Apeadeiro de Odiáxere

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Odiáxere
Apeadeiro de Odiáxere, em Março de 2018
Inauguração 30 de Julho de 1922
Encerramento 2003
Linha(s) Linha do Algarve (PK 341,402)
Coordenadas 37° 08′ 21,01″ N, 8° 37′ 32,23″ O
Concelho Lagos
Serviços Ferroviários
Horários em tempo real

O Apeadeiro de Odiáxere é uma interface encerrada da Linha do Algarve, que servia a localidade de Odiáxere, no Concelho de Lagos, em Portugal.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História da Linha do Algarve

Em 1 de Julho de 1922, já se previa que Odiáxere seria uma das gares no novo troço entre Portimão e Lagos.[1] Este lanço foi inaugurado em 30 de Julho desse ano, pela divisão do Sul e Sueste dos Caminhos de Ferro do Estado,[2] incluindo desde logo o apeadeiro de Odiáxere.[3]

Em 1945, a Junta de Freguesia de Odiáxere deliberou que fosse construída uma estrada de acesso ao apeadeiro.[3]

Em 1984, este apeadeiro era utilizado por serviços de passageiros Regionais e Directos.[4]

O jornal Diário de Lisboa de 22 de Agosto de 1988 reportou um acidente nas proximidades do apeadeiro de Odiáxere, quando um comboio colheu uma motorizada, levando à morte da passageira, enquanto que o condutor ficou gravemente ferido.[5]

Todos os serviços ferroviarios neste apeadeiro foram suprimidos em 2003, verificando-se, nesse ano, uma média de 20 passageiros por mês.[6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Efemérides» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 51 (1234). 16 de Maio de 1939. p. 259-261. Consultado em 26 de Novembro de 2016 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 
  2. TORRES, Carlos Manitto (1 de Fevereiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. Ano 70 (1683). p. 76-78. Consultado em 30 de Setembro de 2016 – via Hemeroteca Digital de Lisboa 
  3. a b MARTINS, 1987:30
  4. «Horário de Verão 1984» (PDF). Caminhos de Ferro Portugueses. 3 de Junho de 1984. p. 65. Consultado em 13 de Setembro de 2010 – via O Comboio em Portugal 
  5. «Funcionária camarária morta por comboio em Lagos». Diário de Lisboa. Ano 68 (22745). 22 de Agosto de 1988. p. 32. Consultado em 30 de Setembro de 2019 – via Casa Comum / Fundação Mário Soares 
  6. «Transporte Ferroviário - Serviços» (PDF). Câmara Municipal de Lagos. p. 13. Consultado em 14 de Julho de 2012 [ligação inativa] 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • MARTINS, José (1987). Estudo Histórico Monográfico: A Freguesia de Odeáxere (do Concelho de Lagos). Odeáxere: Junta de Freguesia de Odeáxere. 77 páginas 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre o apeadeiro de Odiáxere



Ícone de esboço Este artigo sobre uma estação, apeadeiro ou paragem ferroviária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.