificadas? Quais são exatamente as diferenças e o que é que foi modificado? Antero de Quintal (discussão) 20h21min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Já respondi: sofrerão pequenas modificações (e elas estão aqui, basta ver o que estiver riscado. Mar França (discussão) 20h32min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Porque é que essas alterações não estão aqui nesta página? Não é concebível esperar que a comunidade baseie uma decisão num texto de subpágina de usuário que pode ser modificado posteriormente ou até eliminado. A proposta de alteração com as modificações assinaladas deve estar numa página pública e transparente de modo a criar registos para o futuro. Portanto, por favor, pode assinalar na proposta em cima aquilo que pretende que seja removido a vermelho e os novos textos a verde? Antero de Quintal (discussão) 21h02min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Se depender de consenso dificilmente vai ter mais artigo destacado. E depois, é um assunto de conteúdo. Quem vai fechar? Um "burocrata"? Um "administrador"? Pq? Seus estatutos nada tem a ver com conteúdo, e pouco ou nada fazem nesta área. Quem fecha o "consenso"? A proposta é irreal. No mais, diante da realidade da Wiki-pt , cada vez mais me certifico que a votação é preferível ao "consenso" por aqui, em qualquer área... MachoCarioca oi 21h21min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Como disse o MC logo acima, quem tem um convívio mínimo com as votações da EAD sabe que essa proposta é completamente irreal e só iria tornar as coisas mais confusas e os proponentes reféns de desafetos. Infelizmente não temos uma comunidade madura o suficiente para decidir as coisas pelo consenso. Chronus (discussão) 21h32min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Só um breve adendo: o modelo espanhol é horrível e funciona mal. A generalidade dos destaques em espanhol (que não sejam traduções da en.wiki) são artigos confusos, mal redigidos, sem fontes e com omissões graves de conteúdo. Os nossos, mesmo que não sejam perfeitos, estão a anos luz daquela mediocridade. O que mostra que há qualquer coisa de errado no funcionamento daquilo lá e no tal grupo mágico dos cinco que decide o que é ou não destacado. Antero de Quintal (discussão) 21h40min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta. E lendo Wikipédia:Votações/Eliminação por consenso é possível ver como o futuro repete o passado. Citação: Polyethylen escreveu: «A comunidade não tem maturidade para discussões por "argumentos", como está mais do que provado.» Citação: Albmont escreveu: «Consenso significa que as regras devem ser interpretadas por apenas uma pessoa, aquela que fecha o processo. » Citação: W.SE escreveu: «1º: consenso é a ditadura de quem fecha o consenso. 2º: a comunidade não tem maturidade para discussões por "argumentos", e isso só pode mudar na próxima geração, daqui a 50 anos quando quase todo mundo já estiver falecido» Citação: MachoCarioca escreveu: «É impressionante a tentativa de certos editores de baterem cabeça aqui tentando voltar e voltar a assuntos que já deram provas de que não funcionam neste projeto» Citação: Gunnex escreveu: «No meu ver, 1. não há base intelectual suficiente para alcançar o nível das discussões por consenso que vejo por exemplo na dewiki ou enwiki» O que não quer dizer que eu concorde exatamente com a proposta do Mar França (ainda vou ler com mais detalhes). Mas o consenso é o modelo padrão de decisões da comunidade, e me assusta que alguém que quer ser burocrata seja contra as decisões por consenso. Se a WP:EC funciona bem, não existe motivo pra supor que a EAD por consenso não funcionaria. Marcos Dias ? 21h49min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Na sua opinião WP:EC funciona bem, na minha funciona mal pacas, tão mal que burocratas por lá nem sabem o que fazer qdo a coisa não é unanime. Toda hora tem gente questionando verbetes eliminados, pra tirarem ou retornarem. Qto a burocratas, vc quer mais prova de que o consenso não funciona ali q minha candidatura? Me admira realmente ler " me assusta que alguém que quer ser burocrata seja contra as decisões por consenso." Ora, o que me assusta é que consensos não sejam respeitados como não foram, obviamente que eu sou contra, por experiencia propria. Não se respeita nem consenso! Eu fico aqui imaginando com meus botões quem seriam os "cinco luminares" que chegariam ao consenso entre eles num pedido de EAD. Vão fazer prova de redação, leitura e desenvolvimento de texto antes? A nota minima tem que ser nove. Pq há vários que participam daquelas votações e/ou colocam verbetes em EAD que mal sabem escrever, como vão julgar algo? Acompanho aquilo há sete anos, colega, deixemos como está, se mexer estraga mais. MachoCarioca oi 22h01min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
@ Marcos Dias: Qual é exatamente o seu propósito em citar essas pessoas, que nem comentaram aqui? E o que é que ser burocrata tem a ver com favorecer uma posição ou outra? Qual é o problema de um burocrata que pessoalmente prefira votações? Enfim, parece que o seu comentário só pretende trazer outros assuntos para desestabilizar a discussão. Antero de Quintal (discussão) 21h56min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
E a eliminação por consenso não funciona bem. Uma grande parte dos "consensos" é transformado em votação, o que mostra que na realidade não existe de facto uma eliminação por consenso na pt.wiki. Continua a existir uma eliminação por votação à qual foi acrescentada uma semana de mini-debate que a permite encerrar por speedy close. Antero de Quintal (discussão) 22h05min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Burocratas existem para fechar consensos. Se não existisse decisão por consenso e todas as decisões fossem por voto, não precisaríamos de burocratas. Pra que querer ser burocrata se não acredita no consenso e no final apenas ia contar cabeças? Desde que a EC foi aprovada, tivemos apenas 6 consensos contestados, e quando foram, existe o lugar correto para contestar. É um absurdo dizer que funcione mal. Marcos Dias ? 22h14min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
A função dos burocratas nos projetos wikimedia é atribuir estatutos, qualquer que seja o modelo de escolha das várias comunidades. Não existe isso de os burocratas só atuarem em escolhas por consenso. Antero de Quintal (discussão) 22h22min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Mas eu não quero ser burocrata para contar cabeças em pedidos de estatuto de burocratas ou eliminadores, minha posição sobre isso é clara, isso deve ser automatico a quem tem X tempo e X ediçoes aqui. Usa se quiser. 'Burocrata existe pra fechar consenso' ... contra ou a favor dele? Não! Burocrata so devia agir exatamente quando não há esse consenso, por isso exige-se ser capaz de PENSAR e nada de manual pra lá e pra cá. Quero ser burocrata exatamente pra decidir em questões cabeludas, complexas e sem consenso nenhum ou unanimidade, de onde todo mundo foge ou mete o pé pelas mãos, como as tantas vistas em PEs.. MachoCarioca oi 22h25min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Isso abre portas para mais rivalidades entre os editores, e não existe problemas de maior nas regras atuais como tentam aqui fazer querer. É considerável o número de artigos destacados semanalmente, e poucos são os reprovados; e se só os que raramente lá propõem algo novo vêm dificuldade em entender os critérios, então o problema não está na votação. Se uma candidatura é reprovada, existe oportunidade de os interessados corrigirem os erros apontados e realizar nova candidatura. O grupinho de avaliação é a coisa mais ridicula que vi proporem nestes últimos tempos. Aqui na pt-wiki? Não precisamos, obrigado. Shgür Datsügen (discussão) 23h12min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

A proposta me parece interessante e bem-intencionada, na direção correta da implementação do consenso como processo decisório, uma blindagem a sockpuppetry e meatpuppetry. No entanto, discordo da tópico sobre a criação de um "grupo de avaliadores", pois isto vai na contramão do espírito wiki de respeito à liberdade e à igualdade entre os usuários no processo editorial. Creio que há outras formas de se atingir o consenso. Em tempo: não entendi os comentários acima a respeito da atuação de administradores e burocratas como avaliadores do consenso. Esses grupos de usuários não têm qualquer relação com processos decisórios de edição. Tampouco têm burocratas quaisquer ligações com PEs. A função que lhes é atribuída envolve gestão de privilégios de utilizadores e nada mais, conforme com as políticas aprovadas pela comunidade. Aqui e em qualquer outra wiki. Evitemos politizar as coisas. Abs, Ruy Pugliesi 01h34min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Ruy Pugliesi, acho que está havendo uma má-compreensão do que seria esse grupo de avaliadores. A ideia não é que eles avaliem a qualidade dos artigos candidatos, e sim que finalizem os consensos, quando não houver unanimidade, num processo semelhante ao que fazem os eliminadores na Eliminação por consenso. Mar França (discussão) 01h41min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
@Mar França: Em um trecho da proposta, é informado que tal grupo é "eleito". Logo mais abaixo, é dito que basta ser autorrevisor para integrar o grupo. Isto me parece contraditório. Me desculpe se entendi errado, mas é o que percebi. Ruy Pugliesi 01h53min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Ruy Pugliesi, a ideia é que o grupo seria eleito por um período para, nos casos onde o consenso seja impossível, realizar uma espécie de arbitragem, semelhante ao que o extinto arbcom fazia, ou talvez mais parecido cm o que os eliminadores fazem só que apenas nas EAD (bastaria um membro do grupo opinar para finalizar o consenso, mas a decisão poderia ser revista pelos pares).
Autorrevisor seria o pré-requisito mínimo para poder ser escolhido para fazer parte do grupo. Se preferir, a escolha para o grupo poderia não ser por mandato, mas sim por periodo indeterminado, como acontece com os administradores. Mas a partir do momento em que existe uma decisão por consenso, ela tem que ser fechada por alguém que arbitre o consenso (a menos que o consenso tenha sido realmente uma unanimidade, aí qualquer um poderia fechar). Mar França (discussão) 02h06min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Porque é que não poderiam ser encerradas por editores? As ELD são encerradas por editores e nunca houve problemas. Antero de Quintal (discussão) 02h35min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo da proposta, sou contra criação de estatutos, grupos e afins. As pessoas não conseguem chegar a um consenso sobre um artigo ser ou não merecedor de destaque, então criasse um "grupo de sábios" que vai decidir qual é o lado "vencedor" da disputa; criando mais uma área atrito. Autorrevisor não tem qualquer significado no projeto fora desobstruir as mudanças recentes, nada além disto. Até parece que é um prêmio ter este estatuto. Fabiano msg 02h45min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Meus caros, essas EADs são tao avacalhadas, tão apresentadas e votadas de qualquer maneira, que esse verbete [2] foi destacado tendo links vermelhos na infobox o que é proibido por regra de EAD mas votado assim mesmo por essas pessoas [3]. (acredito q vários deles se candidatariam a "analisadores" do que pode ou não ser destacado) Como pode tal coisa? Este verbete não pode ir pra PP assim, é abusar demais o processo. MachoCarioca oi 03h09min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Este é outro q não podia ser destacado, verbete sem imagem do "sujeito" dela, tá nas politicas [4] MachoCarioca oi 03h42min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
As regras apenas referem que não pode haver links vermelhos na introdução por causa da página principal. A infobox não aparece na página principal. O que eu acho grave, isso sim, é como é que há gente que vota favoravelmente em artigos em que grande parte do conteúdo não tem fontes. Antero de Quintal (discussão) 04h13min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Foi o que eu disse ao MC, Antero. Os critérios de destaque não mencionam a proibição de ligações vermelhas na infobox, mas apenas no texto introdutório. Como fui o proponente do verbete em questão, acho que tenho a obrigação de defender meu trabalho e a opinião dos que votaram a favor da elevação do artigo ao destaque. Além disso, me parece injusto dizer que um artigo desse porte (e que passou por uma reformulação profunda em relação ao que era anteriormente) não é digno de destaque por conta de dois links vermelhos. Por fim, não precisava disso para defender seu ponto de vista, MC. Existem exemplos infinitamente piores nas EADs (como mencionado logo acima pelo Antero) que você poderia ter citado. Mas enfim, os artigos foram criados (ver Shunroku Hata e William Sterling Parsons). Chronus (discussão) 04h40min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)


Eu Symbol support vote.svg Concordo com a alteração do sistema de votação para um de consenso, desde que seja exatamente idêntico ao que existe atualmente nas escolhas de listas/anexos em destaque, que tem funcionado bem. No entanto:

  • Symbol declined.svg Discordo da criação de um grupinho de super-editores com privilégios especiais. Se nem os administradores aqui têm privilégios editoriais, não concebo um grupo escolhido especificamente para ter maior poder de decisão editorial. Obviamente que alegar que este grupinho seria inócuo e "apenas" fecharia os consensos é uma falácia. Na decisão do artigo ser ou não aprovado, o grupo teria que analisar a validade de comentários puramente editoriais. Isto não tem nada a ver com o conselho de arbitragem, que apenas delibera sobre comportamentos, e não sobre conteúdo.
  • Symbol declined.svg Discordo de qualquer alteração às regras. Vejo que na "proposta" desapareceram duas longas secções longuíssimas das regras sem nenhuma justificação plausível e até tentando ocultar esse facto. As regras atuais foram decididas em consenso, são aplicadas com sucesso há vários anos, têm produzido inúmeros artigos destacados e a secção é das mais sérias do projeto. Portanto, seria preciso uma argumentação muito forte para mudar essa situação para além de ideias aleatórias de editores que nunca ou raramente participaram nos processos de destaque.

Apesar de defender o consenso, o sistema atual não é propriamente mau e os únicos problemas são com usuários que pretendem promover artigos com problemas à força, o que é raro. Portanto, se não houver consenso e ficarmos com o sistema atual continuamos bem servidos.

(Isto é o essencial. Quem tiver paciência pode ler o resto da wall of text) O processo de destaque beneficiaria do modelo de consenso. No modelo atual é-se obrigado a votar o artigo conforme ele está no momento em que se lê, ou a votar negativamente primeiro e corrigir depois. O consenso permitiria focar a discussão em revisões e melhorias extensas e incentivar a leitura do artigo e só com o acordo de todos os envolvidos é que o artigo seria promovido. No entanto, há um facto muito curioso e desconcertante que gostava de salientar como curiosidade: os mais interessados em mudar para "consenso" são geralmente os que não se aguentariam numa avaliação por consenso ou que estão associados a artigos com múltiplos problemas, dificuldades de compreensão e má vontade em corrigi-los. Estas "propostas" vêm sempre na sequência de alguém que recebeu um voto negativo, ficou ressabiado e quer mudar a wikipédia como forma de protesto, o que é um péssimo princípio de discussão. Penso que imaginam isto do consenso como uma solução milagrosa que lhes vai permitir "contornar" votos desfavoráveis e eliminar a "maçada" dos revisores, quando a realidade é precisamente a oposta: tornará as avaliações muito mais exigentes e minuciosas e fará com que um único avaliador seja suficiente para anular uma promoção. Repare-se que são situações que eu até acho bem e quanto mais rigor melhor. Não percebo é como é que há gente convencida que isto irá "facilitar" a avaliação e a promoção de artigos. No mínimo, caricato, e prevêm-se tiros pela culatra em série na eventualidade disto ser aprovado. Antero de Quintal (discussão) 05h24min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)


E a prova que o objetivo de parte desta proposta é criar um grupo de privilegiados para decidirem sozinhos o conteúdo do artigo é o próprio contrassenso na argumentação: o tal grupo de sábios alegadamente serviria para "arbitrar" nos casos em que o "consenso é impossível". Hum... espera lá. Rebobinar aqui e refletir nos termos. Então mas uma discussão sem consenso não é para encerrar como sem consenso? O que é esta "arbitragem"? Já estou mesmo a ver o que significa arbitragem: o árbitro chega aos "consensos impossíveis" e arbitra que o consenso é o que ele quiser ou for mais conveniente para os miguxos no faicebuque. Antero de Quintal (discussão) 05h42min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com os argumentos do Antero de Quintal. Não sou totalmente contra a alteração do sistema de escolha do artigo destacado/bom para o consenso, idêntico ao adotado nas escolhas de listas em destaque, onde vem dado certo e não me recordo de conflitos nos últimos tempos. No entanto, discordo da criação de um estatuto destinado apenas a avaliar a existência ou não de consenso, pois não vejo necessidade de tal burocracia visto que nas ELDs as candidaturas são fechadas por editores e também nunca houve problemas quanto a isso. E caso a proposta prossiga, creio que devamos estipular um período experimental para a implantação das escolhas por consenso (3 meses?) para então decidirmos por uma votação se continuaremos ou não com o sistema. Ainda assim, as votações de EAD/EABs vêm sendo aplicadas com sucesso e não vejo necessidade de pronta mudança. Em situações isoladas há problemas com a ausência de participantes, mas da mesma forma, há casos de ELDs em que as páginas são eleitas com um ou dois {{Apoio}}s, o que é perigoso se levarmos em consideração que estamos avaliando um conteúdo que figurará na página principal — ao invés que se exija um quórum mínimo. Quanto aos quesitos de AB, não estou de acordo com as alterações propostas pois não vejo necessidade de mudanças em relação aos critérios atuais. --HVL disc. 14h27min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta 2, não houve mudança substancial nos critérios (gostaria que quem diz o contrário apontasse quais partes estão faltando, pois não achei), por outro lado está mais organizado, gostei. A subproposta da proposta 1, eu Symbol support vote.svg Apoio, mas desde que num primeiro momento a tal predefinição fosse um algo a mais, e que convivesse junto com a Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Lista, sem torná-la obsoleta. A criação dessa predefinição, é um trabalho técnico, e conheço poucos que saberiam fazer isso (Danilo.mac, He7d3r, !Silent e Diego Queiroz).

Symbol declined.svg Discordo leve da proposta 1. Até me agrada, mas tenho dúvidas se a burocracia de criar um "cargo" (já que nem estatuto exatamente seria) só pra isso, valeria a pena. Onjackmsg 20h37min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)

Proposta 4: usar o consenso puro[editar | editar código-fonte]

Parece que a proposta 1 está recusada, então gostaria de perguntar ao Mar França: o que acharia de usar o consenso, como é usado na wiki-en e nas ELD/ELB? O Antero, o Vitor Mazuco e o Ruy parecem ter concordado com essa ideia, acho mais fácil aprová-la do que essa sua proposta. Onjackmsg 20h37min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)

Onjacktallcuca, pelo consenso, Symbol support vote.svg Apoio sua proposta. O objetivo é o mesmo e concordo com essa ideia. Apenas achei que poderia ser melhor um grupo especializado fechar, assim como ocorre nas PEs, fechadas por eliminadores. Mas entendo que não deve ter problema ser um consenso simples. Grandes abraços!!! Mar França (discussão) 01h13min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)

Eliminar AEDE/CONFORME

Em Wikipédia:Argumentos a evitar em discussões de eliminação há o texto:

===Conforme usuário === {{shortcut|WP:AEDE/ACIMA|WP:AEDE/CONFORME|WP:AEDE/CONCORDO}} Exemplos:

  • Symbol keep vote.svg Manter conforme a pessoa que nomeou. --Trustfull (discussão) 20h20min de 14 de junho de 2009 (UTC)
  • Symbol delete vote.svg Eliminar conforme o que disse ChuckNorris. --Suckup (discussão) 11:38, 1 April 2004 (UTC)

Tenha em mente que o processo de eliminação se baseia em argumentos, não apenas em votos. Comentários que não adicionam nada além de uma afirmação de apoio a um comentário anterior, adicionam muito pouco à discussão. Por isso, os participantes são sempre encorajados a oferecer evidência ou argumentos baseados nas políticas para dar suporte às suas posições.

Claro que, se o raciocínio oferecido por algum editor inclui um argumento compreensível, com referências às políticas e uma convincente apresentação de evidências em favor de um determinado posicionamento (a favor ou contra a eliminação), apenas endossar o argumento da pessoa que elaborou o raciocínio pode ser suficiente, no entanto, você deve evitar se posicionar dessa maneira sempre que possível. Quando argumentos razoáveis são levantados em uma discussão de eliminação, você deve explicar porque apoia um determinado ponto de vista utilizando argumentos próprios e, se possível, apresentando sua própria evidência, contra-argumentando o que foi exposto. Utilizar seus próprios argumentos e suas próprias palavras, vai provar aos outros editores que sua opinião não está sendo influenciada pelas suas crenças ou preferências pessois (vide AEDE/NÃOGOSTO).

Eu acho desnecessário que isso conste na lista de AEDE, primeiro porque a princípio seria óbvio. Porém, a WP:EC exige um quórum mínimo de participação para que o resultado tenha valor. Então se o proponente diz tudo o que precisava dizer, mas a regra exige pelo menos dois apoios, pra que exigir que a argumentação do apoio tenha algo além? Encher linguiça? Marcos Dias ? 23h18min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

E o que o faz querer que o proponente diz tudo o que precisava dizer? Shgür Datsügen (discussão) 23h22min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Não disse isso, disse que se ele disser tudo, não faz sentido que outro seja obrigado a reescreve as mesmas coisas, com outras palavras, quando poderia dizer apenas "concordo com você", sem que isso fosse um "argumento inválido". Marcos Dias ? 23h26min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
O objetivo desta recomendação é impedir que as discussões de eliminação se transformem em uma tripa de votos. A regra não proíbe o usuário de utilizar o mesmo argumento de outro. Apenas recomenda que a repetição no estilo copy/paste, o que equivale a uma votação. Ruy Pugliesi 23h33min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
A ideia agora é regular o que se pode ou não dizer? Onde vamos parar? Os eliminadores e burocratas que analisem tudo se tiverem capacidade para tal, chega de regras pra isso e aquilo. MachoCarioca oi 23h39min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

MachoCarioca, não entendi se você concorda ou discorda da proposta. Os argumentos válidos ou inválidos já são regulados, de certa forma, a proposta na verdade retira um argumento da lista de inválidos. Marcos Dias ? 02h31min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)


Symbol comment vote.svg Comentário Isto só mostra os absurdos que existem na pt.wiki. Esta situação só se verifica porque implementaram um quorum exagerado. Se a eliminação fosse realmente por consenso e onde o que valesse fossem os argumentos, um argumento legítimo seria suficiente para decidir, desde que o administrador considerasse que estava de acordo com as regras. Agora as pessoas vêm-se obrigadas a praticamente repetir o que outros escrevem só para fazer número.

Dito isto, mesmo que as pessoas citem apenas "conforme X" para criar quorum, isso não interfere em nada com o encerramento. As regras para o encerramento determinam que se deve verificar se há pelo menos um APDE em qualquer dos lados, pelo que o número de pessoas que escrevem conforme é irrelevante.

Por outro lado, a remoção deste ponto faria com que as pessoas do "conforme" não percebessem porque é que a sua posição não estava a ser considerada, pelo que Symbol declined.svg Discordo da simples remoção. Em alternativa, para resolver a ambiguidade, proponho que se baixe o quorum para apenas um proponente e um administrador que considere o argumento válido perante as regras. Antero de Quintal (discussão) 23h41min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com o Antero. Ruy Pugliesi 23h50min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo. Se mesmo proibido tem tanta gente fazendo, imagina sem!--Mister Sanderson (discussão) 00h09min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a proposta e discordo da contraproposta de reduzir o quórum, que foi aprovado em votação por 17 x 10. Não há motivo para rever o resultado dessa votação. Mar França (discussão) 02h27min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Estou com o Antero. Não há problema algum endossar um comentário anterior (mesmo que o "endosso" em si, seja AEDE). A redação atual deixa claro que é importante evitar se posicionar dessa maneira sempre que possível, mas se o expresso anteriormente for suficiente, basta o endosso pois um único argumento válido é necessário para afetar a decisão. Quanto ao quórum mínimo, concordo que ele é problemático, mas ele se faz necessário para garantir que um número razoável de usuários tenha dado alguma atenção ao caso (e olha que são apenas três!). Portanto, Symbol declined.svg Discordo da proposta. --Diego Queiroz (discussão) 15h45min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo da exclusão. Pode parecer "óbvio", mas ainda hoje se usa esse "argumento". O cancelamento do item poderá ser interpretado como validação do "conforme fulano", deixando a comunidade sem argumento escrito para cancelar o voto. Mantendo o item, evita-se o desgaste de explicar o "óbvio" para usuários mais, digamos, resistentes. Yanguas diz!-fiz 19h34min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo da proposta inicial. Onjackmsg 20h39min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)

Proposta do Zoldyick[editar | editar código-fonte]

Symbol declined.svg Discordo da proposta e concordo com os argumentos dos que foram contra, mas tenho uma preocupação em que fique como está, é que candidatos a eliminador sejam reprovados por usarem um AEDE que não é exatamente AEDE, dependendo da situação. Portanto, proporia uma alternativa, que fosse colocada uma pequena nota dizendo Esse argumento pode ser válido se não houver mais o que acrescentar ao comentário de outro participante do consenso, para fins de completar o quórum, não devendo ser marcado com CONFORME nesses casos. --Zoldyick (Discussão) 00h37min de 6 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a ideia do Zoldyick. Onjackmsg 20h39min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)

Disponibilizar gadget para "traduzir" o jargão dos wikipedistas

Desde o ano passado há um script para mostrar o significado de várias siglas que são usadas nas discussões entre wikipedistas (ao passar o mouse sobre as siglas). Eu divulguei o script em WP:Café dos programadores/Arquivo/2013/1#Script que fornece o significado das siglas usadas na WP, e há pelo menos três usuários que o utilizam, então acredito que valha a pena disponibiliza-lo na lista de gadgets, para facilitar a ativação por outros usuários (ver pedido recente do OnlyJonny).

O que acham? Ezalvarenga, Kaktus Kid e Marcos poderiam dizer se encontraram problemas ao testar o script... Helder 20h12min de 6 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. Muitíssimo útil, na minha opinião deveria ser recurso nativo do mediawiki. Ajudaria muito não só os usuários novatos, mas até mesmo os mais experientes também. Jonny DC 20h33min de 6 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Completamente de acordo - --João Carvalho deixar mensagem 22h06min de 6 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Danilo.mac(discussão) 16h46min de 7 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. --OS2Warp msg 17h44min de 7 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. Gadgets são sempre bem vindos. :) --Diego Queiroz (discussão) 00h39min de 8 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Creio que ajudará bastante. Fabiobarros (discussão) 01h18min de 9 de dezembro de 2014 (UTC)

Criei o gadget. Já podem ativá-lo nas preferências e remover o código antigo de seus scripts pessoais. Helder 17h02min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)

Kaktus Kid, Marcos e Ixocactus: ^. Helder 17h08min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)


A opção está na página: Gadgets ; secção: Aparência , com o nome:

TipsForSlangs: fornece o significado das principais siglas usadas em discussões entre usuários experientes da Wikipédia OS2Warp msg 19h39min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)

Restringir o uso da regra A1 da eliminação rápida a redirecionamentos

Proponho tornar o uso da regra A1 (título errado/absurdo) da eliminação rápida restrito a redirects. O processo de moção torna essa regra obsoleta para páginas que não sejam redirecionamentos:Se o titulo é absurdo e a página tem conteúdo válido, basta mover para um título correto, marcando o rediret resultante para eliminação, ou movendo sem deixar um redirecionamento (no caso de administradores e eliminadores).Caso o conteúdo não seja válido, com certeza qualquer uma das outras 20 regras existentes será apropriada, servindo essa regra no máximo de justificativa secundária para tais eliminações --Hermes Trismegistus Seja bem vindo! 16h13min de 8 de dezembro de 2014 (UTC)

Acho que todas as "ERs" precisam de uma longa revisão e reestruturação. Tem muita coisa obsoleta por lá, incluindo regras "antigas" e regras "novas" com mais de 5 anos. --Diego Queiroz (discussão) 16h52min de 8 de dezembro de 2014 (UTC)
Concordo, deve reformular todas elas para ficar atualizados. Vitor MazucoMsg 17h55min de 8 de dezembro de 2014 (UTC)
Hunm, falando nisso Diego Queiroz a lista de regras de eliminação da ferramenta de eliminação precisa ser atualizada também, pois lá a regras que estão duplicadas (por exemplo Spam / propaganda / proselitismo religioso ou político que duplica ER6.) e outras estão em falta (por exemplo, para eliminar redirecionamentos para páginas de discussão temos que usar discussão de página de redirecionamento com histórico irrelevante ou página de discussão com histórico irrelevante que não são de fato o motivo pelo qual o redirecionamento deve ser eliminado...) você sabe resolver isso?--Hermes Trismegistus Seja bem vindo! 21h12min de 8 de dezembro de 2014 (UTC)

Número de votações para EAD sobre o mesmo tópico



Olá. É preciso discutir uma nova condição que regule convenientemente a criação de novas páginas de votação para destaque de um mesmo artigo, caso a primeira candidatura tenha sido reprovada. Isto impedirá que usuários mais persistentes criem sucessivamante novas candidaturas sem que os problemas apontados nas votações anteriores tenham sido resolvidos, evitando um número excessivo de votações reprovadas e o abuso do espaço por quem cria desregradamente cada nova página de votação. Existem casos onde se pode verificar mais de 5 votações para AD ou AB, propostas por um único usuário. Por isso, vejo como necessário comedir a criação dessas novas propostas e perfilar uma regra que limite o número de candidaturas possíveis a um único usuário sobre um mesmo artigo. A meu ver 3 propostas para cada seriam suficientes. Depois de reprovadas as três candidaturas, só um terceiro poderia candidatar o artigo novamente. O que acham? Shgür Datsügen (discussão) 17h58min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Essa proposta é mais sem lógica possível e discriminatória. Vitor MazucoMsg 18h12min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)
Porquê? Shgür Datsügen (discussão) 18h13min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)
Porque essa proposta foi aberta unicamente para "atrapalhar" os usuários que tentam levar a destaque temas de difícil destacamento e consenso da comunidade, religião e política por exemplo. Não vejo nada de útil essa proposta. Vitor MazucoMsg 18h18min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)
Não, não foi. O que não tem nada de útil é realizar sucessivas candidaturas, umas atrás de outras sem que os problemas tenham sido resolvidos e de forma descomedida forçar a aceitação da comunidade sobre o destaque de determinado artigo — seja ele sobre religião, política ou história. Abraços. Shgür Datsügen (discussão) 18h26min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)
Se você estiver incomodado com as "sucessivas candidaturas" é fácil resolver isso, não vote no artigo, ou nem precisa ir ao EAD. Simples. Vitor MazucoMsg 18h30min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)
Também não estou incomodado, e não vejo nisso uma boa solução como você diz ser. Se as regras atuais não permitem "candidatar o artigo se ele desobedecer a qualquer uma das condições" de destaque, também elas não permitem a criação de novas candidaturas caso o artigo não cumpra todos os critérios para AD ou AB. Criar cinco, seis ou sete votações é mau uso do espaço e esta proposta tenta apenas comedir esse número. Simples. Shgür Datsügen (discussão) 18h45min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)

Também Symbol declined.svg Discordo. Sara Z. Zahdy (discussão) 18h28min de 12 de dezembro de 2014 (UTC)

Campanha de atração de editores

Colegas, O período de dezembro a março costuma registrar menos atividade na Wikipédia que outras épocas do ano. Isso talvez aconteça por ser época de férias no Brasil. Por outro lado, justamente por ser quando os pessoas estão de férias, pode ser um excelente período para atrair novos editores e novos professores para o projeto wikipédia na educação. Proponho, assim, uma campanha de atração de editores usando avisos do tipo sitenotice com frases do tipo "Torne-se um editor da Wikipédia. Juste-se a nós.", "Encontrou um erro? Ajude-nos a melhorar o conteúdo", "Professor, já usa a Wikipédia em sala de aula?". Lechatjaune msg 23h08min de 14 de dezembro de 2014 (UTC)

Será possível estabelecermos métricas para avaliar o resultado da campanha? Helder 10h42min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)
He7d3r Eu penso que podemos contar número de cliques em ligações, aumento no número de editores acompanhado pelas estatísticas oficiais e número de professores interessados no projeto educacional. No entanto, como você sabe melhor que eu, existe muita incerteza nas conclusões que podemos tirar dessas medidas. Tem alguma outra sugestão? Lechatjaune msg 11h01min de 15 de dezembro de 2014 (UTC) nessas
Eu não vejo como um eventual aumento no número de editores possa ser atribuído aos banners. E imagino que o número de cliques nos links não nos contaria muita coisa, além de uma comparação de opção de banner com outras (se houvesse mais de um sendo usado em um dado período, de forma aleatória [ainda tem o problema de como lidar com o(s) cache(s), que não sei se está resolvido], para ter um teste A/B). Helder 13h19min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)
Se tiver alguma sugestão, você que é o cara da parte técnica. A propósito, não fizemos em 2012, apenas em 2011. É isso? Lechatjaune msg 15h03min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)
Sim, só fizemos em 2011. Eu acho que o único método para avaliar o impacto é mesmo olhando as estatísticas de edição e vendo o aumento de professores interessados, o que não é um indicador muito confiável se o aumento for pequeno como foi na campanha de 2011. Mas de qualquer forma, como isso não vai prejudicar a Wikipédia, acho melhor fazer a campanha mesmo sem boas métricas para avaliar o impacto do que não fazer. Danilo.mac(discussão) 22h55min de 15 de dezembro de 2014 (UTC)

Promover WP:LIMIT a artigo informativo

Caros. Acabei de traduzir a página en:Wikipedia:Template limits da Wikipédia anglófona na página Wikipédia:Limites técnicos (atalho: WP:LIMIT) que descreve os limites do software MediaWiki e gostaria de promovê-lo a "Artigo informativo" por entender que as informações ali expostas são consensuais. Solicito a apreciação da comunidade. --Diego Queiroz (discussão) 00h30min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. Helder 15h55min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo. OS2Warp msg 17h42min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo até porque na en wiki ele já é um artigo informativo. Creio que seria plausível definir aqui que qualquer artigo que em uma outra língua é informativo se traduzido para a pt-wiki possa ser classificado aqui também como informativo, sem necessidade de uma votação como essa. O que acham da ideia?--Hermes Trismegistus Seja bem vindo! 21h39min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)