A.J.E.F.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem of the organization

A.J.E.F. É uma sigla que significa Associação de Juventude Esperança da Fraternidade (Asociación de Jovenes Esperanza de la Fraternidad). É um órgão adjunto Maçonaria, para jovens da faixa etária entre os 14/21 anos, no México, Estados Unidos e América Latina.

Embora inicialmente as organizações locais eram conhecidos como Lojas A.J.E.F., o título mudou para os Talheres para reforçar o facto de que não é Maçonaria, mas sim, um corpo adjunto do mesmo. Cada Talher é patrocinado por uma Loja Maçônica, tanto no apoio económico como no apoio moral.

Em seu foco, é equivalente a função da Ordem Demolay.

Embora esteja aberto para ambos os sexos, as sessões mistas são proibidas, excepto em ocasiões especiais em que deve estar presente um Mestre.

Organização Estrutural[editar | editar código-fonte]

Parte de uma série de artigos sobre
Maçonaria
Maçom
Artigos principais

Maçonaria · Loja Maçônica · Templo maçônico · Grande Loja · Grande Oriente · Venerável Mestre · Graus maçônicos · Loja de Perfeição

História

História da Maçonaria · Manuscritos Maçônicos · Constituição de Anderson ·

Escocês Antigo e Aceito · York · Moderno · Schröder · Escocês Retificado · Adonhiramita · Emulation · Brasileiro · Memphis-Misraim

Há uma série de organizações regionais de capítulos que têm reuniões anuais, a fim de designar pequenas mudanças nos costumes e rituais, assim, diferentes aspectos pontuais. Algumas delas são:

  • A Organização Vale do México
  • O Conselho de Veracruz
  • O Honorável Conselho Central de Tamaulipas

Os membros de um Capítulo ou Loja são:

  • Guia
  • Primeiro conselheiro
  • Segundo conselheiro
  • Escriba
  • Tesoureiro
  • Orador
  • Guardião
  • Mestre do Coro
  • Líder de Cerimónias
  • Coletor de Doações
  • Director
  • Estandarte
  • Bandeira
  • Perito
  • Instructor(Mestre Maçon)
  • Town: o nome dado aos participantes em geral, não têm uma posição especial.

História[editar | editar código-fonte]

A.J.E.F. foi fundada em Havana, Cuba, em 9 de fevereiro de 1936 por Fernando Suárez Núñez, 7 de Maio 188224 de Janeiro 1946).

O primeiro Capítulo, foi chamado de "Esperanza" (Esperança).[1]

Atingindo 5.000 membros em 1938, o seu rápido crescimento começou a promover capítulos no exterior. Em 1939, o primeiro Loja A.J.E.F. mexicana de Benito Juárez, foi estabelecido em Veracruz.

Mística e Rituais[editar | editar código-fonte]

Os rituais que constituem o exercício de 'Ajefismo', visam o desenvolvimento de valores morais e habilidades sociais entre os iniciados.

As Siglas A.J.E.F., têm em si um significado mais profundo, uma vez que estas são as letras das "palavras fundamentais" : Amor, Justiça, Esperança e Fraternidade (Amor, Justicia, Esperanza y Fraternidad).[2]

O lema da instituição, sempre na base de ensaios e documentos oficiais, é "Pela pátria e pela humanidade" (Por la patria y la humanidad).

O processo de abertura, varia de acordo com a região, embora haja uma liturgia oficial escrita com tais casos observados,[3] assim como os funerais e casamentos; estas iniciações podem variar de ser integral para que a liturgia seja idênticos aos realizados em adultos na Maçonaria.

Nesse mesmo sentido, não é incomum para a AJEF, ensaios sobre temas como esoterismo, assim como a ciência, a moral ou a história, e não é raro encontrar jovens participantes para serem bem versados nos temas ocultistas da Maçonaria.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Salas Amaro, Armando. «DIA DEL AJEFISTA». masoneriacubana.com. Consultado em 9 de janeiro de 2007 
  2. Gan Logia Unida Mexicana de Veracruz. [? «VADEMECUM»] Verifique valor |url= (ajuda). Gan Logia Unida Mexicana de Veracruz. Consultado em 9 de janeiro de 2007 
  3. «LITURGIA AJEF». Editorial Erbasa. Consultado em 9 de janeiro de 2007 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal da Maçonaria.



Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Categoria no Commons