Álbum (álbum de Barão Vermelho)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Álbum (Barão Vermelho))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Álbum
Álbum de estúdio de Barão Vermelho
Lançamento 1996
Gravação Novembro de 1995 - Fevereiro de 1996
Nas Nuvens, Rio de Janeiro
Cia. Dos Técnicos Studios
Gênero(s) Rock
blues rock
Gravadora(s) WEA
Produção Barão Vermelho, Ezequiel Neves
Cronologia de Barão Vermelho
Carne Crua
(1994)
Puro Êxtase
(1998)

Álbum é o décimo disco da banda brasileira Barão Vermelho, lançado em 1996. Todas as faixas do disco são versões cover, desde o ex-membro Cazuza até Bezerra da Silva, Roberto Carlos e Gang 90 e as Absurdettes. Foi o primeiro álbum da banda a ser certificado com Platina pela ABPD, com 280 mil cópias vendidas.[1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Só Pra Variar"  Kika Seixas; Raul Seixas; Cláudio Roberto 2:58
2. "Malandragem Dá Um Tempo"  Adelzonilton; Popular P; Moacyr Bombeiro; Jerry Goldstein; Lonnie Jordan; Howard Scott 3:39
3. "Vem Quente Que Eu Estou Fervendo"  Carlos Imperial; Eduardo Araújo 3:27
4. "Só As Mães São Felizes"  Roberto Frejat; Cazuza 5:18
5. "Vale Quanto Pesa"  Luiz Melodia 3:44
6. "Perdidos Na Selva"  Júlio Barroso; Guilherme Arantes 3:46
7. "Amor, Meu Grande Amor"  Ana Terra; Ângela Rô Rô 4:34
8. "Não Há Dinheiro Que Pague"  Renato Barros 3:17
9. "Jardins Da Babilônia"  Lee Marcucci; Rita Lee 3:31
10. "Um Índio"  Caetano Veloso 5:20
11. "Um, Dois, Três, Quatro..." (Faixa escondida em "Um Índio")Ezequiel Neves; Barão Vermelho 0:46

Créditos[editar | editar código-fonte]

Barão Vermelho
  • Roberto Frejat: voz, guitarra base, violão e bandolim
  • Guto Goffi: bateria e programação
  • Fernando Magalhães: guitarra solo e vocal
  • Rodrigo Santos: baixo, gongo e vocal
  • Maurício Barros: clavinete, orgão Hammond, piano Rhodes, teclados
  • Peninha: percussão, trombone, vocal de apoio em "Malandragem Dá um Tempo"
Músicos convidados
  • Andrézinho: vocal de apoio
  • Bidinho: trompete, flugelhorn em "Vem Quente que Eu Estou Fervendo" e "Não Há Dinheiro que Pague"
  • Henrique Band: trompete em "Não Há Dinheiro que Pague"
  • Paulinho: trompete, flugelhorn em "Vem Quente que Eu Estou Fervendo" e "Não Há Dinheiro que Pague"
  • Sérginho: trombone
  • Zé Carlos Bigorna: sax tenor
  • Zeca Jagger: vocal de apoio
Produção
  • Produzido por Barão Vermelho e Ezequiel Neves
  • Gravado (Nas Nuvens) e Mixado por Márcio Gama
  • Gravado (Companhia dos Técnicos) por Ronaldo Lima
  • Masterizado por Ricardo Garcia
  • Assistente de Gravação (Cia. dos Técnicos): José Sartori
  • Assistentes de Gravação (Nas Nuvens): Bruno Leite, Marco Aurélio, MarioLeo e Renato Muñoz
  • Assistentes de Mixagem: Ben Hur, Marcelo Hoffer, Marco Hoffer e Marcos Vicente
  • Roadies: Domingos Olímpio, Eric Daniel e Luiz Loureiro

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Barão Vermelho é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.