Apeadeiro de Livramento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Livramento
Apeadeiro de Livramento, em 2010.
Inauguração 31 de Janeiro de 1905
Linha(s) Linha do Algarve (PK 362,385)
Coordenadas 37° 4′ N 7° 43′ W
Concelho Tavira
Serviços Ferroviários Regional
Serviços Acesso para pessoas de mobilidade reduzida

O Apeadeiro de Livramento é uma interface ferroviária da Linha do Algarve, que serve a freguesia de Senhora do Livramento, no Concelho de Tavira, em Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História da Linha do Algarve

Construção e inauguração[editar | editar código-fonte]

No dia 12 de Dezembro de 1902, teve lugar a arrematação para a construção de várias infra-estruturas no troço entre a Fuseta e Tavira, incluindo o Apeadeiro do Livramento, cuja base de licitação foi de 2:800$000 réis.[1]

Este apeadeiro situa-se no troço entre a Fuseta e Luz de Tavira, que entrou ao serviço em 31 de Janeiro de 1905.[2]

Movimento de mercadorias[editar | editar código-fonte]

As principais mercadorias recebidas neste apeadeiro, na Década de 1970, eram adubos (vindos da divisão da Companhia União Fabril de Faro) (especialmente no Outono), palha, materiais de construção (especialmente cimento), papel (vindo de Cacia) (principalmente no Outono), e trigo de semente.[3]

Século XXI[editar | editar código-fonte]

Em Setembro de 2007, a Rede Ferroviária Nacional, em função de um protocolo assinado com a Câmara Municipal de Tavira, projectou a supressão de diversas passagens de nível no Algarve; uma das passagens a eliminar situava-se nas imediações do Apeadeiro de Livramento, prevendo-se a sua substituição por um viaduto rodoviário sobre a via férrea.[4] A consignação para esta empreitada foi levada a cabo pela Rede Ferroviária Nacional, em 2009.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Arrematações» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 16 (383). 1 de Dezembro de 1903. p. 402. Consultado em 7 de Setembro de 2012 
  2. MARQUES, p. 391
  3. CAVACO, p. 439
  4. VIEGAS, Domingos (26 de Setembro de 2007). «Cinco passagens de nível a eliminar». Expresso. Consultado em 7 de Setembro de 2012 
  5. EUSÉBIO, José (21 de Outubro 2009). «Menos passagens de nível na região». Correio da Manhã. Consultado em 7 de Setembro de 2012 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CAVACO, Carminda (1976). O Algarve Oriental: As Vilas, O Campo e o Mar. Volume 2 de 2. Faro: Gabinete de Planeamento da Região do Algarve. 204 páginas 
  • MARQUES, Maria; et al. (1999). O Algarve Da Antiguidade aos Nossos Dias: Elementos para a sua História. Lisboa: Edições Colibri. 750 páginas. ISBN 972-772-064-1 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o Apeadeiro de Livramento

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.