Ángel Labruna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ángel Labruna
Ángel Labruna
Informações pessoais
Nome completo Ángel Amadeo Labruna
Data de nasc. 28 de setembro de 1918
Local de nasc. Buenos Aires,  Argentina
Nacionalidade Argentino
Falecido em 20 de setembro de 1983 (64 anos)
Local da morte Buenos Aires,  Argentina
Altura 1,72 m
Apelido Angelito, El Artillero,
El goleador, El Feo
Informações profissionais
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1939–1959
1960–1961
1961
1961
River Plate
Rampla Juniors
Platense
Rangers de Talca
515 (293)
016 00(3)
002 00(0)
005 00(0)
Seleção nacional
1942-1958 Flag of Argentina.svg Argentina 037 0(17)
La Máquina do River Plate na década de 1950.
Da esquerda para a direita: Muñoz, Moreno, Pedernera, Labruna e Loustau.

Ángel Amadeo Labruna (Buenos Aires, 28 de setembro de 1918 - 20 de setembro de 1983, na mesma cidade) foi um futebolista argentino que competiu na Copa do Mundo FIFA de 1958.[1]

Uma carreira ligada ao River Plate[editar | editar código-fonte]

Labruna iniciou a sua carreira profissional em 1939, no River Plate. Fez parte da geração vitoriosa dos Millonarios na década de 1950, alcunha da de La Máquina, formada, além dele, por Juan Carlos Muñoz, José Manuel Moreno, Adolfo Pedernera e Félix Loustau. foi campeão argentino com o river nos anos de 1941 , 1942 , 1945 , 1947 , 1952 , 1953 , 1955 , 1956 e 1957 .

Em vinte anos de River, Angelito disputou 515 partidas e marcou 293 gols, tornando-se uma lenda para os torcedores millonarios.

Depois do River[editar | editar código-fonte]

Após dizer adeus ao River Plate, em 1959, Labruna foi contratado pelo inexpressivo Rampla Juniors do Uruguai. Aos 42 anos de idade, ele ainda teve tempo de disputar 16 partidas e marcar três gols - um número considerável, levando-se em conta a idade avançada do atacante. Depois da experiência no Uruguai, Angelito decidiu retornar ao seu país, em 1961.

Depois de disputar apenas duas partidas pelo Platense, Labruna se aposentou aos 43 anos, atuando em cinco jogos pelo Rangers de Talca.

Pós-aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Com a aposentadoria, Labruna passou a exercer cargos administrativos no River Plate, o seu "clube de coração", onde chegou a ser treinador, na década de 1970. Com ele no comando, Los Millonarios chegaram à final da Libertadores de 1976, mas acabariam capitulando diante do Cruzeiro.

Treinou também o Rosário Central, o Racing Club e o Talleres.

el feo é um dos maiores treinadores da história de los canallas .

Referências

  1. «Seleção Argentina na Copa do Mundo FIFA de 1958». Fifa.com. Consultado em 20 de agosto de 2010 
Bandeira de ArgentinaSoccer icon Este artigo sobre um futebolista argentino é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.